Posted in:

Parcerias entre empresas: como fazer alianças de sucesso

Quer saber como as parcerias entre empresas podem melhorar os resultados do seu negócio?

Então, você chegou ao lugar certo.

Neste artigo, vamos entender as alianças entre organizações que atuam em conjunto para elevar a eficiência e potencializar os retornos.

Afinal, com um mercado em constante transformação, recorrer a esse tipo de estratégia é cada vez mais importante para agregar competências, ampliar o número de clientes e reduzir custos.

Mas, como veremos nas próximas linhas, não é tão fácil fazer parcerias entre empresas.

O primeiro desafio é, justamente, encontrar uma outra organização que tenha propostas e valores semelhantes aos seus.

E como isso é possível?

É o que vamos descobrir ao longo dos seguintes tópicos:

  • O que são parcerias entre empresas
  • Benefícios
  • Como fazer parcerias
  • Como funcionam as parcerias
  • Como crescer com alianças estratégicas
  • Quais são as desvantagens
  • Tipos comuns de parcerias

Siga a leitura para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

O que são as parcerias entre empresas?

Parcerias entre empresas são estratégias de cooperação que têm como objetivo beneficiar os dois lados de alguma forma.

“Uma parceria estratégica é qualquer relacionamento com outra empresa ou indivíduo que possa ajudar seu negócio”, afirma Ben Lobel, editor da Small Business UK, em um artigo para a revista.

Assim, as parcerias podem ocorrer entre empresas que tenham alguma semelhança, como atuação em um mercado específico, por exemplo, inclusive se forem concorrentes diretas.

O mais comum é que essas alianças sejam feitas entre empresas de um mesmo mercado, mas que oferecem produtos ou serviços que se complementam.

O importante é que as duas partes tenham alguma conexão, seja em relação ao produto ou serviço, seja em relação ao público que atingem.

Em apresentação de um programa de estudos da Universidade da Pensilvânia, Harbir Singh, diretor do Mack Institute for Innovation Management, afirma que parcerias e alianças fazem as empresas encontrarem oportunidades e recursos complementares.

“O que está acontecendo no mundo de hoje é que a velocidade da mudança é tão alta, que ninguém consegue fazer tudo internamente. Isso é um fato”, aponta Singh.

Quais os benefícios das parcerias entre empresas?

parcerias entre empresas quais beneficios

Há diversos benefícios que as parcerias entre empresas acarretam, como o aumento da cartela de clientes e da competitividade.

Veja agora as principais vantagens dessa estratégia:

Otimização de processos

Como a parceria envolve cooperação mútua, em que ambas as partes irão trabalhar em prol de um objetivo, é possível reduzir o tempo gasto com burocracias.

E isso é fundamental para otimizar os processos internos, deixando a equipe mais produtiva e focada no que realmente agrega valor ao cliente.

Afinal, a burocracia demanda tempo e energia da equipe, segundo aponta o consultor de negócios Haroldo Matsumoto, em entrevista ao G1.

“A gente diz que todo esse esforço não agrega valor. Agrega custos”, afirma.

Soma de competências

Lembre-se da ideia Harbir Singh abordada anteriormente: a empresa não dá conta de fazer tudo que precisa em um mercado cheio de mudanças.

A solução, nesse caso, é fazer parcerias que aumentem as competências do negócio.

Um exemplo disso seria utilizar a expertise de outra empresa na parte técnica da produção de um produto que você oferece.

O impacto disso é, sem dúvidas, a maximização de resultados, já que você estará alcançando um público mais amplo e agregando valor ao que oferece a ele.

Como fazer parcerias entre empresas?

Confira, a seguir, três passos fundamentais para fazer uma boa parceria na empresa.

1. Saiba para quem fazer a proposta

O principal cuidado é fazer parcerias apenas com empresas nas quais você confia e que tenham relação com o seu negócio.

Lembre-se de que a sua própria imagem estará vinculada à empresa parceira.

2. Explique a ideia central e as ações que serão realizadas

Toda parceria entre empresas requer transparência.

É preciso estabelecer a ideia central da parceria, seus objetivos e ações que serão feitas para alcançá-los.

Defina as responsabilidades de cada empresa no processo e garanta que não fiquem dúvidas sobre o porquê da aliança.

3. Crie uma proposta com vias de mão dupla

Se a parceria requer esforço mútuo, nada mais justo do que as duas empresas tenham responsabilidades e benefícios.

Portanto, a proposta deve considerar uma via de mão dupla: em uma relação de negócios, sempre é necessário fazer concessões e exigências para que os ganhos sejam coletivos.

Que tipos de organizações podem cooperar entre si?

parcerias entre empresas que tipos de organizacoes podem cooperar entre si

Todos os tipos de organizações podem cooperar entre si.

É possível firmar parcerias com concorrentes diretos ou com empresas que apenas atuam no mesmo mercado.

As parcerias podem ser feitas inclusive por organizações que não possuem o mesmo modelo de negócio, como uma grande corporação e uma startup, por exemplo.

Mas é claro que isso não descarta a necessidade de firmar alianças apenas com bons parceiros.

Onde encontrar parceiros?

Para encontrar parceiros confiáveis, é preciso olhar para o próprio o mercado.

Mapeie quais empresas têm relação com a sua e que poderiam cooperar.

Além disso, aposte no networking em eventos da área, trocando ideias com representantes de outras empresas.

Também adote estratégias para atrair parceiros, posicionando-se como autoridade no mercado e investindo em marketing de conteúdo para a sua empresa.

Por que é importante encontrar bons parceiros?

Como já mencionamos, ao estabelecer uma parceria, a imagem de uma empresa estará vinculada à outra.

Então, é preciso se certificar de que a empresa é confiável, tem uma boa presença no mercado e oferece produtos ou serviços de qualidade.

Se você se aliar a empresas que não apresentam qualidade, o seu próprio negócio será prejudicado perante o consumidor.

Como funcionam as parcerias entre empresas na prática?

Na prática, as parcerias entre empresas funcionam como uma relação de colaboração.

Essas parcerias geralmente ocorrem para que as empresas lancem um novo produto no mercado que leve o nome das duas marcas, para que unam esforços em prol da otimização de recursos ou para agregar competências complementares.

Um exemplo é uma companhia de aviação que se associa a uma empresa especializada em programas de fidelidade, para estabelecer uma estratégia conjunta de oferta de milhas aéreas.

Assim, como vimos, as duas partes têm responsabilidades e benefícios, unindo-se em prol de um objetivo em comum.

Aí, é preciso chegar a um acordo em relação aos deveres de cada empresa.

Cabe lembrar que a parceria pode durar apenas enquanto for vantajosa para as partes envolvidas.

Nesse sentido, é importante estabelecer indicadores de desempenho que contemplem os resultados da parceria, para que os dados possam ser analisados periodicamente.

As avaliações rotineiras também permitem a cobrança de responsabilidades e o alinhamento da rota quando necessário.

Como fazer a empresa crescer com alianças estratégicas?

parcerias entre empresas como fazer empresa crescer aliancas estrategicas

Para que as alianças estratégicas proporcionem crescimento, é fundamental saber com quem você está se aliando.

As duas empresas precisam ter alguma relação:

  • Oferecem o mesmo tipo de produto?
  • Têm serviços que se complementam?
  • Atingem o mesmo público-alvo?

Se a resposta para uma dessas perguntas for sim, há grandes chances de criar valor ao cliente a partir da parceria.

Essa é, aliás, a principal maneira de realmente crescer.

Você precisa não apenas alcançar o seu cliente, mas dialogar também com o público da empresa parceira.

É aí que entra um dos principais desafios: potencializar resultados sem que o produto ou serviço seja prejudicado.

Isso significa que não adianta fazer a parceria se ela não preserva ou eleva o valor esperado pelo cliente.

A importância das parcerias entre empresas

Com tantas inovações e novas empresas surgindo, é vantajoso poder contar com a colaboração de outra empresa na qual você confia.

Em um artigo para a revista Entrepreneur, a coach Kate Mckay afirma que as parcerias estratégicas são essenciais para o sucesso financeiro contínuo em um ambiente altamente competitivo e em constante transformação.

Ou seja: as parcerias entre empresas são cada vez mais importantes para o sucesso de um negócio.

Paul Parisi, presidente do PayPal no Canadá, destaca a necessidade de considerar com cuidado as parcerias estratégicas, em um artigo para o jornal The Globe and Mail.

“A realidade do cenário de negócios hoje, no entanto, significa que as parcerias são fundamentais para melhor servir os clientes, mesclando talento, experiência, tecnologia e propósito”, salienta.

A influência e o poder das parcerias entre empresas

Ainda tem dúvidas sobre a influência e o poder das parcerias?

De acordo com Parisi, aproveitar habilidades e pontos fortes de outras empresas que fazem parte do seu ecossistema é uma das formas mais estratégicas de dimensionar inovações e resolver desafios complexos.

Assim, se você sabe usar as potencialidades de terceiros ao seu favor, poderá colher ótimos benefícios para o seu negócio.

Exemplos de parcerias de sucesso

Confira dois exemplos de grandes players do mercado internacional que fizeram parcerias de sucesso:

Facebook, Instagram e Whatsapp

Não é novidade que o Facebook, maior rede social digital do mundo, comprou os aplicativos Instagram e Whatsapp.

O plano de Mark Zuckerberg é integrar cada vez mais os aplicativos, permitindo a comunicação entre eles, como aponta essa matéria do jornal O Globo.

Hoje uma das principais sinergias dessa parceria é a utilização da base de dados dos usuários para a plataforma de anúncios.

Samsung e Microsoft

A Samsung e a Microsoft também já realizaram parcerias para promover produtos no mercado.

Uma das ações foi a atualização de televisores Samsung com a funcionalidade de Freesync, enquanto o Xbox One, console de jogos da Microsoft, liberou a mesma funcionalidade para que fosse compatível com a TV.

Quais são as possíveis desvantagens em se estabelecer uma parceria entre empresas?

parcerias entre empresas quais sao possiveis desvantagens em se estabelecer

Antes de firmar uma parceria, tenha em mente que, se ela não for feita com cautela, o seu negócio pode ter desvantagens. Saiba quais são elas:

A divergência de qualidade no produto oferecido

Mesmo que a empresa atue no mesmo segmento que a sua, é preciso ter cuidado quanto à qualidade do produto que ela oferece.

Se o grau de qualidade do produto impacta no preço, o perfil do cliente também varia.

Nesse caso, não adianta fazer parceria com empresas que oferecem produtos com qualidade distinta do seu, já que, dessa forma, não será possível atingir os mesmos consumidores.

As complicações ideológicas e conflitos com o público

Outra desvantagem é criar alianças com empresas que possuem uma ideologia diferente da sua.

Se ela não tiver os mesmos valores morais e éticos, assim como propósitos compatíveis, é difícil fazer a parceria funcionar.

Isso porque há chances de o público não enxergar a parceria com bons olhos, o que só prejudica a imagem da sua empresa.

Da mesma forma, fuja de empresas que estão em conflito com o público ou vivenciam uma crise de imagem.

Um bom termômetro é avaliar a relação da empresa com o público nas redes sociais.

Como evitar essas possíveis desvantagens?

Agora que você conhece as desvantagens, saiba como evitá-las:

Busque parceiros que complementem o seu negócio

A empresa parceira deve ser capaz de complementar o seu negócio de alguma forma, seja oferecendo uma nova tecnologia, seja criando um serviço especial para o cliente, por exemplo.

Não faça parcerias com empresas que nada têm a agregar.

O ideal é que elas possam suprir alguma falha ou escassez na empresa.

“Procure por indivíduos ou empresas que têm forças onde você tem fraquezas e vice-versa”, destaca Geoffrey James, aconselha do blog Sales Source, em um artigo para a revista Inc.

Tenha parceiros alinhados com a perspectiva de sua empresa

Será que a empresa com a qual você quer colaborar tem a mesma perspectiva e propósito da sua?

Se a resposta for não, é preferível não realizar a parceria.

Se aliar a empresas incompatíveis não transmite uma boa imagem ao público, tampouco permite o engajamento mútuo em um único objetivo.

Segundo Parisi afirma no mesmo texto que citamos antes, qualquer parceria, grande ou pequena, funcionará melhor quando há um objetivo compartilhado.

“Estabelecer um propósito comum estabelece a base e atua como a cola para manter a parceria”, alerta.

Quais os tipos mais comuns de parcerias empresariais?

parcerias entre empresas quais tipos mais comuns

A incubação de empresas e a terceirização de atividades são os dois tipos mais comuns de parcerias empresariais.

Incubação de empresas

Um programa de incubação é uma excelente alternativa para micro e pequenos negócios que estão recém ingressando no mercado e precisam de apoio nos anos iniciais.

Nesse caso, as incubadoras auxiliam no desenvolvimento dos negócios por meio de suporte técnico    e gerencial, formação do empreendedor e geralmente abrigando novas empresas.

Como as incubadoras criam pólos de inovação e empreendedorismo, fica ainda mais fácil realizar parcerias com empresas também incubadas.

Terceirização de atividades

A terceirização de atividades, por sua vez, é uma maneira de suprir uma mão de obra ou capacidade produtiva que você não possui na empresa.

Muitas vezes, a terceirização também reduz os custos operacionais e contribui para a produtividade dos colaboradores.

Essa é uma maneira de firmar parcerias estratégicas com fornecedores, que desenvolvem papel essencial na etapa final da produção: a entrega do serviço ou produto ao cliente.

Algumas parcerias para se inspirar

Agora que você já sabe como funcionam as parcerias, que tal se inspirar em cinco casos que deram certo?

Uber e Spotify

O Uber e o serviço de streaming Spotify firmaram uma parceria por meio da qual os usuários podem conectar suas contas nos dois aplicativos e escolher as músicas que serão tocadas no rádio do carro durante a viagem.

McDonald’s e Kopenhagen

O McDonald’s tem uma parceria com a fabricante de chocolates Kopenhagen para lançar novos sabores de sorvetes.

A colaboração entre as marcas resultou em sorvetes da linha McFlurry, como o triplo chocolate Kopenhagen, o língua de gato e o Kopenhagen trufado.

Ipiranga e Rock in Rio

A rede de postos Ipiranga criou uma parceria com o Rock in Rio para levar os associados no programa de fidelidade Km de Vantagens para o festival.

A parceria permitia que clientes utilizassem os quilômetros contabilizados em suas contas como parte do pagamento dos ingressos.

Kibon e Hershey’s

Outra parceria que resultou em sorvetes foi entre Kibon e Hershey’s.

As duas marcas se uniram para criar novos sabores de sorvete com pedaços de chocolates, como o famoso Blast Hershey’s Cookies & Cream.

Gol e Localiza Hertz

A Gol e a locadora de veículos Localiza Hertz construíram uma parceria em que clientes que voam com a companhia têm benefícios ao alugarem carros na saída do aeroporto.

Conclusão

parcerias entre empresas conclusao

Agora você já está pronto para firmar ótimas parcerias com outras empresas e receber todos os benefícios dessa estratégia.

Ao recorrer a esse tipo de aliança, tenha em mente todas as dicas apresentadas neste texto para não acabar prejudicando a imagem do seu negócio.

Sua prioridade deve ser criar parcerias com empresas confiáveis e com boa presença no mercado, de modo a agregar competências ao seu negócio.

Como você viu, esse tipo de estratégia geralmente entrega valor, amplia a cartela de clientes e aumenta a competitividade no mercado.

E esses objetivos estão sempre na mente de um gestor, não é mesmo?

Se você quer uma ajuda extra na hora de criar parcerias, recorrer ao coaching é uma ótima opção.

Esse processo é voltado ao desenvolvimento das suas competências e habilidades comportamentais como gestor.

Assim, você poderá traçar seus objetivos estratégicos e utilizar as ferramentas de coaching para alcançar mais rápido os resultados que almeja.

Gostou deste conteúdo?

Então, compartilhe nas suas redes sociais e aproveite para deixar um comentário abaixo.