Posted in:

Postura Profissional: o diferencial no ambiente de trabalho

Você já parou para pensar como anda a sua postura profissional? Será que ela está de acordo com ideais da sua empresa?
Essa é uma reflexão que deve ser feita de tempos em tempos para que você possa se certificar de que está no caminho certo da sua carreira.
Mais do que isso, serve para comprovar que construiu uma trajetória sólida, baseada em princípios éticos.
Afinal, estamos falando sobre mais do que apenas ser um profissional competente e reconhecido por suas habilidades técnicas.
Que tal fazer essa reflexão agora mesmo?
Ao longo do artigo, vamos guiar você com dicas e também perguntas que ajudam na avaliação.
Boa leitura!

O que é postura profissional?

postura profissional o que e
Podemos definir a postura profissional como a maneira que você se comporta e se relaciona em seu ambiente de trabalho.
Simples, não é mesmo?
Ou seja, a sua forma de agir e os vínculos que você cria dentro da empresa em que trabalha definem a sua postura profissional.
Isso não significa dizer que uma pessoa centrada e amiga de todo mundo leva vantagem em relação a um perfil mais reservado e tímido.
Tudo depende do modo como essas características aparecem em suas atitudes e do quanto elas interferem nas relações interpessoais.
Podemos dizer que se trata dos seus princípios na hora de lidar com as demandas e pessoas que estão relacionadas ao seu trabalho.

A importância e os benefícios de se manter uma postura profissional

postura profissional importancia beneficios manter
Manter uma postura profissional funciona como o seu documento de identidade dentro de uma empresa.
É ela que vai dizer que tipo de colaborador você é.
Quando a imagem passada é positiva, as pessoas tendem a confiar mais em você – inclusive os gestores.
É por isso que as suas chances de conquistar um cargo superior na hierarquia aumentam.
Além disso, é uma forma de manter a consciência tranquila em relação às ações que você toma.
Quer vantagens mais importantes do que essas?

Como ter uma postura profissional?

postura profissional como ter uma
A postura profissional deve se fundamentar em princípios éticos, que estabeleçam relações salutares entre colegas e na relação com a empresa, em si.
No entanto, isso não é algo que surge do dia para a noite, conforme veremos a seguir.

Construindo uma postura profissional

Ninguém nasce com uma postura profissional consolidada.
É tudo fruto de uma construção diária, baseada na troca de experiências e nas vivências que temos dia após dia ao longo dos anos.
A postura que demonstramos enquanto profissionais nada mais é do que um reflexo de quem somos como seres humanos.
O que cabe aqui questionar é quais são os seus valores, o que vem em primeiro lugar e até onde você iria para conquistar o que deseja.
São esses pilares que vão guiar as suas ações e ajudar a determinar quem é você no ambiente de trabalho.
Se você não gosta do que vê quando para e olha para a sua trajetória, é preciso estar disposto a fazer uma autocrítica e perceber como e no que é possível melhorar.

Dicas para uma boa postura profissional

postura profissional dicas para uma boa
Não sabe por onde começar?
Confira as dicas que separamos para quem deseja desenvolver uma boa postura profissional e ser um colaborador de destaque.

1. Vista-se profissionalmente e seja pontual

Ninguém aqui quer dar uma de estilista, dizendo qual deve o seu look para ir trabalhar.
Cada um tem o seu estilo e isso deve ser respeitado.
Mas tudo dentro de um limite profissional, não é mesmo?
Não é porque você gosta de roupa de traje mais esportivo que vai usar camiseta do seu time de coração para para ir a uma reunião com o seu chefe.
Existe ocasião e lugar para usar todo e qualquer tipo de roupa.
Na hora de fazer a avaliação, também considere as características da empresa. É bastante diferente trabalhar em uma agência de publicidade e em um escritório de advocacia.
Na dúvida, use o bom senso.
E sabe aquela história de que chegar atrasado é charmoso?
Bem, isso pode funcionar em um encontro amoroso ou em um happy hour com os amigos, mas no ambiente profissional é uma gafe e tanto.
Pontualidade indica compromisso.
Aqueles que chegam na hora e cumprem os seus prazos demonstram muito mais interesse do que os que estão sempre correndo atrás da máquina.
Se você mora longe ou sofre com o trânsito na hora do rush, experimente sair mais cedo de casa ou usar um meio de transporte alternativo.

2. Mantenha o bom humor e trate a todos igualmente

“Ame o seu trabalho e não tenha que trabalhar um dia sequer de sua vida”.
Parece frase de parachoque de caminhão, mas ela faz todo sentido.
Gostar da sua profissão, do ambiente em que atua e dos seu colegas são elementos fundamentais para você manter o bom humor na empresa.
Afinal, ninguém merece um colaborador rabugento e de mal com a vida. Quem aguenta?
E quer saber outra atitude que não pega bem? Tratar os seus colegas de forma distinta.
É natural ter mais afinidade com alguns do que com outros, mas isso não significa que você pode faltar com o respeito ou ignorar os demais.
Uma situação ainda comum no mundo dos negócios é puxar o saco dos superiores e desmerecer os iguais ou subordinados com o intuito de conseguir algum tipo de promoção.
No entanto, isso pode ter o efeito inverso caso haja uma liderança atenta ao comportamento de seus funcionários.
Por isso, trate todos com igualdade e profissionalismo, pois nunca se sabe o dia de amanhã,
Além disso, estar em paz com a sua consciência é sempre uma escolha sábia.

3. Respeite a política da empresa e leve seu trabalho a sério

Toda empresa tem uma política interna.
Seguir tais diretrizes é uma conduta indispensável e inegociável para quem quer ter uma postura profissional acima de qualquer suspeita.
Caso não concorde com alguma norma ou questão específica, chame o gestor para conversar e não tome nenhuma medida precipitada.
O diálogo pode resolver muitos problemas e a sua atitude em procurá-lo pode contar pontos ao seu favor.
Além disso, leve o seu trabalho a sério.
Realizar uma atividade que se ama não significa que ela pode ser tratada como um hobby.
Você pode e deve rir, passar bons momentos ao lado dos colegas, mas não perca o foco das obrigações.
Estabeleça metas e procure superar seus objetivos a cada dia e vai estar levando a sua carreira como se deve: com seriedade e comprometimento.

Postura profissional como diferencial no local de trabalho

postura profissional como diferencial no local trabalho
É natural e desejável que, em um mercado tão competitivo como o em que vivemos nos dias de hoje, trabalhadores busquem diferenciais para se destacar frente aos concorrentes.
Especializações, networking, palestras, workshops, tudo isso é bem-vindo.
Afinal, conhecimento e troca de experiências nunca são demais.
No entanto, muitas vezes, as pessoas esquecem do básico, que é ter uma postura profissional condizente com os cargos que ocupam.
Por exemplo, de nada vai adiantar você ser um especialista em determinada área se não consegue se portar de maneira adequada.
Chega sempre atrasado, não cumpre seus compromissos dentro do prazo e não segue a política da empresa. Nada disso faz sentido e só traz prejuízos à sua imagem.
Eleja essa preocupação como um dos seus diferenciais.

Como ser um profissional de destaque?

A dica é começar pelo início, por mais redundante que isso possa parecer.
Invista em uma postura profissional inquestionável e mostre que é uma pessoa em quem se pode confiar sempre.
Especialmente se você exerce algum cargo de liderança e sirva de inspiração aos demais.
Ver um gestor comprometido e que se dedica ao máximo à carreira serve de estímulo para os colaboradores.
Eles passam a ver um exemplo a ser seguido e isso gera uma reação em cadeia que vai impactar sobremaneira a produção.
Depois, invista em aprimorar as suas habilidades comportamentais, sobretudo no desenvolvimento de emoções positivas.
Nesse processo, vale deixar uma dica: conte com a metodologia de coaching para alcançar o máximo do seu potencial.
Por último, mas não menos importante, procure aprimorar as suas competências técnicas a partir de cursos e especializações.

Como ter atitudes adequadas?

Ao desenvolver os passos acima descritos, a tomada de decisões mais assertivas surge como consequência.
Mas o que queremos dizer com isso?
Suas atitudes vão passar a estar pautadas pela coletividade e não mais pelo individualismo.
Afinal, quando desenvolvemos sentimentos como altruísmo e empatia, além de características organizacionais. como visão sistêmica e sinergia, somos capazes de olhar para o todo primeiro.
No lugar de pensar “o que eu posso fazer para atingir a promoção que tanto quero?”, você vai refletir sobre “de que forma é possível colaborar para o crescimento da empresa e da equipe?”.
Com isso, não queremos dizer que você precisa abrir mão dos seus sonhos, não é nada isso.
Mas sim que eles podem acontecer de uma forma muito mais natural, como consequência do trabalho desenvolvido em prol do grupo.
Executando o seu papel de maneira bem feita, amparado por uma postura profissional ilibada, seus objetivos vão se concretizar sem a necessidade atropelar etapas e passar por cima de ninguém.
No fim das contas, será uma conquista muito mais saborosa.

Postura profissional e o processo de contratação

postura profissional processo contratacao
A postura profissional também é um indicador crucial no recrutamento de novos trabalhadores.
Engana-se quem pensa que esse elemento só pode ser visto depois da contratação.
Alguns sinais já mostram se um candidato tem comprometimento ou não com a sua carreira.
O próprio currículo pode entregar muita coisa.
Então, se você é um membro da equipe de recursos humanos, responsável pelo regime de contratação de sua empresa ou um concorrente em potencial para alguma vaga, fique atento a alguns detalhes.

Como selecionar o colaborador correto?

Salvo exceções, um candidato que chega atrasado em uma entrevista de emprego já não demonstra compromisso.
Como confiar em uma pessoa que é incapaz de cumprir o horário de um processo seletivo?
O que garante que o comportamento não vai se repetir na rotina? É uma péssima primeira impressão.
Agora, digamos que depois desses minutos a mais no horário de chegada, o currículo começa a ser analisado e algo chama a atenção: o concorrente dificilmente passa mais de seis meses em uma organização ou quase nunca vence o período probatório.
Por algum motivo, o profissional não consegue se firmar em nenhum ambiente ou o seu interesse se perde de maneira muito rápida. É outro ponto que joga contra.
Mais uma vez, vale salientar que não é uma regra.
Uma pessoa pode ter escolhido essas diferentes curtas experiências e decidido que elas foram suficientes para extrair tudo o que precisava, mas essa não é a avaliação mais frequente.
Depois da análise de currículo, a entrevista pode ser conduzida de uma forma que confronte a postura do candidato no ambiente de trabalho.
Uma pessoa pode ser treinada para dizer tudo o que um recrutador gostaria de ouvir, mas alguns trejeitos podem entregar a sua verdadeira posição.
Outra estratégia interessante para ajudar a selecionar o colaborador correto é submetê-lo a uma dinâmica de grupo ou fazer com que ele execute algumas atividades que vão fazer parte da sua rotina, caso seja contratado.

Sinais de que você precisa melhorar sua postura profissional

postura profissional sinais de que voce precisa melhorar
Depois de contratado, não é hora de relaxar. Muito pelo contrário.
Uma boa maneira de medir se a sua postura profissional está adequada é prestar atenção em alguns detalhes. Confira, a seguir, quais são eles.

Seus colegas de equipe não demonstram interesse em ajudá-lo no trabalho

Uma equipe unida é aquela em que os membros se ajudam mutuamente, a fim de conquistar os objetivos.
Se você está se sentindo escanteado e fora dessa dinâmica de auxílio recíproco, é hora de prestar atenção em suas atitudes.
Uma autoavaliação é fundamental.
Reflita e veja se, em algum momento, você não negou ajuda a algum colega, pensando somente no seu lado.
Uma atitude como essa pode queimar o seu filme perante os demais, que podem enxergar você como uma pessoa individualista.
Sempre se coloque à disposição de todos. Quando mais precisar, o apoio vai vir de volta.

Seu gestor não faz qualquer crítica e você não é convidado para projetos novos

Quando feedbacks negativos não são recebidos, a tendência é achar que está tudo bem.
Mas é preciso prestar atenção quando não há retorno algum, seja em forma de elogio ou crítica.
Isso é um sinal que a sua presença na empresa não faz muita diferença para as lideranças e pode ser um retrato da forma com que eles enxergam o seu trabalho.
Uma boa forma de verificar se isso está acontecendo é avaliar o comportamento em relação a você quando algum projeto novo chega na empresa.
Será que alguém cogita contar com a sua opinião?
Em caso negativo, é hora de, mais uma vez, repensar a sua postura profissional.
Faça uma análise sincera e tente entender por que você não foi lembrado.
Uma conversa com o seu gestor também não deve ser descartada, mas a modificação das atitudes tem de partir do seu lado.

Não recebe informações de caráter confidencial e é sempre o último a notar que algo está acontecendo

A velha história de ser o último a saber. Quem não é lembrado para as novidades da empresa dificilmente vai estar por dentro das transformações que estão por vir.
Algo está fazendo com que você não seja incluído no planejamento da empresa – e isso não é nada bom.
Vale muito mais receber uma bronca, um puxão de orelha, do que coisa alguma.
Não é raro que funcionários que estão há muito tempo em uma mesma posição percam, aos poucos, seu interesse e a sua postura profissional.
Um líder competente enxerga rapidamente isso e uma forma de lidar com essa situação é a indiferença.
Independentemente do seu tempo de casa, busque a motivação necessária para manter a sua postura profissional intacta.
Demonstre interesse e seja visto e lembrado pelo seu chefe e seus colegas de trabalho.

Esteja atento aos seus comportamentos profissionais

postura profissional esteja atento seus comportamentos profissionais
Como já mencionamos lá no início, ninguém nasce pronto, como um trabalhador exemplar, com todas as características de um bom líder.
Tudo isso depende de uma construção.
E o primeiro passo para dar uma salto e transformar a realidade é buscar o autoconhecimento.
Afinal, é fundamental entender quem você é e o que deseja.
Lembre-se de que não existem comportamentos imutáveis e que você sempre pode correr atrás do prejuízo – mas melhor ainda se já sair na frente.
De uma forma ou outra, a metodologia de coaching é sempre uma alternativa para maximizar o seu potencial e atingir resultados de uma forma muito mais rápida e duradoura.

Ética e postura profissional

Algumas profissões têm o seu próprio código de ética profissional, que delimita quais são os comportamentos aceitáveis ou não para o exercício da carreira.
Em uma empresa, não é diferente: a conduta de um colaborador deve estar alinhada às normas e valores da organização.
Mas mais do que códigos de ética pré-estabelecidos, você deve montar a sua própria trilha de como agir.
Até mesmo porque, se as diretrizes de uma empresa ou profissão não estiverem de acordo com aquilo em que você acredita, não vale a pena tentar se adaptar a todo custo.

Conclusão

postura profissional conclusao
Gostou do nosso artigo sobre postura profissional?
Esperamos que você tenha percebido a importância que suas atitudes têm para quem deseja construir uma carreira sólida, sem espaço para manchas.
Agora, aproveite para compartilhar com a gente, ali nos comentários, quais são as principais regras e princípios que norteiam o seu modo de agir enquanto profissional.
E se o texto foi útil para você, não deixe de dividir com seus amigos e colegas nas redes sociais.