Posted in:

Coach: O Que Significa ? O Guia Completo da SBCoaching

Se um dia você ouvir alguém dizer que não vê utilidade nenhuma em contar com um coach em sua vida, não dê ouvidos.

Não é que essa pessoa esteja mentindo. Talvez ela apenas não saiba exatamente do que se trata o processo de coaching.

Ou tem tanto orgulho e vaidade quanto à sua trajetória e suas capacidades que não se dá conta de que sempre é possível evoluir e aprender com os outros.

Isso vale até mesmo para aquelas pessoas realmente talentosas e que já alcançaram ótimos resultados em sua vida pessoal e profissional.

Então, se você está considerando contratar os serviços de um coach, sugerimos que siga em frente, porque só tem a ganhar com isso.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

Caso tenha começado a ler este texto porque sua intenção é se tornar um coach, também está no lugar certo.

Neste guia completo, vamos detalhar tudo o que você precisa saber para ingressar no universo do coaching.

Como é a carreira e a rotina de trabalho? Quais os requisitos e a formação desejada? Quais os nichos de atuação? Contaremos tudo isso e muito mais aqui.

Boa leitura!

Cursos de Coaching na SBCoaching

Cursos de Coaching na SBCoaching
Procure logo pela melhor opção: a Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching), referência nacional e internacional na área.

Para se tornar bom em alguma coisa, é necessário buscar conhecimento. Com o coaching, não é diferente.

Ao contrário de outras áreas, não há margem para o aprendizado na “tentativa e erro”, ou seja, para aprender fazendo.

Porque os clientes de um coach esperam que ele domine o ofício e já possua todas as condições para ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

E, convenhamos, é uma questão ética. É errado oferecer o serviço de coaching sem ter a capacidade e o conhecimento para conduzir o treinamento.

O único caminho, portanto, para iniciar honestamente na profissão, é fazendo um curso de coaching.

Sendo assim, procure logo pela melhor opção: a Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching), referência nacional e internacional na área.

Entre os vários cursos da SBCoaching, o Personal & Professional Coaching é o grande destaque. Não à toa, já transformou a vida de mais de 25 mil pessoas.

Ele proporciona ao aluno uma imersão total no coaching, transmitindo um arsenal de técnicas e ferramentas capazes de elevar os resultados tanto na vida pessoal quanto na vida pessoal.

Também é um curso recomendado mesmo para quem não deseja se tornar um coach, mas apenas quer evoluir na sua profissão ou melhorar sua qualidade de vida.

Outros cursos poderosos da SBCoaching são: Executive Coaching, Positive Coaching, Career Coaching, Mentoring Coaching, Master in Coaching e também o MBA em Coaching, considerada a melhor pós-graduação em coaching do Brasil.

Além da possibilidade de uma nova carreira como coach, os egressos notam benefícios como melhor controle emocional, motivação e organização em sua vida.

Qual a Origem Do Coaching?

Qual a Origem Do Coaching
Com o passar dos anos, o coaching voltado para os negócios foi evoluindo e se modernizando.

É claro que o processo de uma pessoa treinar a outra com o objetivo de desenvolver suas capacidades existe desde sempre.

Afinal, os seres humanos são animais sociais, e o fato de terem se tornado a espécie dominante no planeta se deve, em grande parte, a esse fato, que permite que um indivíduo aprenda com o outro rapidamente.

Mas foi a partir dos anos 1950 que o termo coaching passou a ser utilizado para designar um método de gerenciamento de pessoas.

Na década seguinte, em Nova York, pela primeira vez um programa educacional utilizou a expressão para designar as habilidades de coordenação de conflitos profissionais e pessoais nos negócios.

Naquela época, a analogia era feita com o treinamento esportivo, no qual um coach buscava desenvolver um atleta tirando sempre o melhor que ele tinha a oferecer e desafiando seus limites.

Com o passar dos anos, o coaching voltado para os negócios foi evoluindo e se modernizando.

Novas técnicas eram experimentadas e, com o crivo do tempo, permaneceram aquelas que são realmente efetivas.

No Brasil, a SBCoaching, criada em 1999 por Villela da Matta e Flora Victoria, foi a primeira empresa a oferecer treinamentos de coaching.

Hoje, essa é uma das áreas que mais cresce no país, mesmo em meio a crises políticas e econômicas.

Diferença entre Coach e Coachee

Diferença entre Coach e Coachee
Coach é o profissional que se formou em cursos de coaching e conduz o treinamento.

Coaching, como você já deve saber, é o nome do processo que tem como o objetivo elevar a performance de um ou mais indivíduos.

Esse processo envolve duas pontas: coach e o coachee. Coach é o profissional que se formou em cursos de coaching e conduz o treinamento.

Já o coachee é o seu cliente, a pessoa que busca a orientação do coach para melhorar algum – ou vários – aspecto da sua vida.

Para que o processo seja exitoso, porém, o melhor é superar o olhar comercial que só vê a relação cliente-prestador de serviço.

Porque esse ponto de vista, por vezes, cria uma certa hierarquia, a velha ideia de que “o cliente tem sempre razão”, afinal, ele está pagando.

Quando, na verdade, a relação entre coach e coachee precisa ser encarada como uma parceria, em que cada um tem suas responsabilidades.

É claro que a do coach é maior.

Ele deve fornecer o conhecimento, apoiar sem julgar, manter sigilo, ter comprometimento e responsabilidade. Enfim, reunir todas as competências que o tornam uma pessoa confiável para ajudar a elevar a performance de seu cliente.

Ao mesmo tempo, o coachee precisa ter um comprometimento genuíno com o coaching, demonstrando na prática ter disposição para a mudança.

O Que é Ser um Coach?

O Que é Ser um Coach
Esse é o melhor tipo de motivação que se pode esperar, a consciência de que é possível chegar ao cenário desejado e de quais medidas práticas precisam ser tomadas para que isso aconteça.

Na língua inglesa, a palavra coach significa treinador. Já o verbo to coach significa treinar, ensinar ou preparar.

Essa é a função do coach em um processo de coaching: conduzir um treinamento que prepara o coachee a obter melhores resultados.

O que acontece é que esse treinamento não é somente empírico e vai muito além de estratégias baratas de motivação.

São aplicadas técnicas cientificamente comprovadas e metodologias eficientes que ajudam o coachee a superar obstáculos, medos e inseguranças.

Para alcançar esse resultado, uma das ferramentas do coach é a organização: desconstruir um objetivo e longo prazo em metas e tarefas.

Esse é o melhor tipo de motivação que se pode esperar, a consciência de que é possível chegar ao cenário desejado e de quais medidas práticas precisam ser tomadas para que isso aconteça.

Por isso que uma formação sólida é tão importante para o coach.

Ele vai aprender com professores que já aplicaram as metodologias e, portanto, sabem melhor que ninguém quais suas possibilidades e limitações.

Outro diferencial de um coach é sua atitude positiva, um apoio motivacional e fator incentivador que garante mais entusiasmo para o coachee fazer a sua parte e perseguir suas metas.

O Que um Coach Profissional Faz?

O Que um Coach Profissional Faz
Em geral, as sessões de coaching não fogem muito do formato abaixo.

O processo de coaching acontece a partir de encontros entre o coach e seu cliente.

Os encontros podem ser presenciais ou, então, via Skype (ou outra plataforma de videoconferência que permita reuniões entre duas pessoas distantes).

Detalhes como duração e periodicidade das sessões são flexíveis, a depender do que for melhor e ficar combinado entre o profissional e seu coachee.

Mas, geralmente, elas duram de 50 a 90 minutos e acontecem semanal ou quinzenalmente.

A primeira sessão começa com uma apresentação do coach, que fala sobre sua experiência, trajetória e método de trabalho, ficando aberto a possíveis dúvidas.

Depois, é hora de conhecer seu cliente, com uma entrevista que visa esclarecer qual seu objetivo com o processo de coaching.

Em seguida, o foco é no perfil do coachee, com o coach procurando saber mais sobre suas habilidades, valores e padrões de comportamento.

O passo seguinte é iniciar um plano de ação, propondo tarefas para o coachee concluir até a sessão seguinte.

Os próximos encontros também começam com o coach falando sobre a proposta da sessão, enquanto o coachee compartilha sua impressão quanto aos aprendizados que teve até então.

Assim, além de falar sobre a continuidade do plano de ação, acontece o acompanhamento, ou seja, os dois conversam sobre a realização das tarefas que foram dadas no encontro anterior e os resultados percebidos.

Claro que esse é um modelo básico e um coach, ao longo de sua jornada, pode desenvolver um método próprio ou até adaptar sua forma de trabalhar às necessidades e exigências do cliente.

Mas, em geral, as sessões de coaching não fogem muito desse formato.

Quais as Principais Técnicas e Ferramentas Do Coaching?

Principais Técnicas e Ferramentas Do Coaching
É preciso estar preparado para ensinar.

Como você já pôde perceber, gostamos de ressaltar que o processo de coaching acontece com a aplicação de técnicas que o coach aprendeu em sua formação.

Esse fato é importante para que você entenda que o coach não é apenas um profissional bem-sucedido que resolveu passar seu conhecimento adiante.

Porque a competência no desempenho de sua atividade profissional não torna ninguém um bom treinador. É preciso estar preparado para ensinar.

Quem nunca teve, na escola ou na universidade, um professor que, inegavelmente, tinha muito conhecimento, mas não sabia transmiti-lo?

Aí que entram as técnicas voltadas para a promoção do autoconhecimento e desenvolvimento do potencial das pessoas, todas ensinadas nos cursos da SBCoaching.

Abaixo, falamos sobre algumas delas.

Ancoragem

O coach pede que o cliente pense em um momento importante de sua vida, que o ajude a ficar mais relaxado e feliz.

Caso essa lembrança faça o efeito desejado, o coachee é orientado a fazer um gesto simples (como um aperto nas mãos ou toque no braço) e repeti-lo sempre que quiser invocar as sensações do momento relembrado.

Ensaio mental

Quando o coachee é muito tímido e cheio de bloqueios, o coach pede para que ele crie um filme mental com sua situação atual, focando no que deseja mudar.

Na sequência, ele deve pensar no mesmo cenário, mas com as mudanças desejadas tendo acontecido.

Após esse exercício, o coachee deve se comprometer a realizar ações para que essa transformação aconteça de fato.

Ensaio dramático

O ensaio dramático é mais eficiente que o mental porque acontece de verdade.

O coachee ensaia uma fala ou diálogo que deve acontecer no futuro (como uma reunião de negócios ou entrevista) com seu coach, agindo como se estivesse frente a frente com as pessoas que estarão envolvidas.

O coach vai avaliar o desempenho, ajudando o coachee a encontrar pontos positivos e negativos, aprimorando o seu comportamento.

Ressignificação

É uma técnica que ensina o coachee a olhar um acontecimento por um outro prisma, tentando encontrar o lado positivo do evento.

Em vez de se lamentar por algo que aparentemente não deu certo, salienta-se que poderia ter sido ainda pior e ressalta-se as oportunidades de aprendizado que a situação proporcionou.

A prática faz parte da ideia de psicologia positiva, um importante pilar do coaching.

É importante ressaltar que resumimos o que as técnicas acima significam de forma bastante simplificada.

Elas devem ser conduzidas por um coach capacitado, que recebeu a formação adequada para aplicá-la corretamente e tirar o máximo proveito dela.

Quem Pode se Beneficiar de um Processo de Coaching?

Quem Pode se Beneficiar de um Processo de Coaching
O processo de coaching é sobre evolução. E todo mundo, sem exceção, pode evoluir.

No início deste artigo, falamos sobre o fato de que qualquer pessoa pode se beneficiar de um processo de coaching.

Não interessa quão bem-sucedida e satisfeita em sua vida profissional e pessoal essa pessoa seja.

Porque o processo de coaching é sobre evolução. E todo mundo, sem exceção, pode evoluir.

É claro que não é qualquer coach que tem a capacidade de treinar alguém que já alcançou a maioria dos objetivos que tinha para sua vida.

Pessoas assim, porém, são raras. A maior parte da população batalha diariamente para melhorar, ou até mesmo para definir um objetivo claro em sua mente.

Nesse contexto, entra o coach com suas técnicas, que servem para remover os obstáculos que estão no caminho dessa busca.

O coaching beneficia quem:

  • Quer desempenhar melhor sua atividade profissional
  • Quer subir na carreira
  • Quer trocar de área de atuação
  • Quer procurar uma oportunidade em uma empresa maior
  • Quer se tornar um líder melhor
  • Quer ser um amigo(a), pai, mãe ou cônjuge melhor
  • Quer ter mais qualidade de vida.

Esses são apenas alguns exemplos.

A verdade é que qualquer tipo de evolução pessoal ou profissional que você possa imaginar fica mais fácil de ser alcançada com a orientação de um coach.

Quais a Principais Áreas, Categorias e Nichos de Atuação de um Coach?

Principais Áreas, Categorias e Nichos de Atuação de um Coach
O curso Personal & Professional Coaching da SBCoaching é uma formação completa, que prepara o profissional para atuar nos mais diferentes contextos.

O curso Personal & Professional Coaching da SBCoaching é, como já destacamos, a porta de entrada ideal para quem deseja se tornar um coach.

É uma formação completa, que prepara o profissional para atuar nos mais diferentes contextos.

Afinal, a maioria das técnicas de coaching ensinadas servem para pessoas de qualquer ocupação e atendem a diferentes objetivos.

A especialização e exploração de nichos de mercado, porém, é completamente incentivada.

Enquanto há profissionais que se sentem mais confortáveis abrindo o leque de possibilidades e atuando de forma genérica, existem aqueles que preferem explorar seus conhecimentos, experiências e características específicas.

Um professor de trabalhou muito tempo em cursos pré-vestibular pode se tornar um coach para quem está buscando a aprovação em uma universidade muito concorrida ou em algum concurso público.

Claro que ele não vai mais atuar como professor de cursinho, ensinando o conteúdo ao aluno.

Em vez disso, ele aproveitará sua experiência para orientar planos de ação, de modo que o estudante supere seus bloqueios e suas dificuldades para obter o resultado desejado.

Basicamente, os nichos do coaching estão divididos em duas categorias principais: a do coaching pessoal e do coaching profissional ou empresarial.

A seguir, apresentamos essas categorias e falamos sobre alguns dos principais nichos que podem ser explorados pelo coach.

Coaching Pessoal

Coaching Pessoal - coach
Terminado o processo, o coaching pessoal também terá impacto positivo no exercício da profissão do coachee, seja ela qual for.

O coaching pessoal também costuma ser chamado de coaching de vida, porque visa a transformação do coachee em sua vida pessoal.

Essa distinção é útil para entender que o objetivo do processo pode ser mais amplo no coaching pessoal, não fica restrito à vida profissional.

Vale esclarecer, entretanto, que o trabalho faz parte da vida pessoal de cada um.

Na prática, isso quer dizer que, terminado o processo, o coaching pessoal também terá impacto positivo no exercício da profissão do coachee, seja ela qual for.

Porque a experiência vai resultar em menos ansiedade, estresse, maior foco, inteligência emocional e outras vantagens.

Ou seja, em mais qualidade de vida, o que certamente colabora para uma evolução no desempenho profissional e melhor relacionamento com os colegas.

Afinal, não são dois mundos separados, a vida é uma só.

Dito isso, o coach com foco no coaching pessoal pode ter uma atuação genérica dentro dessa área ou se especializar em nichos dentro da categoria.

Conheça, a seguir, alguns dos principais.

Coaching Familiar

Para funcionar com harmonia, uma família precisa de organização e de comprometimento de cada membro.

O foco do coaching familiar é em melhorar as relações entre todos e fazer o coachee aprender a escutar seus familiares e prevenir conflitos.

Quem passa pelo processo – que é útil para famílias de todos os tamanhos – saberá lidar muito melhor com crises familiares, aplicando o conhecimento adquirido para evitar que os laços se desfaçam e prezar pela felicidade de todos.

Coaching de Relacionamento

O coaching de relacionamento tem algumas semelhanças com o coaching familiar, mas é focado na relação de duas pessoas, seja um namoro ou um casamento.

É comum que um relacionamento promissor ou duradouro termine da noite para o dia por motivos banais, graças à incapacidade dos dois em lidar com a dificuldade que se estabeleceu.

É aí que entra o coach, que vai orientar seu coachee (ou os dois integrantes casal) a lidarem e superarem os momentos de crise.

Coaching Financeiro

Muitas pessoas convivem com a frustração de não alcançarem seu sonho (uma casa na praia ou uma viagem de volta ao mundo, por exemplo) por conta da incapacidade de se organizarem financeiramente para isso.

Ou têm dívidas que lhes tiram o sono mesmo recebendo um salário suficiente para cobrir todas as necessidades.

O coaching pessoal especializado em finanças atua ajudando o coachee a lidar melhor com o dinheiro, possibilitando que ele alcance seus sonhos e tenha melhores noites de sono.

Coaching Esportivo

Quem quer praticar um esporte com alto rendimento precisa de muito empenho e dedicação para treinar e se aprimorar cada vez mais.

Mesmo que a atividade esportiva seja apenas para recreação, o trabalho de um coaching esportivo pode ser bastante útil.

Com o auxílio do coach, o atleta, amador ou profissional, aprende a se conhecer melhor e remover os obstáculos que atrapalham sua motivação na prática.

Coaching Nutricional

Coaching Nutricional - coach nutricional
O coaching nutricional ajuda o coachee a ter uma relação mais harmoniosa com a comida.

Nós somos o que comemos. Não é apenas nosso peso, mas a qualidade de vida em geral está diretamente relacionada com os alimentos que consumimos.

O coaching nutricional ajuda o coachee a ter uma relação mais harmoniosa com a comida.

O profissional dessa área também pode orientar clientes com demandas específicas, como gestantes e pessoas com diabetes.

Coaching de Emagrecimento

O sobrepeso e a obesidade estão entre os principais fatores que limitam a qualidade de vida de uma pessoa. Atrapalham na locomoção, na disposição e, é claro, na autoestima.

Ao contrário do que alguns tentam vender, não há fórmula mágica para emagrecer. É preciso se empenhar em novos hábitos alimentares e na prática de exercícios.

O coaching de emagrecimento pega um pouco dos dois nichos anteriores para ajudar na motivação e planejamento das metas de um coachee que quer perder peso.

Coaching Coaching para Inteligência Emocional

Aprender a lidar com a montanha russa de emoções é um dos principais desafios na vida pessoal de qualquer pessoa.

Com o coaching de inteligência emocional, o coachee aprende a ter mais autocontrole, foco, motivação e qualidade nos relacionamentos.

Tudo isso por meio de técnicas cientificamente comprovadas que ajudam a contornar situações emocionais instáveis.

Coaching Integral

O coaching integral é um processo amplo, que envolve passado, presente e futuro.

Nele, o coach ajuda o cliente a descobrir e abrir caminhos para novas possibilidades e percepções sobre a sua vida.

É o processo ideal para quem não está satisfeito com o andar das coisas e não encontra uma razão específica – e sim um conjunto de motivos – para essa insatisfação.

Business Coaching (Coaching Empresarial)

Business Coaching - Coaching Empresarial - coach
No business coach, a atuação do coach será, em um primeiro momento, repleta de técnicas de autoconhecimento.

Se o coaching de vida melhora características pessoais, resultando em melhor desempenho no trabalho, o business coaching, também chamado de coaching empresarial, foca em habilidades mais específicas da vida profissional.

Assim como na categoria anterior, o processo pode ser genérico ou específico.

Alguém que está começando na carreira normalmente tem mais dúvidas, bloqueios e inseguranças.

Nesse caso, a atuação do coach será, em um primeiro momento, repleta de técnicas de autoconhecimento.

Por outro lado, há profissionais mais seguros e experientes que também buscam o coaching, mas para aperfeiçoar gargalos que eles próprios identificaram em suas competências.

Quando é esse o caso, o coach lançará mão de técnicas que ajudem o coachee a evoluir rumo aos objetivos específicos que tenta alcançar.

A seguir, falamos um pouco sobre os principais nichos da categoria de business coaching.

Coaching para Concursos

Ser aprovado em um concurso público é garantia de bom salário e estabilidade. Por isso, é o sonho de muitos brasileiros.

Não é fácil, porém, alcançá-lo. Geralmente, há muitos candidatos por vagas, o que exige muito estudo e preparação para obter um bom resultado e conseguir o objetivo.

No coaching para concursos, o coach aplica técnicas para melhorar a concentração do coachee e orienta o planejamento dos estudos, potencializando suas chances de aprovação.

Coaching de Carreira

Não quer ficar estagnado em sua carreira? Gosta de estar sempre evoluindo, com novos desafios, perspectivas e oportunidades?

Então, não adianta ficar parado. O coaching de carreira está aí para auxiliar a planejar um futuro profissional melhor a partir de ações práticas realizadas no presente.

Serve para quem quer subir na própria empresa, desenvolver suas habilidades profissionais, experimentar um novo empregador ou até mesmo mudar completamente sua área de atuação.

Coaching Financeiro

Assim como no coaching pessoal existe o nicho focado nas finanças, no mundo corporativo, também.

É claro que grandes empresas possuem departamentos inteiros que cuidam do seu dinheiro e assessoram gestores quanto às melhores práticas financeiras.

Mas quanto ao pequeno empreendedor, que não tem formação na área e luta para se organizar melhor com suas receitas?

Para ele, um coaching financeiro voltado para a área empresarial é a melhor solução.

Coaching Corporativo

Também chamado de coaching empresarial, é o processo destinado aos profissionais que querem ampliar seus resultados no mundo corporativo.

O coach treina empresários para desenvolverem suas capacidades de liderança, administração de conflitos, delegação de tarefas, gestão do tempo, resolução de problemas, tomadas de decisões e muito mais.

Tudo isso, é claro, a partir de técnicas comprovadas que identificam as principais necessidades do cliente potencializam suas habilidades.

Coaching in Company

Alguns profissionais do coaching aproveitam sua larga experiência anterior em grandes corporações para prestar seus serviços diretamente nas empresas.

Nesse cenário, o coach é contratado pela área de recursos humanos para aplicar suas técnicas com o objetivo de resolver algum problema ou maximizar os resultados na companhia.

O processo de coaching in company pode ser destinado a grupos específicos dentro da organização e ocorre dentro da própria empresa, para otimizar o tempo e os recursos.

Coaching de Performance

O coaching de performance é destinado a ajudar o coachee a evoluir em seu desempenho profissional.

O que começa, como sempre, com o estímulo ao autoconhecimento para identificar quais aspectos precisam ser desenvolvidos.

Após esse diagnóstico orientado pelo coach, trabalha-se para remover as barreiras e aprimorar as habilidades e competências que aumentam a produtividade e eficácia do profissional.

Coaching de Comunicação

Coaching de Comunicação - coach de comunicacao
O coach de comunicação desenvolve no coachee o domínio da linguagem verbal e não verbal, a escuta ativa, a empatia e outros comportamentos importantes para um bom profissional.

Pode até ser que, em algumas profissões, ter uma boa comunicação não é uma habilidade tão importante.

Mas quem quiser crescer e ter mais destaque em sua área de atuação terá que se aprimorar nesse sentido, inevitavelmente.

O coaching de comunicação desenvolve no coachee o domínio da linguagem verbal e não verbal, a escuta ativa, a empatia e outros comportamentos importantes para um bom profissional.

Coaching de Liderança

Você sabe qual a diferença entre um chefe e um líder? O chefe comanda, manda, impõe, enquanto o líder inspira, provoca uma motivação natural em seus subordinados.

O coaching de liderança busca desenvolver as habilidades que transformam um gestor em um ótimo líder, atuando em aspectos fundamentais:

  • A percepção de si
  • A percepção do outro
  • A percepção da equipe
  • A condução da equipe para alcançar os resultados.

Desenvolver essas competências é garantia de maior satisfação e produtividade entre os colaboradores da empresa.

Como Escolher Um Coach?

Se você está pensando em contratar um serviço de coaching e deseja encontrar um bom profissional para atendê-lo, quais os critérios que deve levar em conta?

Primeiro, procure filtrar as opções que melhor atendam ao seu objetivo pessoal, conforme os nichos de mercado que apresentamos acima.

Por exemplo, caso sua necessidade seja gerir melhor seu dinheiro para garantir uma aposentadoria confortável ou comprar uma casa, procure um coach com conhecimento e experiência em finanças pessoais.

Seja qual for a especialidade e sua motivação em procurar o coaching, nunca deixe de levar em conta qual a formação que o profissional tem.

Ele pode ter um ótimo currículo trabalhando em grandes empresas ou conduzindo seus próprios negócios.

Se o coach não tiver uma sólida certificação em coaching, no entanto, o resultado pode ser uma grande decepção.

Lembre-se do exemplo de que falamos antes, do professor que tem muito conhecimento acumulado, mas carece de didática para passá-lo adiante.

É nos cursos de coaching que os profissionais aprendem as melhores técnicas para garantir uma evolução de verdade em seus clientes.

O passo seguinte é buscar referências sobre o trabalho do coach. Veja se consegue conversar com alguém que foi seu coachee e pergunte como foi a experiência.

Buscar por textos e vídeos publicados pelo coach em seu site e redes sociais também ajuda a ter uma noção de suas capacidades.

Por fim, marque uma conversa sem compromisso com o profissional e veja se há afinidade, se “o santo bate”.

É importante que coach e coachee falem a mesma linguagem, ou pelo menos entendam perfeitamente as ideias e intenções um do outro.

O Mercado de Coaching no Brasil – Análise Completa

Segundo a International Coach Federation (ICF), o mercado de coaching cresceu mais de 300% no Brasil nos últimos quatro anos.

Nesse período, a procura por treinamentos na SBCoaching aumentou em 65%.

As estimativas são de que o segmento tenha movimentado mais de R$ 50 milhões nos últimos anos, seguindo a tendência mundial puxada pelos Estados Unidos, onde em um único ano o mercado de coaching faturou US$ 5 bilhões.

Você pode achar estranho esse crescimento todo justamente em anos de recessão na economia.

Mas essa é justamente uma das explicações para a explosão do coaching no Brasil.

O que acontece é que, nesse cenários, os profissionais enxergam no coaching uma oportunidade de qualificação que pode ser muito útil para enfrentar a crise e se manter bem posicionado no mercado.

Além disso, quem passa pelo processo de coaching fica satisfeito com a experiência e a recomenda para quem conhece, colaborando com a expansão da prática.

Outros encaram o coaching como uma oportunidade para ingressar em uma nova carreira, a de coach, buscando os cursos de qualificação.

É por isso que buscar os nichos de que falamos antes é uma boa estratégia, pois assim o coach desenvolve um diferencial em relação aos novos profissionais que estão surgindo.

Quanto Ganha Um Coach Profissional no Brasil?

Quanto Ganha Um Coach Profissional No Brasil
Geralmente, cobra-se entre R$ 200 e R$ 500 por sessão e combina-se um processo de coaching com duração de 12 sessões.

Em vez disso, ele atua de forma autônoma, o que significa que não terá um número fixo de horas trabalhadas por mês e nem um piso salarial.

Os rendimentos do coach vão depender, portanto, do preço que ele estabelece para seu serviço e da quantidade de clientes que ele possui.

Geralmente, cobra-se entre R$ 200 e R$ 500 por sessão e combina-se um processo de coaching com duração de 12 sessões.

O intervalo entre as sessões e a forma de pagamento fica a combinar entre coach e coachee.

E os dois podem acertar, é claro, processos mais curtos ou longos, caso seja esse o desejo do cliente.

Seja como for, o normal é que o coaching tenha um fim, então, o trabalho do coach envolve também prospectar novos clientes.

Por conta dessa particularidade, esse profissional tem ganhos variáveis – em um mês pode ganhar uma quantia bem diferente que no mês anterior.

Tudo vai depender da quantidade de sessões realizadas no período.

Se você fizer a estimativa com base nessas informações e quiser comparar com seu salário atual, não esqueça de considerar que o profissional autônomo não tem férias remuneradas nem 13º salário.

Como Se Tornar Um Coach Profissional e Atuar No Mercado de Coaching?

como se tornar um coach profissional e atuar no mercado
O curso ideal para começar é o Personal & Professional Coaching, da SBCoaching, pioneira no segmento no Brasil.

Como destacamos no início do texto, o primeiro passo para se tornar um coach é fazer um curso de coaching.

Porque é nele que o profissional aprende a conduzir as sessões e aplicar todas as técnicas usadas para orientar a evolução do coachee.

E o curso ideal para começar é o Personal & Professional Coaching, da SBCoaching, pioneira no segmento no Brasil.

O conteúdo programático do curso inclui conceitos, fundamentos básicos e avançados, técnicas, modelos e frameworks, metodologia exclusiva da SBCoaching, desenvolvimento de competências e liderança e temas inspiracionais.

Além de transferir todo esse conhecimento, a SBCoaching se distingue por oferecer apoio integral para o aluno que quer ingressar na carreira de coach, como serviços de marketing e assessoria de imprensa.

Mas é claro que o coach terá que correr atrás e batalhar bastante para se destacar nesse mercado.

Ele terá que desenvolver o marketing pessoal e criar uma rede de contatos que garanta sempre novos clientes. Isso pode levar tempo, então, é preciso ter paciência.

Quem não abre mão da segurança pode seguir com seu emprego e atender os primeiros clientes em seus horários livres, fazendo uma transição gradual na carreira.

E, quando as oportunidades chegarem, basta aplicar o conhecimento adquirido nos cursos da SBCoaching e dar o melhor de si no atendimento ao coachee.

Se ele ficar satisfeito com o resultado do processo, certamente indicará o serviço do coach para outras pessoas.

Requisitos Para se Tornar Um Coach

O único requisito para atuar como coach é fazer um dos cursos certificados da SBCoaching e aprender as técnicas da profissão.

Não é preciso ser formado em curso superior e nem ter experiência em determinadas funções e áreas.

É claro que tudo isso ajuda. Um coach que teve uma sólida carreira como executivo de multinacionais, por exemplo, terá totais condições de orientar um coachee que deseja seguir um caminho parecido.

Mas não é apenas o currículo que importa. O coach deve ter empatia, ser um bom ouvinte e uma pessoa totalmente ética.

É fundamental que ele saiba se colocar no lugar do outro para entender verdadeiramente as necessidades do cliente.

Quem domina as técnicas de coaching e reúne essas características já está pronto para ingressar no mercado.

Tanto faz qual é sua área original. Advogados, jornalistas, administradores, professores, personal trainers… Qualquer um pode se tornar um ótimo coach caso se prepare para isso.

Basta assumir o compromisso e o desafio de ajudar seu cliente a perseguir resultados concretos, efetivos e duradouros, seja na vida pessoal ou profissional.

Conclusão

coach - visao geral coaching
Quem se consolida nessa carreira de coach consegue ótimos rendimentos mensais e ainda tem a satisfação de ajudar seus clientes a melhorarem de vida.

Depois de tanta informação, será que você ainda tem alguma dúvida sobre a carreira de coach?

Provavelmente, sim. Há questões, porém, cujas respostas você só entenderá quando colocar a mão na massa.

Ou seja, quando se matricular em um curso de coaching ou quando começar a atender os primeiros clientes.

Mas é bom lembrar que, ao ter seus serviços contratados, o coach já deve ter dominado pelo menos as mais básicas técnicas de coaching.

O aprendizado que se obtém com a prática é no sentido de organizar melhor seu próprio tempo, melhorar ainda mais o atendimento aos clientes e desenvolver seu marketing pessoal.

Porque o coach orienta a evolução do coachee, mas também precisa evoluir.

Quem se consolida nessa carreira consegue ótimos rendimentos mensais e ainda tem a satisfação de ajudar seus clientes a melhorarem de vida, com benefícios como:

  • Controlar melhor as emoções
  • Identificar e superar problemas, obstáculos e bloqueios
  • Aprender a lidar com o medo e ansiedade
  • Aumentar o foco e eficiência no trabalho
  • Melhorar a percepção, criatividade e intuição.

Esses são apenas alguns dos vários benefícios proporcionados pelo coaching.

Quer fazer parte desse mundo? Então, entre em contato conosco para saber como.

Caso tenha alguma pergunta ou sugestão, você também pode deixar um comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *