razão-e-emoção

Existem estudos que comprovam que nosso cérebro possui uma divisão entre a razão e a emoção. Por outro lado, todos podem desenvolver habilidades, mesmo que se tenha mais facilidade por um desses aspectos biológicos e sociais – razão e emoção.

Não há dúvida que para um profissional se destacar em suas funções, é necessário que aprimore suas competências. Como fazer isso? Já postamos aqui algumas pesquisas que apontam a supremacia do coaching no que diz respeito o desenvolvimento pessoal, social, psicológico e profissional.

razão e emoção

Por que é importante trabalhar as emoções?

Estimular emoções positivas é extremamente útil para gerar o bem-estar, o sentimento de realização, além de proporcionar às pessoas condições de ultrapassar barreiras.

Os dois lados da moeda

Geralmente pessoas muito racionais, tendem a não ter problemas em se portar durante conversas mais ríspidas, entretanto em sua própria comunicação com seus colaboradores, não conseguem administrar seus sentimentos de fúria e nervosismo e comprometem o desempenho e rendimento de seus subordinados.

Como desenvolver a inteligência emocional com o coaching?

Ampliar a habilidade de controlar as emoções, seja para não chorar durante um feedback de performance ou uma demissão, ou para promover estados mentais de  autoconfiança e tranquilidade.

Existem técnicas de coaching que permitem que os indivíduos possam trabalhar habilidades, competências, comunicação e outros itens que contribuem para esse objetivo, podendo assim administrar suas emoções e responder com comportamentos muito mais produtivos e inteligentes.