Posted in:

Os 7 hábitos da liderança eficiente, por Stephen Covey

Stephen Richards Covey é um dos maiores autores de gestão da nossa época. No entanto, seus livros não lidam apenas com gestão; Stephen Covey deu várias lições sobre liderança eficiente – incluindo a liderança em nossas vidas pessoais.

Um de seus maiores best-sellers, publicado em 1987, foi The 7 Habits of Highly Effective People, o livro expõe os sete hábitos que podem ajudar as pessoas a viverem a vida com mais felicidade e sucesso.

O conteúdo apresentado aqui faz parte dos assuntos abordados no MBA IN ONE DAY, o maior evento de gestão e negócios do mundo, apresentado por Ben Tiggelaar e que acontecerá pela primeira no Brasil, no dia 20 de novembro de 2017.

As leis naturais da liderança eficiente

Covey defende claramente um retorno à antiga ética de caráter e diz que a liderança não deve se basear em valores temporários, mas sim em princípios universais e atemporais.

Os princípios

“Princípios”, em sua terminologia, são leis naturais para a eficiência pessoal e colaboração eficiente.  A vida tem suas leis naturais, seus princípios – seja no casamento, na criação de filhos ou no relacionamento com outras pessoas em uma organização.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

Um princípio-chave, dado por Covey, é que você deve ser confiável e honesto para obter a confiança dos outros.  A confiabilidade real não pode ser fingida. Se você tentar, as pessoas ao seu redor logo descobrirão que você está tentando manipulá-las. Elas o abandonarão.

Os três estágios do desenvolvimento pessoal

Outro princípio importante e central, no trabalho de Covey,  envolve os três estágios do desenvolvimento pessoal. O autor compara esse processo com a evolução de uma criança:

  • Quando criança, você é completamente dependente dos seus pais.
  • Com o passar dos anos, você chega a uma idade na qual quer buscar a independência.
  • Conforme cresce, você começa a descobrir que a interdependência oferece os melhores resultados.

Precisamos trabalhar em conjunto para atingir nossas metas e encontrar a felicidade. O livro de Covey, Os 7 Hábitos, segue as três etapas que acabamos de discutir. Confira:

7 hábitos da liderança eficiente

Os primeiros três hábitos focam a aquisição da independência pessoal e os três seguintes lidam com o processo de trabalhar e viver com outras pessoas. O último exige que você se mantenha afiado mentalmente, espiritualmente, emocionalmente e socialmente.

1.      Seja proativo

Todo indivíduo pode dar forma a sua própria vida. Em nosso cotidiano, nós nos deparamos com pessoas e coisas que nos influenciam, mas estão além do nosso controle.

Você pode visualizar isso como o círculo da preocupação. Dentro dele, há outro relacionado à influência, que contempla as coisas que podemos controlar, como o nosso comportamento e os nossos pensamentos.

Covey faz a seguinte pergunta: qual círculo recebe mais a sua atenção? Você costuma ser reativo, focado em coisas que não pode influenciar? Ou você é proativo e trabalha somente em seu círculo de influência?

2.      Comece com o fim em mente

Covey pede que cada um de nós determine nosso destino na vida e desenvolva uma visão clara sobre ele.

Imagine que você está em um funeral e vê vários entes queridos lá. A única pessoa que não vê é você mesmo. Depois de alguns minutos, fica claro o porquê: o funeral é seu – daqui a alguns anos. O que gostaria que as pessoas dissessem sobre você nesse dia?

Como gostaria que as pessoas falassem de você depois da sua morte? Covey usa essa imagem para nos desafiar a pensar no que importa em nossas vidas. Ele acredita que todos devem formular uma missão declarada pessoal. Uma crença própria. No que você acredita? O que o motiva? Como define o seu propósito na vida?

3.      Comece com o começo

O autor diz: “Faça as coisas importantes primeiro. Não permita que elas sejam ultrapassadas por outras questões urgentes, mas menos importantes”.

Dois fatores determinam como gastamos o nosso tempo: urgência (a pressão do tempo) e importância (atingir nossas metas).

Planeje o que for mais relevante com algumas semanas de antecedência. Não sobrecarregue seu cronograma e separe algum tempo todos os dias para resolver as questões urgentes e menos importantes.

4.      Pense no benefício coletivo

De acordo com Covey, a dependência mútua, ou o trabalho em equipe verdadeiro, ocorre quando substituímos o pensamento competitivo por uma atitude que busca o benefício de todos.

A competição pertence ao mercado e não tem lugar em relações empresariais e famílias. O conselho de Covey é aplicar essa atitude a negociações empresariais também. Busque sempre um acordo que beneficie ambas as partes.

5.      Busque entender para então ser entendido

Covey gosta de mencionar o bastão da fala dos nativos americanos usado em suas reuniões. Ele ilustra bem este quinto hábito. Quem segura-lo pode falar sem ser interrompido.

Se outra pessoa quiser falar, ela só poderá fazê-lo depois de repetir o que foi dito antes. Somente depois que o primeiro falante se der por satisfeito, com o resumo do que foi dito, é que o bastão da fala é passado adiante.

De acordo com Covey, a maioria dos problemas entre as pessoas é causada por deficiências na comunicação – em especial, nossa incapacidade de realmente ouvir o outro sem insistir em responder imediatamente.

6.      Entre em sinergia

Covey nos ensina a apreciar as diferenças e a empregá-las para obter resultados melhores. Em negociações, pessoas ineficientes terão uma postura inabalável e aceitarão um meio-termo depois de muita discussão.

Pessoas eficientes buscam entender os motivos por trás de uma opinião ou posição e buscam uma solução que satisfaça todas as partes envolvidas.

7.      Afie a serra

Covey aconselha a renovação regular em quatro áreas diferentes: física, social/emocional, intelectual e espiritual.

  • A renovação física exige exercícios, boa alimentação, repouso e relaxamento.
  • A renovação social/emocional exige o trabalho com nossa autoconfiança, relacionamentos, disposição para trabalhar e empatia.
  • A renovação intelectual exige ações como ler, escrever, estudar e planejar.
  • A renovação espiritual exige ações como voltar ao compromisso com nossas metas mais importantes, apreciar arte e dedicar tempo para a meditação e outras práticas espirituais.

Gostou deste conteúdo? Quer saber mais sobre as teorias e estratégias de Stephen Covey, assim como outros grandes nomes da gestão e dos negócios? Participe do MBA IN ONE DAY.

Acesse www.mbainoneday.com.br e baixe o E-book e conteúdo programático do programa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *