Posted in:

Autocuidado: o que é, como praticar e benefícios desse hábito

O que acha de praticar o autocuidado e, assim, garantir mais qualidade de vida e bem-estar para a sua rotina?

A propósito, você já parou para cuidar de si mesmo hoje?

A verdade é que, na correria do dia a dia, às vezes, mal temos tempo de parar e refletir sobre como tratamos a nós mesmos.

Não é incomum ver pessoas tão devotadas ao outro que até esquecem de, vez ou outra, olhar no espelho e enxergar as suas necessidades.

Mas você sabe por que é tão importante promover o autocuidado? Essa e outra perguntas nós respondemos ao longo do artigo.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

Siga com a gente!

O que é autocuidado?

Ao olhar no dicionário, você vai encontrar definições iguais ou semelhantes a esta para autocuidado: conjunto de ações que cada indivíduo promove para manter a própria saúde e bem-estar.

E é bem por aí mesmo.

Podemos dizer que o autocuidado está em tudo aquilo que fazemos para cultivar nossa própria qualidade de vida, sempre com autonomia e de forma responsável.

Isso pode significar um olhar para o corpo e também para a mente, para o lado emocional.

Vale lembrar que não significa estar sempre bem, mas sim estar pronto a entender a si mesmo e buscar soluções, quando elas se fizerem necessárias.

Autocuidado e autoestima são termos inseparáveis

A afirmação é certeira: autocuidado e autoestima andam sempre lado a lado.

Afinal, como possibilitar que a segunda esteja lá em cima se você parece incapaz de desenvolver a primeira?

Construindo a autoestima

A autoestima nada mais é do que uma avaliação que você faz de si próprio. E, acredite, ela pode fazer toda a diferença.

Mas, afinal, como construir a autoestima?

A resposta passa por outro termo bastante semelhante: o autoconhecimento.

É a partir dele que você vai ser capaz de entender melhor quem é e por que age de determinada maneira.

Quando você para e faz uma análise profunda sobre suas principais qualidades, por exemplo, consegue ver que nem tudo é tão ruim quanto parece e que tem capacidade para lidar com os desafios da rotina sem tantos sobressaltos.

Quando identifica pontos fracos, também encontra um caminho para trabalhar suas vulnerabilidades e impedir que elas limitem as suas possibilidades.

Isso também é autocuidado e, não menos, uma maneira de aumentar a confiança.

Ou seja, da próxima vez que se pegar repetindo que não é capaz, que não é merecedor ou que algo é impossível, faça uma pausa e repense suas crenças limitantes.

Por que devemos ter autocuidado?

autocuidado por que devemos ter

Ok, o autocuidado ajuda a melhorar a autoestima. Mas e o que mais?

Diferente do que muitos podem supor, cuidar de si mesmo não é egoísmo, mas uma prova de amor próprio.

E quer melhor forma de poder ajudar o outro do que antes estar de bem consigo mesmo?

Ter autocuidado significa, antes de qualquer coisa, não deixar que o ritmo acelerado da rotina ou que a simples opinião alheia definam que não vale a pena parar, nem que seja por alguns minutos, para ser generoso com você mesmo.

Você pode ser o maior ativista de uma causa ou aquela pessoa todo mundo reconhece como solidária.

Mas como vai ter forças para seguir nesse caminho se não for capaz de olhar para si de vez em quando?

Alguma hora, a conta acaba sendo cobrada.

Quais os benefícios do autocuidado?

Investir no autocuidado é uma forma inteligente de melhorar inúmeros aspectos da sua vida.

Quer saber por quê? Veja alguns dos principais motivos:

Estimula o desenvolvimento da autoestima

Ok, desse item a gente já falou.

Então, sem mais delongas, basta dizer que manter a autoestima é uma boa forma de evitar que sejamos guiados apenas pelas opiniões alheias.

Aumenta a autoconfiança

Ao cuidar mais de si mesmo, você também se conhece melhor e aprende a confiar em seus instintos e na sua capacidade.

Dessa forma, o impossível acaba se transformando em um conceito muito mais relativo.

Diminui custos com a saúde

Autocuidado é também estar atento à saúde e não ignorar sinais de que algo pode estar errado.

Assim, você faz de tudo para prevenir – uma ótima estratégia para diminuir custos – e não demora para tomar uma atitude quando ela se fizer necessária.

Melhora a qualidade de vida

Esse cuidado consigo também permite que você passe a enxergar a vida não apenas como uma sequência de obrigações que precisam ser cumpridas dentro de uma prazo estimado por alguém.

Claro, você ainda deseja ter uma carreira de sucesso e precisa ser comprometido para isso, mas vai ser capaz de medir as consequências, avaliando até que ponto vale a pena abrir mão de algo por esse sonho.

Isso significa garantir mais qualidade de vida.

Como se preparar para o autocuidado?

autocuidado como se preparar

A pergunta pode parecer estranha, mas iniciar uma rotina de autocuidado exige também uma mudança de mentalidade, muito antes da transformação no comportamento.

A dica aqui é separar um tempo para pensar.

Avalie como é o seu dia a dia hoje e o quanto ele reflete o como você gostaria que ele fosse.

Coloque na balança tudo aquilo que limita você a chegar mais perto dos seus objetivos e analise como tem utilizado o seu tempo.

Sobra um espaço para o autocuidado? Qual seria o tempo ideal? E que mudanças isso poderia gerar?

Estar convencido de que é preciso mudar é o primeiro passo para que isso, de fato, aconteça.

Como praticar o autocuidado?

Ainda que seja possível definir um significado, mapear benefícios e até mesmo trazer algumas dicas, praticar o autocuidado é uma questão muito particular.

As ações podem ser as mais diversas, variando de uma pessoa para outra.

Por isso, o importante é identificar atitudes que façam sentido para você.

Pode ser fazer uma viagem sozinho, dedicar mais tempo para a leitura daquele título que você adora, separar um dia para cuidar da sua beleza ou mesmo entender que é preciso se afastar de uma pessoa, por mais que você goste dela, por ser uma relação tóxica.

Ou seja, dá para ver que as possibilidades são muitas.

O importante aqui é se permitir.

Então, adote a seguinte frase como um mantra: “Se faz bem para mim, por que não?”.

Dicas para desenvolver hábitos de autocuidado

autocuidado dicas para desenvolver habitos

Ainda está um pouco perdido nessa história de encontrar possibilidades de exercer o autocuidado? Não tem problema!

Separamos algumas dicas que podem ajudar você a encontrar uma direção – só não se esqueça de dar o seu toque pessoal à lista e incluir cuidados específicos, que fazem a diferença no seu estilo de vida.

Pratique o autocuidado com exercícios físicos

Você não precisa ser nenhum atleta profissional para começar a praticar exercícios físicos.

Basta ter cuidado na hora de iniciar e, de preferência, primeiro realizar uma consulta médica para verificar como anda a sua saúde.

Se o que falta é motivação, vamos a alguns benefícios da prática de atividades:

  • Melhora o funcionamento do seu organismo
  • Ajuda a regular o apetite e o sono
  • Permite controlar melhor a ansiedade
  • Favorece o emagrecimento, caso esse seja um objetivo seu.

Tudo, é claro, depende muito das suas características.

Se você sofre com dores constantes nas costas e sempre acaba perdendo momentos importantes por conta disso, pode apostar no pilates como uma alternativa para fortalecer a musculatura e trabalhar a região específica que costuma incomodar.

Desenvolva o autocuidado com bons hábitos de higiene

Além de uma forma de manter a sua saúde em dia, ter bons hábitos de higiene é uma forma direta de autocuidado.

Sabe aquele banho mais demorado, quando você aproveita para ouvir suas músicas preferidas e relaxar? Melhor ainda se for em uma banheira de espuma.

Mas mesmo aqueles cuidados mais básicos podem fazer toda a diferença. Como, por exemplo, escovar os dentes demoradamente após cada refeição – além de antes de dormir e logo depois de acordar, é claro.

Esse é um modo de manter seus dentes bem cuidados e garantir um sorriso mais radiante – o que certamente vai refletir na sua autoestima.

Está tudo interligado!

Autocuidado é ter uma vida social

Ter alguns momentos só para você é uma excelente forma de autocuidado. Mas isso não significa que seja possível deixar sua vida social de lado.

Estar perto das pessoas que você gosta e que trazem boas energias para a sua vida também é um meio de cuidar de si.

Sabe aquele hábito de deixar de sair com os seus amigos porque surgiu um compromisso no trabalho?

É hora de gerenciar melhor o seu tempo e definir prioridades. Equilíbrio é a palavra-chave aqui.

Acredite, você não vai querer estar longe – e não estamos falando apenas fisicamente – daqueles que mais ama quando viver os seus melhores e piores momentos.

Aprenda a dizer NÃO para desenvolver o autocuidado

Essa talvez seja uma das dicas mais valiosas para cuidar de você mesmo, do seu corpo e da sua mente.

Se você é do tipo de pessoa que está sempre disponível para os outros e para resolver os seus problemas, está na hora de aprender a dizer não de vez em quando.

A negativa vale para situações que não fazem bem, para pessoas que nada agregam e para atitudes que não representam quem você é.

Pode ser difícil no início, mas esse é um exercício essencial.

Não significa abandonar tudo e todos, mas definir prioridades e entender que, de vez em quando, é necessário parar por um momento e se dedicar ao autocuidado.

O que é saúde para você?

autocuidado o que e saude para voce

Você já deve ter percebido que falamos muito sobre a saúde, seja de maneira direta ou indireta.

E não é por acaso: ela tem tudo a ver com o autocuidado.

Quando descuidamos de nós mesmos, os reflexos aparecem em algum momento.

E eles podem ser os mais diversos – nem sempre tão claros que permitam uma associação imediata.

Então, vamos à pergunta novamente: o que é saúde para você?

São muitos os níveis envolvidos e a ausência de um sintoma físico, por exemplo, não quer dizer que tudo vai bem.

Saúde física: praticando o autocuidado físico

Não é apenas quem deseja emagrecer ou deixar o corpo malhado que precisa ter cuidados com o corpo.

Já falamos sobre como praticar exercícios físicos é também uma maneira de ter apreço por você mesmo.

Mas esse não é o único quesito envolvido no autocuidado físico.

Pense aí e nos diga: qual foi a última vez que você esteve em uma consulta médica?

Manter uma rotina de monitoramento e prevenção de doenças é essencial.

E isso pode se estender até mesmo para a alimentação.

Separe um tempo para preparar aquela comida que você adora e que tem um tempero todo especial e deixe os industrializados de lado.

Saúde emocional e mental: praticando o autocuidado emocional

Também já trouxemos algumas dicas nesse quesito, mas ele é tão importante que vale repetir: evite pessoas e relações tóxicas.

Outro autocuidado importante é não ter medo de dar a sua opinião.

Se você julga que tem algo relevante para dizer, fale. Se a fala de alguém incomodou, não deixe de mostrar como se sentiu.

Tudo isso ajuda a diminuir a ansiedade e a recuperar a confiança.

No final de contas, a regra geral é: você não precisa se submeter a lugares, pessoas e situações que não façam bem aos seu emocional.

Preserve a sua saúde.

Autocuidado e a carreira profissional

Mas e o autocuidado na sua carreira profissional, você já praticou?

Ainda que a relação possa parecer estranha, ela é mais do que importante.

No mercado de trabalho competitivo em que vivemos, é comum que a necessidade de entregar os melhores resultados acabe tomando a dianteira das prioridades.

Isso mostra que você é um profissional comprometido.

Mas atenção: não dá para deixar de avaliar o quanto isso custa.

Não é normal que você precise fazer hora extra todos os dias, esteja sempre com dor de cabeça após o expediente e veja a chegada de cada segunda-feira como o próprio apocalipse.

Praticando o autocuidado profissional

Por isso tudo que acabamos de destacar, é fundamental definir alguns limites e diretrizes, a começar pela gestão do tempo.

Avalie sempre o que é prioridade – prioridade mesmo, ok? – e crie uma lista em ordem de urgência, mas só com aquilo que você realmente é capaz de fazer ao longo de um dia de trabalho.

Outra providência importante é aquela que citamos logo ali em cima: aprenda a dizer não.

Isso significa saber argumentar e mostrar a situação de momento. Ter bons dados em mãos sempre ajuda.

Por fim, mas não menos importante, seja você também um crítico das vagas de emprego para as quais se candidata e não se sujeite a qualquer oferta.

Se for preciso, negocie logo no início algumas condições específicas, como o número de projetos desenvolvidos em paralelo ou a impossibilidade de trabalhar nos finais de semana.

Claro, nem sempre essa é uma opção e, às vezes, você sequer está em posição de negociar.

Por isso, a dica é avaliar cada caso e entender o que é possível fazer de melhor para preservar a sua saúde.

Uma boa conversa franca sobre as suas expectativas e quais são os seus limites já pode ser um ponto de partida.

O conhecimento e a ação andam de mãos dadas

autocuidado conhecimento acao andam de maos dadas

Quando você pratica o autocuidado e desenvolve o autoconhecimento, qualquer ação passa a ser mais simples e leve.

Afinal, você refletiu sobre o assunto e entende o que ele implica para a sua rotina ou como pode beneficiar o seu futuro.

As escolhas, como consequência, são muito mais conscientes. Mais do que isso, elas respeitam seus próprios limites, sejam eles físicos ou emocionais.

Que tal adotar essa ideia?

Como melhorar seu autocuidado?

Ao longo do artigo, você viu várias dicas de ações que podem ajudar a desenvolver o autocuidado.

Mas não é por conta do prefixo da palavra que não dá para contar com alguma ajuda externa.

A metodologia de coaching, por exemplo, é uma alternativa para quem deseja olhar para si com mais atenção e permitir o próprio desenvolvimento.

Tudo isso a partir de técnicas e ferramentas que contam com embasamento científico e que permitem desenvolver e aperfeiçoar competências comportamentais que vão fazer a diferença na sua rotina.

A SBCoaching conta, inclusive, com um curso que combina o melhor do coaching com a Psicologia Positiva.

Trata-se de uma proposta exclusiva, capaz de preparar você para encarar com otimismo mesmo os grandes desafios, sejam eles profissionais ou mesmo pessoais.

Quer ser uma liderança positiva e lidar com mais facilidade com o estresse, além de aumentar os níveis de motivação e alcançar o bem-estar?

Então, aproveite para conhecer, em detalhes, a proposta desse modelo de formação.

Conclusão

autocuidado conclusao

Neste artigo, falamos sobre autocuidado.

Esperamos que as dicas sobre como olhar para si mesmo com muito mais generosidade tenham sido úteis.

A lição que fica é não negligenciar os seus limites e crenças só para se encaixar a uma situação específica.

Não se esqueça que isso pode custar até mesmo a sua saúde.

E se você acha que precisa de um apoio a mais para viver esse processo, conte com a SBCoaching como sua aliada.

São inúmeras as opções de cursos oferecidos para atender às suas necessidades.

E se você gostou do artigo, aproveite para compartilhar nas redes sociais!