Posted in:

Pitch: O que é, Principais Tipos e Como Elaborar o Seu

elevator pitch conclusao

Quebrando a cabeça para criar o pitch da sua empresa?
Não é fácil mesmo.
Defender a ideia do seu negócio em poucos minutos já não é das tarefas mais simples.
E você ainda precisa fazer isso na frente de potenciais investidores, clientes e sócios – “apenas” aquelas pessoas que podem definir o seu futuro.
Em artigo para a Harvard Business Review, Kimberly D. Elsbach, professora da Universidade da Califórnia, afirma que ter ideias criativas é fácil – o difícil é vendê-las para estranhos.
Naquele momento, tudo o que você consegue pensar é: “O sucesso do meu negócio depende disso”.
Então, o nervosismo atrapalha, e as ideias não fluem como deveriam.
Mas nós vamos acabar com esse bloqueio.
Não há por que temer se você conhece o potencial da sua empresa.
Tudo o que você precisa, agora, é desenvolver a habilidade de apresentar seus projetos de forma clara, sucinta e persuasiva.
É assim que você vai convencer, vender e crescer.
Ficou interessado em desbloquear seu talento para fazer um pitch de sucesso e alavancar o seu negócio?
Neste artigo, você vai aprender:

  • O que é um pitch
  • O que é um elevator pitch
  • Os principais tipos de pitch
  • Como um coach pode ajudar a preparar a apresentação
  • Dicas para elaborar o melhor pitch para a sua empresa
  • Cases de empresas de sucesso para você se inspirar
  • Como se tornar um coach para investir no seu desenvolvimento.

O que é um pitch?

pitch o que e
Pitch é uma apresentação rápida de um produto ou um negócio, com a intenção de “vender” a ideia para investidores, clientes, sócios ou parceiros.
Esse termo se popularizou no universo das startups.
Em eventos de empreendedorismo, é comum haver uma área para apresentações de pitch, que conectam startups e investidores para tirar boas ideias do papel.
Mas um pitch pode servir para qualquer empresa que precise convencer algum público a acreditar no seu negócio.
Basicamente, o empreendedor precisa dizer, em poucas palavras, o que é o seu projeto, em qual mercado vai atuar, qual solução oferece e o que está buscando no momento.
Geralmente, essa fala dura de três a cinco minutos, mas também pode levar de 30 segundos a 20 minutos.
O pitch não é uma reunião de negócios, a formalização de uma parceria ou o fechamento de uma venda.
É apenas a largada para um futuro investimento ou compra em um primeiro contato com o investidor ou cliente.

Significado de um elevator pitch

pitch significado elevator
O elevator pitch pode ser traduzido como “discurso de elevador”, ou seja, uma apresentação rápida sobre o negócio.
Não entendeu o que um elevador tem a ver com a história?
É simples.
Imagine que você tem uma ideia de negócio incrível.
Você está no elevador de um prédio e, de repente, entra o investidor que pode alavancar a sua ideia.
Você finge que não vê?
Pede um autógrafo?
Não.
Você usa esses segundos perto dele para convencê-lo de que vale a pena investir no seu negócio.
A intenção é que ele queira continuar a conversa ou convide para uma reunião para conhecer melhor a proposta.
Desafiador, não é?
Mas a situação real de um elevator pitch é muito parecida.
A grande diferença é que você pode se preparar antes e pensar nos melhores argumentos para conquistá-lo.
Foi isso que Philip Crosby fez.
Em seu livro Quality is Still Free (McGraw-Hill, 1996), o empresário e escritor conta como usou um elevator pitch com o CEO de empresa em que trabalhava para provocar as mudanças que queria.
A menção no livro foi o que provavelmente iniciou o uso da expressão no universo empreendedor.
Mas talvez você ainda esteja se perguntando: “E qual é a diferença entre pitch e elevator pitch?
Se você pesquisar por aí, verá que muitas pessoas usam essas expressões como sinônimos.
O “pitch” seria apenas uma abreviação.
Mas o “elevator pitch” também pode ser entendido hoje como um dos tipos de pitch, como veremos a seguir.

Principais tipos de pitch

pitch principais tipos
Se você está em busca de contratos e aportes, dificilmente passará por apenas um pitch.
Esse caminho pode ser longo e envolver diversos encontros.
Então, é preciso se preparar para os diferentes tipos de pitch que você pode enfrentar.
Explicamos aqui os três principais:

One-sentence pitch

Você consegue resumir o seu negócio em apenas uma frase?
Esse é o grande desafio do one-sentence pitch, também chamado de Twitter pitch.
Trata-se da forma mais sucinta que você pode descrever o seu negócio.
Por isso, esse pitch precisa se concentrar nos elementos centrais que mostram o valor da sua ideia.
Duas a três linhas são suficientes para isso.
Em poucas palavras, diga:

  • O nome da sua empresa
  • O que ela está desenvolvendo
  • Para qual mercado se direciona
  • Qual problema ela resolve
  • Com qual diferencial.

Em vídeo, Adeo Ressi, fundador do Founder Institute, explica como desenvolver esse resumo e usá-la na abertura de qualquer apresentação do seu projeto.

Elevator pitch

Elevator pitch, como já dissemos, pode ser entendido como um sinônimo de pitch.
Porém, geralmente ele se refere a um pitch mais curto, de 30 segundos a um minuto.
Assim como o one-sentence pitch, ele precisa se concentrar na proposta de valor do negócio.
Você pode usar a mesma sequência que mostramos acima.
Mas já é possível detalhar algum ponto da sua ideia ou explicar melhor o que você espera da sua audiência (qual valor de investimento precisa, por exemplo).

Pitch deck

O pitch deck é a apresentação de slides que dá suporte à fala.
Produzido em programas como PowerPoint, Keynote ou Prezi, o deck de slides oferece recursos visuais para a audiência, enquanto o empreendedor faz a sua apresentação.
Você já deve ter assistido a alguma apresentação em que o palestrante ficava lendo os textos de costas para o público, não?
E o que a plateia faz quando isso acontece?
Boceja.
Mas o que você menos quer é que o seu pitch dê sono.
Então, aproveite os slides para despertar a atenção dos ouvintes.
Use o layout da apresentação para mostrar a identidade do seu negócio, transmitir profissionalismo e ainda dar o toque de criatividade que pode ser o seu diferencial em uma sequência de pitches.

Como um coach pode ajudar a preparar um ótimo pitch?

pitch como coach pode ajudar preparar otimo
Em um pitch, tão importante quanto mostrar o valor do seu negócio é mostrar o seu próprio valor.
Os investidores querem saber se a empresa tem potencial para prosperar.
Mas eles também precisam confiar que você será capaz de levá-la ao sucesso.
Por isso, além de defender a sua ideia, você deve também transmitir confiança. E sabe quem pode ajudar você nisso?
Um coach.
Esse profissional pode ajudar a preparar um ótimo pitch.
Com uma abordagem de desenvolvimento voltada ao autoconhecimento, o coaching permite que você explore suas potencialidades para alcançar seus objetivos rapidamente.
Dessa forma, você vai desenvolver suas capacidades de liderança, comunicação e persuasão, que são essenciais para um pitch.
Além disso, com o autoconhecimento, você vai se sentir mais seguro sobre si mesmo, preparado para qualquer desafio.

8 Dicas de como elaborar um pitch de sucesso

pitch 8 dicas como elaborar sucesso
Você estaria preparado para defender o seu negócio se encontrasse um potencial investidor no elevador?
Sorte a sua que provavelmente você não será pego de surpresa como nessa situação.
Mas, se isso acontecesse, seria bom já ter pensado em um discurso rápido para aproveitar esse tempo, não é?
E é aí que está o segredo de um pitch de sucesso: a preparação.
Por isso, trouxemos algumas dicas para você se preparar para esse momento decisivo:

1. Defina seu objetivo

Por que você quer criar um pitch?
Para ser mais conhecido?
Validar a sua ideia de negócio?
Buscar aportes para a empresa?
E quanto você precisaria para isso?
A resposta para essa questão orienta o que você deve falar.
O pitch precisa ser extremamente focado, já que o tempo é curto.
Além disso, os espectadores devem entender claramente o que você está buscando, para que eles tomem a atitude que você deseja.
Então, definir o objetivo é criar um foco para que a apresentação não se perca.

2. Estude seu público

pitch estude seu publico
Ao pesquisar sobre a elaboração de um pitch de sucesso, você vai encontrar diversas fórmulas.
Elas falam “comece falando isso” e “termine falando aquilo”.
É claro que você pode se basear nelas.
Mas a verdade é que não adianta criar uma apresentação engessada e decorada para todas as situações.
Talvez você converse diretamente com o CEO de uma empresa.
Mas também pode participar de uma competição de startups com vários ouvintes.
Em cada situação, o público é diferente.
São diferentes necessidades, perfis e formas que as pessoas podem ajudar você.
E, por isso, o seu pitch também deve ser diferente.
Portanto, estude a sua audiência em cada pitch.
Entenda qual é o conhecimento prévio de quem vai ouvir.
Saiba o histórico das pessoas, em quais empresas já trabalharam, em quais projetos já investiram.
Descubra de que forma o seu negócio pode gerar valor para elas.
Assim, você consegue definir a melhor abordagem para cada situação.

3. Seja objetivo

Lembre-se: o pitch é curto.
Não há tempo para enrolações ou aprofundamentos desnecessários, sob o risco de não conseguir transmitir tudo o que realmente importa.
Então, seja objetivo no seu discurso.
Entenda que não será possível incluir no pitch todas as informações sobre o seu negócio.
Foque no que o seu público precisa saber para que você atinja o seu objetivo.
Em vez de despejar 10 dados, por exemplo, escolha apenas um que seja realmente impactante.

4. Explique claramente suas soluções e propostas

Existe uma frase inspiradora de Albert Einstein para esse tópico:
“Se você não consegue explicar de maneira simples, então, você não entendeu o suficiente”.
E se você mesmo não entendeu suficientemente a sua ideia de negócio, dificilmente alguém vai investir nela.
Por isso, é preciso mostrar claramente qual oportunidade de negócio você identificou, qual problema a sua startup resolve e quais benefícios traz para o mercado.
Sabe uma forma de mostrar isso de maneira clara a envolvente?
Contando uma história.
Um bom storytelling é capaz de engajar até a plateia mais cética.
Você pode contar uma história hipotética, por exemplo, de como seria o futuro com a sua solução ou de como um cliente superou algum problema com o seu produto.
Neste vídeo, você pode ver algumas dicas da Pixar – responsável por histórias como Toy Story e Procurando Nemo – sobre como aplicar o storytelling em um pitch.

5. Defina seu modelo de negócios

“Um modelo de negócios descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma organização”.
Essa é a definição de modelo de negócios segundo o livro Business Model Generation, que se tornou uma referências para empreendedores e startups.
De acordo com a metodologia do livro, você precisa definir nove componentes básicos:

  • Segmentos de clientes
  • Proposta de valor
  • Canais
  • Relacionamento com clientes
  • Fontes de receita
  • Recursos principais
  • Atividades-chave
  • Parcerias principais
  • Estrutura de custo.

A partir deles, você tem uma visão clara sobre a lógica do seu negócio e consegue transmiti-la em um pitch.
Afinal, a sua audiência precisa saber como o seu negócio vai se sustentar.

6. Demonstre quem são seus competidores

pitch demonstre quem sao seus competidores
Toda empresa tem concorrentes.
Por mais que a sua ideia seja inovadora, existe algum negócio competindo pelo mesmo mercado que você, mesmo que seja indiretamente.
Então, não caia na tentação de falar que você não tem concorrência apenas para valorizar o seu negócio.
O efeito será contrário: vai transmitir amadorismo ou falta de conhecimento sobre o mercado.
Em vez disso, apresente os seus competidores.
Mostre quais são os seus diferenciais em relação a eles e por que as soluções deles não estão atendendo a alguma demanda do mercado.

7. Apresente uma projeção financeira realista

Em geral, os investidores procuram negócios com potencial de rápido crescimento e alta escalabilidade, com o menor custo possível.
Por isso, o pitch deve deixar claro qual é a projeção financeira da sua empresa.
Quanto tempo e capital serão necessários para atingir o ponto de equilíbrio?
Quais são os custos envolvidos no negócio?
Qual é o faturamento previsto em cinco anos?
Certamente o seu público estará interessado nessas questões e poderá questioná-lo para entender melhor.
Então, faça projeções financeiras realistas para que você possa defendê-las.

8. Prepare-se para todo tipo de perguntas

O público está lá para entender o seu negócio e perceber se você está preparado para liderá-lo.
Por isso, ao final do pitch, você pode ser bombardeado com perguntas de todo tipo.
Elas podem questionar detalhes da projeção financeira, dados do mercado, o seu histórico como empreendedor ou outros diversos temas.
Então, por mais que a apresentação do pitch seja curta e concisa, você precisa dominar todos os detalhes do seu negócio.
Informações que não aparecerem na apresentação podem ser solicitadas na hora das perguntas.
Aí, você deve ter as respostas na ponta da língua.

4 pitch decks para você se inspirar

pitch 4 desks para voce se inspirar
Agora que você já sabe como fazer um pitch de sucesso, quer inspirações para criar o seu?
Vamos mostrar agora o pitch deck de 4 empresas que você certamente conhece:

1. Airbnb

“Reserve quartos com moradores locais em vez de hotéis”.
Essa ideia, simples e direta, é a introdução do pitch deck do Airbnb, que alavancou o negócio ao levantar US$ 600 mil em 2009.
Após 12 rodadas com investidores e US$ 4,4 bilhões levantados, hoje a empresa se transformou em um gigante da indústria do turismo.

2. LinkedIn

O LinkedIn é hoje a principal rede social profissional do mundo.
Porém, em 2004, não era tão simples explicar o valor que ele entregava.
Hoje o pitch deck do LinkedIn é uma referência de como explicar de maneira simples o verdadeiro significado do seu negócio.
Apresentado em 2004, ele ajudou a levantar US$ 10 milhões e impulsionar a empresa.

3. Uber

pitch uber
O pitch deck do Uber já começa mostrando o problema: serviços de táxi analógicos, com carros antigos e um sistema ineficiente.
É interessante perceber como, de 2008 para cá, a empresa evoluiu de uma ideia embrionária (não muito confiável para os investidores) para uma plataforma que revolucionou o transporte nas cidades.

4. Tinder

O Tinder, primeiramente chamado de Match Box, usa o storytelling no início do seu pitch deck.
Matt passa por um problema comum a muita gente: o medo da rejeição ao abordar alguém em uma festa.
Depois de expor o desafio, a apresentação mostra a solução e a oportunidade de negócio.
Hoje, com mais de 4 milhões de usuários pagantes, o aplicativo transformou redes de relacionamentos e inspirou outros aplicativos de nichos semelhantes.

Como se tornar um coach?

pitch como se tornar coach
Desenvolvimento pessoal e profissional é essencial para quem quer ter o seu próprio negócio.
Para chegar ao sucesso, é preciso liderar equipes, tomar decisões importantes, assumir responsabilidades e, como vimos neste artigo, defender a sua ideia diante de várias pessoas.
Para tudo isso, autoconhecimento é essencial.
Ao entender quem você é e desenvolver habilidades que você nem acreditava ter, é possível chegar mais longe.
E tudo isso é possível ao se tornar um coach.
Por isso, uma formação em coaching é o melhor caminho para desenvolver sua liderança, aumentar o foco e gerar maior autoconfiança para realizar seus sonhos, seja no seu negócio, seja na sua vida pessoal.
Além disso, ela também abre as portas para novas possibilidades de atuação.
Você passa a ser um profissional capaz de conduzir outras pessoas em um caminho de desenvolvimento e superação.

Formação em coaching SBCoaching

Se você quer se dedicar ao desenvolvimento de pessoas, a formação em coaching SBCoaching é a sua melhor oportunidade de crescimento.
Você vai aprender técnicas e ferramentas para reforçar diversas habilidades, como autoconhecimento, liderança, foco e motivação.
E esse aprendizado pode ser aplicado na sua própria vida.
Referência nacional e internacional, a Sociedade Brasileira de Coaching já formou mais de 35 mil coaches e atendeu mais de 3 mil empresas.
É reconhecida como referência em soluções de alta performance para indivíduos, times e organizações.
Os cursos e treinamentos são focados em desenvolver todo o potencial humano para que cada um possa potencializar e acelerar os resultados que deseja alcançar.
Se você quer transformar a vida das pessoas, inclusive a sua, vale a pena investir nas formações da SBCoaching.

Conclusão

pitch conclusao
Você já deu o primeiro passo naquilo que é o mais importante para um pitch: a preparação.
Ao ler sobre o que é um pitch, quais são os tipos e as principais dicas para elaborar um para o seu negócio, você já está se preparando.
Então, se você fica nervoso só de pensar em encarar a plateia em um pitch, já pode quebrar esse bloqueio.
Agora, o que precisa é desenvolver o seu potencial, as suas habilidades e a crença de que você pode, sim, alcançar os seus objetivos.
E o caminho para isso está no autoconhecimento e na autoconfiança que uma formação em coaching proporciona.
Acredite no poder do discurso de quem se conhece e confia em si mesmo.
Com essa perspectiva, as palavras ganham muito mais força, e o pitch alcança olhos e ouvidos até então distantes.
Gostou das dicas para criar seu pitch e trazer o futuro com o qual você sonha para mais perto da sua realidade?
Deixe um comentário e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.