Posted in:

Persuadir: Significado, Sinônimos, Benefícios, e Importância

Você sabe como persuadir as pessoas que estão à sua volta?

Ou sente que ainda não desenvolveu essa habilidade?

Independente da sua resposta, é importante compreender a importância da persuasão.

Ela é imprescindível para uma comunicação eficiente.

Profissionais como vendedores, professores, líderes, comunicadores, advogados e políticos utilizam essa capacidade diariamente para exercerem suas funções.

É parte de suas atividades a elaboração e a exposição de ideias e argumentos para impactar as pessoas de alguma forma.

No dia a dia de uma empresa, não é diferente.

Em qualquer função que exerça na empresa, você pode utilizar a persuasão para influenciar positivamente os seus colegas de trabalho.

Dessa forma, tem condições de convencer seu chefe a adotar uma nova rotina administrativa, implementar um software diferente no escritório e até a alterar o rumo de projeto já em andamento.

Mas como?

Neste artigo, vamos entender melhor o que é persuadir, qual é a sua importância no mundo profissional, quais são os caminhos para desenvolver essa habilidade e como o coaching pode ajudar nessa jornada.

Preparado? Então, siga a leitura.

Qual o significado de persuadir?

significado de persuadir

Persuadir é uma habilidade de comunicação.

A persuasão é utilizada quando queremos convencer alguém de que o nosso ponto de vista, em uma situação específica, faz mais sentido do que outros que estão em discussão.

Para isso, recursos lógicos e emocionais, linguagem corporal, símbolos e argumentos podem ser utilizados para induzir uma pessoa a fazer algo que você deseja ou a aceitar seu ponto de vista.

É claro que, muitas vezes, falar em persuasão tem uma conotação negativa.

Mas, na verdade, ela pode ser utilizada para influenciar as pessoas positivamente.

Em um artigo para a revista Forbes, Kevin Kruse, fundador da plataforma LEADx, afirma que a persuasão é a chave para qualquer situação que não esteja 100% na sua vida.

“É a habilidade de conseguir o que você quer na vida e, ocasionalmente, fazer com que os outros façam o que você quer como um bom benefício colateral”, diz Kruse.

Provavelmente, você já tentou persuadir alguém a fazer algo que você desejava, não é mesmo?

O fato é que persuadir é um ato que ocorre com frequência no cotidiano das pessoas, embora algumas tenham mais aptidão para isso do que outras.

Imagine um vendedor: o objetivo dele é induzir o consumidor a comprar determinado produto ou serviço, porque isso trará benefícios de alguma forma ao comprador, certo?

Por isso, a venda é uma constante ação de persuasão, fundamental para que o vendedor desempenhe sua função.

Mas pense também no lado oposto dessa relação: o consumidor.

Na hora de adquirir um produto, ele também pode utilizar a persuasão para convencer o vendedor a conceder descontos ou melhores formas de pagamento.

No livro Máxima Influência: as 12 leis universais da persuasão efetiva (Editora DVS, 2015), Kurt Mortensen afirma que o poder da persuasão é crucial nos negócios.

“Praticamente todo e qualquer encontro entre indivíduos inclui tentativas de ambos os lados de ganhar influência sobre o outro e persuadi-lo a acatar um determinado ponto de vista”, diz o autor.

Origem da palavra persuadir

origem da palavra persuadir

A palavra persuasão tem origem no latim a partir do termo “persuadere”.

Significa aconselhar alguém, induzir, levar a crer.

Trazendo para uma perspectiva atual, na língua portuguesa, segundo o dicionário Michaelis, persuadir significa levar alguém ou a si próprio a crer ou aceitar, a convencer outro ou a si mesmo.

Hoje o conceito é trabalhado por especialistas em negócios e coaches profissionais.

Mas as principais técnicas de persuasão nos levam à antiguidade.

Aristóteles, um dos principais filósofos gregos da história, abordou a persuasão em sua obra intitulada como Retórica.

Os pilares da boa argumentação (a retórica) são descritas por ele como Ethos, Pathos e Logos.

No livro A arte da persuasão (Editora Lua de Papel, 2010), Tonya Reiman explica, de forma breve, as definições de Aristóteles, que são diretamente ligadas ao ato de persuadir:

 

  • Ethos: capacidade persuasiva e qualidades que fazem com que uma pessoa aparente ter credibilidade
  • Pathos: a persuasão por meio do apelo à emoção
  • Logos: referente aos fatos que sustentam os argumentos.

 

Sinônimos de persuadir

sinonimos de persuadir

A persuasão tem como objetivo impactar as pessoas de modo que elas façam o que você está propondo ou de uma maneira que elas acreditem na sua ideia.

O termo está diretamente ligado à concepção de competência e capacidade.

Uma pessoa persuasiva possui o poder de influenciar os outros, fazendo com que eles tenham convicção acerca do que está sendo dito.

Por isso, verbos como aconselhar, condicionar, encorajar, impelir, impulsionar, incentivar, estimular e induzir são sinônimos de persuadir.

No entanto, embora sejam comumente usados como sinônimos, convencer e influenciar não significam o mesmo que persuadir.

Vamos entender melhor essa questão no próximo tópico.

Qual é a diferença entre persuadir, convencer e influenciar?

diferenca entre persuadir convencer e influenciar

Persuadir, convencer e influenciar.

À primeira vista, essas palavras parecem sinônimos.

Na verdade, são utilizadas com o mesmo sentido em muitos casos.

Mas existe uma diferença entre os três verbos, que está ligada à origem de cada uma das palavras. Conheça:

Persuadir

Como explicamos anteriormente, o verbo persuadir tem origem no latim.

Persuadir é incentivar uma pessoa a aceitar o seu argumento ou a realizar determinada ação.

A persuasão implica em uma habilidade comunicativa: a de incitar e aconselhar os outros a acreditarem no que você está falando.

Convencer

Esse verbo tem origem no latim “convincere”.

Convencer significa persuadir alguém apresentando argumentos, fatos e provas.

A própria palavra, pelo significado que tem em latim, pressupõe que convencer é um ato de vencer completamente.

Isso no sentido de vencer alguém por meio da argumentação quando seus argumentos são contrários aos de seu interlocutor.

Trata-se de uma capacidade intelectual, lógica e argumentativa.

Influenciar

Em relação à persuasão, a influência é menos incisiva e objetiva.

O ato de influenciar alguém ocorre de forma mais natural e espontânea e por meio de uma construção diária de relevância e credibilidade.

Pessoas influentes levam os outros a fazerem alguma coisa porque são inspiradoras e transmitem confiança.

Influenciadores digitais são os principais exemplos disso.

Eles conseguem atingir um grande número de pessoas e inspirá-las porque se tornam autoridade em algum assunto.

Persuadir vs dissuadir

persuadir vs dissuadir

Persuadir e dissuadir são verbos que vão em sentidos contrários.

A persuasão é o ato de fazer com que alguém tome uma determinada atitude ou adote uma ideia, como já vimos acima.

Trata-se de aproximar outra pessoa da ideia que você está transmitindo a ela.

Pense, por exemplo, em uma agência de marketing, que direciona todos os seus conteúdos para convencer os leads de venda a adquirirem algum produto.

A persuasão busca, então, induzir as pessoas a comprarem algo de que elas necessitam ou têm desejo de adquirir.

A dissuasão, pelo contrário, é o ato de afastar alguém de uma intenção, propósito ou ideia.

É levar a pessoa a mudar de ideia e não seguir sua intenção original.

Para isso, é preciso adotar um tom gentil na fala, ao se dirigir à pessoa que você deseja dissuadir.

Tentar repreendê-la ou censurá-la é uma estratégia equivocada, que faz com que ela adote uma postura defensiva.

Embora persuasão e dissuasão sejam ações que vão em direções contrárias, ambas necessitam de habilidades comunicativas para serem realizadas.

Ou seja, para dissuadir alguém de alguma coisa, também é necessário ser uma pessoa persuasiva, com capacidade de utilizar recursos emocionais, lógicos e linguísticos.

Portanto, em poucas palavras:

 

  • Persuadir é convencer alguém a fazer algo ou a acreditar em uma ideia
  • Dissuadir é convencer alguém a alterar a rota de suas ações, a mudar de opinião ou de intenção.

 

Técnicas de persuasão e sua importância no mercado de trabalho

tecnicas de persuadir e persuasao - mercado de trabalho e persuasao

As técnicas de persuasão podem ser suas principais aliadas no trabalho.

Afinal, o mercado é competitivo e exige que os profissionais estabeleçam conexões uns com os outros, tenham suas ideias aceitas e saibam se comunicar bem.

Para quem possui uma marca ou vende produtos, não é diferente.

Se esse é o seu caso, então, você precisa persuadir outras pessoas constantemente para que elas comprem.

Até mesmo um líder precisa da persuasão para engajar uma equipe e recrutar seguidores.

Isso significa que ser persuasivo é cada vez mais importante no mercado de trabalho.

Quando falamos em técnicas de persuasão, um dos autores mais importantes da área é o psicólogo Robert Cialdini, professor de psicologia social da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.

Em seu livro As armas da persuasão: como influenciar e não se deixar influenciar (Editora Sextante, 2012), Cialdini apresenta técnicas infalíveis para persuadir.

Confira as dicas abaixo, inspiradas nas táticas de Cialdini:

1. Reciprocidade

Quando alguém nos faz um favor, sentimos, de maneira automática, a necessidade de dar algo em troca para retribuir.

É assim a natureza humana.

A reciprocidade diz respeito a uma correspondência mútua, uma retribuição de favores ou ações entre os indivíduos.

Por isso, quando queremos persuadir alguém, antecipar um favor tende a deixar a pessoa mais propensa a realizar o que estamos pedindo ou a concordar com o que estamos falando.

2. Compromisso e coerência

O ser humano também sente a necessidade de ser coerente perante a sociedade.

Alguém que tem comportamentos e atitudes que fazem sentido, além de opiniões sólidas sobre as coisas.

Quando alguém firma um compromisso com você, portanto, terá a tendência de manter a palavra para parecer uma pessoa coerente.

Quer ver como isso se aplica na prática?

Aplicativos de música, como Spotify, oferecem assinatura premium gratuita por um período de teste.

Automaticamente, eles estão criando um compromisso com você  - o que aumentará as chances de que você pague pela assinatura posteriormente.

3. Aprovação social

persuadir - aprovacao pessoal

Podemos compreender as técnicas da persuasão quando observamos o comportamento das pessoas em sociedade.

Geralmente, quando não sabemos ao certo qual decisão tomar, buscamos por referências na opinião pública, em grupos de amigos e conhecidos.

Assim, adquirimos evidências de que determinada posição é a correta e passamos a fazer parte de um grupo, o que nos gera aprovação social.

Se você tem uma marca e quer persuadir os consumidores a comprarem produtos, por exemplo, uma ótima estratégia é utilizar recursos dessa aprovação.

Frases como “nove entre 10 especialistas recomendam” e “mais vendido” geram a sensação de que a opinião pública aprova o seu produto ou marca.

4. Afeição

Nossa tendência é escutar e concordar com pessoas que se conectam conosco, com as quais nos identificamos e pelas quais sentimos afeição.

É por isso que há cada vez mais influenciadores digitais.

Ao criarem conexão e proximidade com os seguidores, reforçam seu poder de persuasão.

Por isso, sempre que quiser persuadir alguém, seja simpático, fale a mesma linguagem que seu interlocutor e procure fazer amizade com ele.

Isso ajudará a criar o sentimento de afeição para que ele se identifique com as suas ideias.

5. Autoridade

persuadir - autoridade

Quer persuadir alguém?

Então, torne-se uma autoridade no assunto sobre o qual você vai falar.

As pessoas têm mais facilidade em acreditar em especialistas que dominam o tema discutido.

Essa é justamente a proposta dos blogs: eles convencem o consumidor a se identificar com a marca, mostrando que a empresa é autoridade na área.

Isso pode facilmente ser aplicado na sua vida pessoal ou profissional.

Quando estiver conversando com alguém, apresente informações e dados que comprovem o que você está falando e mostre que você domina o assunto para criar o senso de autoridade.

6. Escassez

“Últimas peças”, “últimas vagas”, “último dia para se inscrever”.

Você provavelmente já se deparou com frases como essas em lojas e sites, não é mesmo?

E tem um motivo por trás disso: elas criam sensação de escassez e urgência, exigindo que você tome uma decisão imediata para adquirir um produto ou serviço.

Quando sabemos que é a última oportunidade de comprarmos algo, automaticamente, o receio de não ter acesso àquilo nos faz agir rapidamente, geralmente na direção da compra.

Como um coach pode lhe ajudar a se tornar mais persuasivo?

coach e persuasao - persuadir

Existem várias técnicas que podem ser usadas para você ser mais persuasivo.

Para compreendê-las e incorporá-las, uma ótima alternativa é o coaching.

O coach é o profissional que ajuda você a conquistar os seus objetivos, adquirir autoconhecimento e desenvolver as características desejadas.

Durante o processo, ele poderá apresentar técnicas de persuasão para que você as coloque em prática.

Exemplo disso são as técnicas de linguagem corporal.

Elas fazem com que você aprenda a se comunicar efetivamente com os outros por meio da expressão do corpo.

Tenha em mente: adotar uma linguagem corporal adequada e voltada ao diálogo é fundamental para que você consiga persuadir as pessoas à sua volta.

Se você ainda não entende muito bem do assunto, uma dica é ler o livro de Herik Fexeus, A arte de ler mentes: como interpretar gestos e influenciar pessoas sem que elas percebam (Editora Vozes, 2013).

Vale lembrar que o coach também pode auxiliar na sua autoconfiança na hora de falar em público e identificar falhas a serem corrigidas na maneira com que você se comunica.

Além disso, com o auxílio do coach, você pode adquirir autoconhecimento.

Afinal, para que possamos desenvolver uma habilidade específica, primeiro, precisamos conhecer nossas emoções, sentimentos e características.

É isso que nos permite criar objetivos e adotar técnicas que mais combinem com a nossa personalidade.

Sem contar que o autoconhecimento é uma peça-chave para a inteligência emocional.

Imagine que, sem controle emocional, não é possível manter um diálogo equilibrado e coerente com o seu interlocutor.

O fato é que um processo de coaching pode conceder todas as ferramentas de que você necessita para ser mais persuasivo.

Se você está em busca disso para se comunicar melhor no trabalho, então, um coach profissional pode ser o ideal.

O importante é que você reserve algumas horas por semana para se dedicar ao coaching.

Aproveite ao máximo as sessões com o coach e as oportunidades para colocar os aprendizados em prática no seu cotidiano.

Benefícios do coaching

beneficios do coaching - persuadir

Confira abaixo os cinco principais benefícios de investir em um processo de coaching:

1. Autoconhecimento

O autoconhecimento é um dos grandes aliados de pessoas equilibradas, que sabem lidar com suas emoções.

Sem ele, fica difícil desenvolver seus pontos fortes e melhorar os fracos.

O coach fará justamente isto: ajudará você a identificar os traços da sua personalidade, o modo com que você lida com os acontecimentos e os seus padrões de pensamento.

Isso é fundamental para que você trace metas e crie um plano de ações para alcançá-las.

2. Acesso a ferramentas

O coach poderá trabalhar com você diferentes ferramentas para ajudar com seus objetivos.

Existem ferramentas para você traçar o perfil comportamental, se relacionar melhor com as outras pessoas, gerenciar melhor o tempo e ter um mindset positivo, por exemplo.

A escolha da ferramenta adequada será feita em conjunto com o coach, e isso permitirá que você gerencie melhor as suas metas na prática.

3. Melhores relacionamentos

melhores relacionamentos - persuadir

O coaching é adequado para pessoas que desejam melhorar seus relacionamentos interpessoais.

Isso porque o coach ajuda o aluno a compreender melhor os próprios sentimentos, a se colocar no lugar dos outros e a desenvolver habilidades de comunicação.

Tudo isso por meio da reflexão.

O coach pode ajudar, inclusive, na resolução de conflitos entre casais e famílias, por exemplo.

Se você quer buscar o coaching porque deseja ser mais persuasivo, isso, sem dúvidas, refletirá na maneira como você se relaciona com as pessoas à sua volta.

4. Desenvolvimento pessoal e profissional

O auxílio de um coach pode ser o que faltava na sua vida para que você invista no seu desenvolvimento pessoal ou profissional.

Ele irá auxiliar na identificação de pontos fortes e fracos, bloqueios e limitações que você enfrenta no dia a dia.

Aí, entram em jogo duas questões citadas acima: o autoconhecimento e o equilíbrio emocional.

Eles são imprescindíveis para que você consiga se desenvolver.

Um dos benefícios disso é que, aos poucos, você ganha mais autoconfiança para lidar com os obstáculos que surgem no cotidiano.

5. Criação de objetivos

Quais são os seus objetivos de vida?

Se você não tem uma resposta clara em sua mente, pode ser que esteja desmotivado.

Então, um processo de coaching é ideal para recuperar a motivação e dar um propósito à sua vida.

O trabalho do coach consiste em ajudar o aluno a elaborar metas e objetivos que permitam que ele se desenvolva, seja no trabalho, seja na vida pessoal.

O mais importante, no entanto, é que o coach auxilia na hora de criar um plano de ações, fundamental para que você alcance os objetivos traçados.

Conclusão

persuadir conclusao

Se você leu este artigo até o final, quer dizer que está buscando ser uma pessoa mais persuasiva.

E não há motivo para não desejar isso.

A persuasão não deve ser vista como uma habilidade negativa, que existe para ser utilizada apenas em benefício próprio.

Pelo contrário, ela pode ser um meio para ajudar os outros, impactá-los de forma positiva e, de quebra, ajudar no seu desenvolvimento pessoal.

Assim, essa capacidade é muito importante para que você possa exprimir o que pensa com confiança e aprimorar suas relações interpessoais.

Afinal, todos nós precisamos de uma boa comunicação para sermos ouvidos e para que possamos trilhar o caminho que julgamos mais adequado.

Gostou das dicas sobre persuasão? Deixe um comentário contando como pretende aplicá-las em sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *