Posted in:

Liderança: Diferentes Tipos, Estilos e Como Funcionam

“O potencial de uma pessoa comum é como um vasto oceano não desbravado, um novo continente inexplorado, um mundo de possibilidades à espera de ser liberado e direcionado para algum bem maior”

Brian Tracy

 

Você acredita que para ser um excelente líder é necessário talento ou simplesmente treino?

Malcolm Gladwell é o precursor da tese que dita que para se obter excelência, são necessárias 10.000 horas de prática.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

Essa teoria foi escrita com base em pesquisas realizadas na década de 90 com violinistas da Academia de Música de Berlim. Os músicos foram divididos em três grupos: aqueles que eram considerados bons, os considerados ótimos e o terceiro grupo, dos violonistas excelentes.

Notou-se que o que separava os três grupos de músicos, era o número de horas dedicadas a prática e aperfeiçoamento no instrumento.

Acredito sim que o treino árduo leva à perfeição (afinal nenhuma mudança, seja ela comportamental ou para aquisição de novas habilidades, não funciona se não for praticada), mas também acredito que alguns outros fatores, tais como: talento, objetivos claros, feedbacks constantes, treinamento, apoio de mentores, são temperos fundamentais à esta receita.

Independentemente se estivermos falando de músicos ou de líderes em corporações, alguns passos são comuns:

  1. Ter objetivos claros;
  2. Conhecer-se como pessoa e profissional;
  3. Sair de sua zona de conforto e propor-se a mudar;
  4. Transformar as metas em ação e ferramenta de melhoria;
  5. Praticar, praticar e praticar os novos comportamentos.

Saber exatamente qual é o seu tipo, estilo e forma de liderar permitirá que você se torne uma referência positiva para sua equipe, alavancando seu crescimento, proporcionando resultados significativos e a libertação definitiva da “síndrome de Gabriela”.

O que significa Liderança?

lideranca direcao

Quando inicio um processo de coaching ou um treinamento para desenvolvimento de lideranças, essa é a primeira pergunta que faço à meus clientes.

As respostas vem de teorias aprendidas, conceitos repassados de geração para geração dentro do mundo corporativo, da vivência e dos modelos de líderes atuais (uns mais em moda e evidência que outros), mas a definição final acaba sendo traduzida de forma simples e pura: “é a arte de comandar pessoas, atraindo seguidores e influenciando de forma positiva comportamentos” ou em uma das versões que mais me agrada: “é a arte de inspirar”.

Sempre que buscamos uma referência em um líder, pensamos em pessoas que tem um magnetismo pessoal, que criam seguidores por sua simples forma de pensar e por suas ações na condução de times.

A liderança é uma força descrita no VIA® (assessment de forças de caráter), ou seja, olhada por este prisma, nasce com o indivíduo e sua utilização independe de posição ou idade.

Você já parou para olhar um pátio onde crianças de cinco, seis, sete anos estão brincando?

Sempre existe uma que se destaca do grupo: É ela que escolhe o time da queimada, que aparta as brigas e faz com que as demais crianças não se entristeçam com a derrota.

E em seu círculo familiar? Já parou para pensar que a maioria das festas são organizadas sempre pelas mesmas pessoas?

Essa é a liderança natural, a liderança pela força de assinatura.

Mas a liderança também pode vir através do autodesenvolvimento, do exercício de habilidades correlatas e do poder de mobilizar cuidadosamente seus pontos fortes e dos outros. Já dizia o mestre do Business Coaching Brian Tracy: “Quanto mais você se tornar um líder internamente, mais eficiente se tornará em todas as atividades de liderança externas”.

Qualidades de liderança

qualidades lideranca

“Um estoque pode ser gerenciado; pessoas devem ser lideradas por meio do exemplo”
Ross Perot

Visão, coragem, integridade, responsabilidade, vitória e cooperação são as principais qualidades da liderança moderna:

  1. Visão: é a qualidade mais importante da liderança, ela inclui os valores, missão, propósito e objetivos, permitindo um direcionamento claro e mensurável do futuro desejado.
  2. Coragem: é a habilidade de se correr riscos, de iniciar ações sem garantias, ir adiante, perseverar, corrigir rotas e gerenciar crises.
  3. Integridade: Ela é a “mãe” de todas as outras qualidades, ou seja, garante todas as outras.
  4. Responsabilidade: “Eu sou responsável” significa que você toma como seus os acertos e erros do seu time, que não usa de desculpas, mas faz de todo e qualquer desafio vencido, ferramenta de aprendizado.
  5. Vitória: Foco permanente no que deve ser conquistado, nos resultados, em soluções rápidas e assertivas.
  6. Cooperação: é a habilidade de trabalhar bem com as pessoas e permitir que elas contribuam com o seu melhor.

Tipos de liderança

tipos de lideranca

  • Liderança Autocrática

Liderança autocrática, é a liderança autoritária, ou seja, a qual o líder impõe suas ideias e decisões ao grupo, não permitindo diálogo aberto ou a implementação de soluções que não sejam dele.

Os líderes autocráticos são dominadores, emitem ordens e esperam a obediência plena dos subordinados, são temidos pelo grupo, que só trabalha quando ele está presente.

As vantagens ficam por conta da velocidade na tomada das decisões e na possibilidade de simplificar os processos tornando-os mais produtivos.

Em contrapartida, se houver abuso de poder, a equipe ficará desmotivada e com o moral ferido.

Em nossa história recente, os ditadores são um exemplo da liderança autocrática, pessoas que herdaram da família o poder, ou se eleitos pelo povo, já o faziam a tanto tempo que passaram a ser “donos” do país.

  • Liderança Democrática

É a liderança participativa, onde cada membro do grupo é estimulado a pensar em opções para a tomada de decisão e execução de tarefas que serão levadas a debate e depois aprovadas pelo conjunto; a participação dos funcionários é incentivada, valorizada e recompensada e o líder atua apenas como suporte à equipe.

A Badger Maps em São Francisco (EUA) implementou a prática semanal do “microfone aberto”. Funcionários, do nível técnico ao CEO, fazem uso deste canal para reportar o que está acontecendo na empresa e comunicar novas ideias estratégicas.

Este tipo de liderança vem sendo replicada em diversos modelos de negócio, mas ainda apresenta alguns desafios:

  1. Questões urgentes ou caóticas: quando confrontado com decisões urgentes nem sempre há tempo hábil para consultar o time ou de inteirá-los dos detalhes da situação; neste caso, o líder tem que assumir a posição de decisor final.
  2. Nível de experiência do time: times muito jovens ou inexperientes tendem a não gerar resultados significativos neste tipo de gestão.
  • Liderança Liberal:

A liderança liberal, ou Lasseiz-faire, eleva à 100% o grau de confiança no grupo ou indivíduo, delegando as decisões e permitindo total liberdade.

Ela é útil para avaliar o resultado de um processo de capacitação, da maturidade, o relacionamento interpessoal e para aumentar a autoconfiança dos membros do time.

O Google exerce esse formato de liderança; seus colaboradores não possuem controle de horário de expediente ou restrição quanto ao espaço físico de trabalho, mas possuem total compromisso com os prazos e metas.

Neste tipo de liderança o líder age apenas como facilitador e estimulador da criatividade dos colaboradores, entretanto, este tipo de liderança não pode ser aplicado em grupos cujo membros não tem o conhecimento ou experiência nas tomadas de decisão ou na execução de determinadas tarefas.

  • Liderança Situacional

É o tipo de liderança que correlaciona liderança x motivação x poder. O líder deixa claro qual o resultado esperado para a tarefa, direciona seus colaboradores, estabelece as funções e objetivos a serem alcançados dentro de um tempo pré-determinado, levando-se em conta o nível de senioridade ou maturidade de seus colaboradores.

lideranca grafico

Escala de Maturidade dos Subordinados:

Fase Perfil do colaborador
P1 São novos na tarefa

Não tem preparo ou tem o desejo de tomar decisões

Não tem as competências necessárias

Possuem pouca autoconfiança

P2 Possuem alguma experiencia, mas ainda possuem dificuldades

São motivados

Demandam apoio

P3 Possuem elevado conhecimento e experiencia

Desmotivação para cumprimento de ordens do líder

P4 Tem vasto conhecimento

Estão altamente motivados para fazer o que é solicitado

Escala de liderança:

Fase Perfil do Colaborador Papel do Líder
E1 – Direção Necessita aprender a tarefa Supervisor e direcionador
E2 – Orientação Necessita conhecer a tarefa e conquistar estimulo para execução Apoiador e disseminador de conhecimento quando o colaborador necessitar de ajuda
E3 – Apoio Busca aprendizado, aumento de habilidade e de conhecimento Presta apoio, mas supervisiona pouco
E4 – Delegação Possui autonomia, liberdade, conhecimento e segurança para execução das tarefas Pouca supervisão e pouco apoio

 

  • Liderança positiva

Este tipo de liderança tem seus pilares na Psicologia Positiva, que foca no aumento de resultados positivos para indivíduos, times e corporações, nas conquistas e realizações, senso de missão e propósito e no uso das forças e talentos de cada indivíduo para a promoção do desenvolvimento pleno da vida profissional.

As vantagens são:

  1. Aumento da produtividade, cooperação e colaboração;
  2. Redução do absenteísmo e do Índice de Burnout;
  3. Flexibilização criativa e cognitiva;
  4. Aumento da performance organizacional.

A liderança positiva promove o aumento da motivação e consequentemente, da produtividade, pois a medida que a equipe se sente parte do todo e recebe estímulos para manter a autoestima elevada, o seu grau de dedicação ao trabalho se eleva exponencialmente.

O que é ser um Líder Coach?

lideranca lider coach

O líder coach busca não apenas desenvolver o capital humano, como também agir com flexibilidade, criatividade, inovação e superação de expectativas para obter mais resultados.

Principais características de um líder coach:

  • Possui perspectiva organizacional;
  • Possui excelente habilidade de interpretação e de escutar com atenção;
  • Desenvolve a confiança mútua;
  • É comprometido com seu próprio desenvolvimento e de sua equipe;
  • Antecipa oportunidades;
  • Assume responsabilidades e a busca soluções em conjunto;
  • Reconhece esforços, contribuições e talentos;
  • É otimista e orientado para resultados;
  • Utiliza o feedback como ferramenta para aumentar a excelência;
  • Pratica o coaching visando a performance, assim como o desenvolvimento;
  • É proativo, eficaz e influente.

Lembre-se que o líder é um espelho para sua equipe. As suas ações refletirão nos resultados de seu time.

Perfis de liderança

lideranca lider alpha

O Líder Alpha

O Líder Alpha é aquele que transmite poder e autoridade e que possui um conjunto específico de características. Ele adota uma postura agressiva na busca por resultados, é corajoso e autoconfiante, movido por ideias audaciosas e inovadoras e por objetivos ambiciosos, que persegue com tenacidade e com senso de missão.

Estima-se que 75% dos altos executivos tenham o perfil Alpha de liderança; deste total, 63,79% são homens com a média de idade acima dos 40 anos.

Mas nem tudo são flores no mundo dos Alpha.

Uma pesquisa realizada por DeVries e Kaiser com profissionais de RH constatou que “50% da carreira destes executivos terminam em fracasso acarretando um prejuízo que oscila entre US$ 750 mil e US$ 1,5 milhão para cada executivo sênior que descarrila”.

As principais causas são atribuídas aos problemas de relacionamentos gerados pelo lado obscuro de suas personalidades e pela inabilidade de ser adaptar as mudanças.

Pontos Fortes x Riscos Alpha

Pontos Fortes Riscos
Empreendedor e direcionado para o objetivo Expectativas irreais sobre os outros
Confiante e dominador Teimoso e dominador
Direto e franco Altamente crítico
Adota postura impopular Mau ouvinte
Confortável no conflito Fraco nos relacionamentos com os colegas
Competitivo e gosta de ganhar Trabalha criando conflitos

Estilos de liderança Alpha

  • Comandante

Líderes cheios de magnetismo entregam-se com intensidade a tudo que fazem. Mobilizam equipes e energizam com sua postura decisiva e apaixonada, sem necessariamente se envolver com os detalhes. Os comandantes assumem desafios e indicam a caminho, chegando a empurrar as pessoas firmemente em direção aos objetivos; sua liderança pode ser tão intensa que corre o risco de atropelar os outros como se fossem tratores.

  • Estrategista

Sistemáticos, metódicos, pensadores que se baseiam em dados e fatos, têm o olhar aguçado para padrões e problemas; pelo bom senso apurado, os estrategistas abordam as situações com grande poder de análise e uso da razão. O risco é que podem ser egocêntricos ao se entusiasmarem com seu próprio brilho deixando de ouvir os outros.

  • Visionário

Intuitivos, curiosos, expansivos, inspiradores e voltados para o futuro, eles enxergam tanto as oportunidades como as possibilidades antes dos outros. A imaginação fértil dos visionários os leva a liderar com paixão e entusiasmo. O risco é que podem ignorar a realidade e fechar-se à opinião dos outros, assim, conduzir sua equipe em direção ao abismo.

  • Executor

Ativos e bem focados nos pormenores, com disciplina implacável e atitude de fiscalização, os executores injetam na equipe – e em si mesmos – um forte senso de responsabilidade. Eles são mestres na estrutura de gestão de projetos. Os riscos relacionam-se a criar bloqueios na equipe e paralisar os processos caso se concentrem no micro gerenciamento.

Você é um Líder Alpha?

O assessment Alpha® é uma ferramenta, desenvolvida pela Worth Ethic, que demonstra em percentuais, os pontos fortes e riscos do líder, seu estilo de liderança (comandante, visionário, estrategista e executor), agindo como facilitador no planejamento de ações para minimização de riscos e potencialização das forças Alpha.

Quer saber se você é Alpha?

Responda cada uma das questões abaixo com “sim” ou “não”; se nenhuma das opções se encaixar perfeitamente, escolha aquela que pareça mais correta para você.

Reflita cuidadosamente e responda honestamente:

Nunca desisto até alcançar o meu objetivo final.

□ Sim        □ Não

Sempre digo exatamente o que eu penso.

□ Sim        □ Não

Sou muito competitivo e quero ganhar sempre.

□ Sim        □ Não

Não tenho nenhum problema em desafiar as pessoas.

□ Sim        □ Não

Quero que todos que estão sob a minha supervisão tenham o melhor resultado possível.

□ Sim        □ Não

Tomo a decisão que julgo correta, mesmo que as outras pessoas não concordem.

□ Sim        □ Não

Tenho opiniões formadas sobre questões que conheço.

□ Sim        □ Não

Raramente duvido da minha capacidade de entregar resultados.

□ Sim        □ Não

Sou muito rigoroso no que se refere ao desempenho das pessoas que lidero.

□ Sim        □ Não

Mesmo quando sou bem-sucedido, sempre penso nas coisas que poderiam ter sido feitas melhor.

□ Sim        □ Não

Se a maioria das suas respostas para as questões foram “sim”, você provavelmente é um líder de grande influência Alpha.

Lembre-se que trata-se de um assessment resumido. O resultado completo (incluindo-se o estilo de liderança Alpha) pode ser obtido através do site da Worth Ethic ou por intermédio do seu Alpha Coach, profissional autorizado, certificado e qualificado a fazer a devolutiva do assessment e planejar sessões especificas de coaching para Alphas.

Como a coaching pode desenvolver as lideranças?

O coaching permite que o líder desenvolva com mais rapidez as competências necessárias à superação de desafios permitido escalar novos degraus em sua carreira ou na evolução de seu negócio.

O Executive coach tem os recursos necessários para abreviar o caminho a ser trilhado, aumentando exponencialmente seu sucesso, sempre através da elaboração de objetivos claros e mensuração de resultados através de indicadores de resultado e performance.

Cursos de coaching para líderes

lideranca reuniao

O líder outlier é aquele que está em busca constante de conhecimento e da potencialização de suas habilidades e competências.

Os cursos Skilled Leader, Leader as Coach, Positive Leader e Leader as Optimizer oferecidos pela Sociedade Brasileira de Coaching fornecem ferramentas práticas para que o líder se destaque na empresa e se transforme em fonte de inspiração para os seus colaboradores.

Lembre-se que, o pianista erudito tem habilidade inatas e talento, mas ele não deixa de praticar exaustivamente em busca da excelência.

Assim também é o líder, ele deve buscar constantemente seu aprimoramento e o desenvolvimento de sua equipe; faça seu time ter orgulho de pertencer.

Fonte de referência:

  • Positive Coaching
    Villela da Matta e Flora Victoria
    Sociedade Brasileira de Coaching
  • Sucesso em Liderança
    Brian Tracy
  • Revista Exame
  • Livro: Fora de Serie – Outliers
    Malcolm Gladwell

Dica de livro:

  • Fora de Serie – Outliers
    Malcolm Gladwell
    Editora Sextante

2 Comentários

Deixe um comentário
  1. Gostei muito do artigo, bem útil, continuem com artigos desta base, me ajudaram a refletir sobre o meu estilo de liderança..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *