Isso é coaching? Entenda o que é, de fato, coaching

839

É relativamente comum haver confusão entre coaching e outros conceitos que preveem melhorias na qualidade de vida das pessoas, como psicoterapia, autoajuda e PNL.

Também são muitos os que pensam no coaching apenas como uma ferramenta para ser aplicada no mercado de trabalho, tirando a conclusão de que os coaches não são muito diferentes dos headhunters, consultores ou mentores.

Para saber tudo sobre coaching, leia este artigo

Qual a diferença de coaching com outros conceitos de aperfeiçoamento pessoal?

O primeiro passo para entender as devidas diferenças é ter em mente que o coaching é um processo de começo, meio e fim. Além do mais, o coaching foca sempre no futuro, nas metas a serem atingidas pelos clientes (coachees).

De acordo com Villela da Matta e Flora Victoria, fundadores da Sociedade Brasileira de Coaching e pioneiros em coaching no Brasil, “o coaching é um processo que visa elevar a performance de um indivíduo (grupo ou empresa), aumentando os resultados positivos por meio de metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente validadas, aplicadas por um profissional habilitado (o coach), em parceria com o cliente (o coachee)”.

O coaching é um processo para desenvolvimento de competências necessárias para que o indivíduo (cliente: coachee) atinja suas metas, e o coach é o profissional que contribui intensamente para que coachee possa obter excelentes resultados pessoais, profissionais e para o seu negócio.

Logo, coaching não é terapia, não é autoajuda,não é mentoria ou PNL (Programação Neolinguística).  Para entender melhor, vamos explicar as diferenças de cada uma dessas:

coaching terapia

Psicoterapia x coaching: qual a diferença?

A psicoterapia é a única linha científica capaz de encontrar a origem dos problemas emocionais e resolvê-los. Neste aspecto o processo de coaching se diferencia bastante de uma psicoterapia.

O processo de coaching atua apenas com as metas e objetivos futuros das pessoas, ou seja, ele parte do ponto presente do indivíduo e o auxilia ao ponto em que  ele deseja chegar.

Um profissional coach nunca dará ao seu cliente respostas, mas o conduzirá por um caminho de transformação, no qual ele adquirirá o conhecimento e as ferramentas necessárias para o alcance de seus objetivos, sejam eles pessoais ou profissionais.

Assim, o coaching jamais poderá atuar com pessoas com problemas disfuncionais, ou seja, traumas e distúrbios, uma vez que o papel do coach é alavancar a performance do coachee para atingir seus objetivos.

Sendo assim, o coach exerce uma enorme pressão sobre o coachee, e caso a pessoa sofra de algum distúrbio mental e emocional, as consequências podem ser graves.

autoconhecimento

Leia também: Coaching cura depressão?

Coaching X PNL (Programação Neuro Linguística)

Embora muitas pessoas estejam transformando treinamentos de PNL (Programação NeuroLinguística) em Coaching, é importante que fique claro: PNL não é Coaching.

A Programação Neurolinguística é um conjunto de modelos, estratégias e crenças que são utilizadas para o desenvolvimento neural, o que leva o indivíduo a alterar a percepção que ele tem do mundo por meio de uma variedade de técnicas extraídas de pessoas que tiveram algum sucesso.

No entanto, apesar de ser muito popular, a PNL levanta muitas controvérsias, pois permanece sem comprovação científica. Portanto, não é considerada uma ciência.

Ela é diferente do processo de coaching, que tem como objetivo conduzir as pessoas ao máximo de suas habilidades, competências e resultados, utilizando para isso metodologias, técnicas e ferramentas cientificamente comprovadas.

frase de motivacao e otimismo

Autoajuda x coaching

Apesar de os propósitos sejam semelhantes as metodologias são completamente distintas. Assim como o coaching, a autoajuda é um conceito que prevê o bem-estar. No entanto, os meios para atingir tal estágio são bem diferentes.

Na autoajuda, o indivíduo se torna uma espécie de professor de si mesmo, tendo que descobrir com seus próprios meios os caminhos para uma vida melhor.

No coaching, porém, a pessoa será acompanhada de perto por um profissional altamente qualificado que possui métodos, técnicas e ferramentas cientificamente comprovadas, que o incentivará e desafiará, de maneira que aumente sua consciência e desenvolva as habilidades necessárias para atingir seus objetivos.

como ser um bom coach

Headhunter, consultores e mentores x Coach

Headhunters, consultores e mentores têm uma atuação extremamente diferente dos coaches. Primeiro porque atuam exclusivamente no mundo corporativo. Segundo, porque o coaching é o único que propicia ao cliente um processo de transformação.

Os headhuntes dão dicas de como se portar em entrevistas de emprego, enquanto os coaches guiam as pessoas por um caminho de descobertas rumo ao alcance de seus objetivos.

Os consultores atuam dentro de empresas, voltando seu trabalho sempre ao ambiente organizacional e estratégico, nunca visando o desenvolvimento de líderes e colaboradores, algo primordial no trabalho de um coach. Os mentores, por sua vez, são pessoas extremamente experientes no ambiente corporativo, mas atuam geralmente dando conselhos e dicas.

Já os coaches têm a visão de que as pessoas devem descobrir por si mesmas os caminhos do sucesso, além de conhecerem ferramentas para o encontro de uma solução assertiva e com alta precisão em planejamento lógico e organizacional.

Entendeu quais as diferenças do coaching com estes outros conceitos? Quer saber mais sobre o coaching e tirar dúvidas? Deixe seus comentários abaixo.

Comentários
Compartilhar
AnteriorO que esperar de um bom coach?
PróximoCoaching ou Terapia?
A SBCoaching é uma das maiores empresas de coaching do mundo. Líder e referência nacional e internacional em treinamentos e soluções de alta performance. Firmemente comprometida em promover a evolução e a maximização do potencial humano, a SBCOACHING gera resultados cientificamente comprovados, contribuindo para produzir mudanças positivas e sustentáveis e para aumentar as conquistas de indivíduos, times e organizações.