Selfie e a Autoestima - Auto afirmação com Selfies? - Mania ou auto afirmação

Mania ou autoafirmação

Selfie

A selfie está em moda. Na edição do Oscar de 2014, ocorreu a selfie mais famosa do mundo, vista por 37 milhões de pessoas, na qual veteranos do cinema e recém-estrelas hollywoodianas se espremeram para sair na foto. Por isso, não é preciso se sentir abandonado: Barack Obama, Madonna, William Bonner e muitas outras celebridades posam para selfies.

Não falhe pelo excesso

As celebridades do entretenimento contam com uma legião de fãs e admiradores que esperam, ansiosamente, por alguma novidade de seu ídolo. Além disso, plataformas como o Facebook, Twitter e Instagram favorecem a sensação de aproximação com o inacessível artista, o que justifica o excesso de exposição ao qual se submetem.

Entretanto, anônimos devem tomar muito cuidado ao utilizar a selfie. A exibição demasiada nas Redes Sociais gera diversos desconfortos. Inicialmente, não há inúmeros fãs aguardando seu clique para compartilhar fotos do dia a dia e ainda existe o perigo de gerar antipatias, pois o excesso de fotos nas páginas dos amigos pode criar exclusões e bloqueios, pois o exagero de demonstrações pessoais pode ser compreendido como exibicionismo.

A consequência para tal comportamento serão os comentários de amigos e de colegas de trabalho que se sentirão incomodados com a postura de quem publica selfies de forma contínua.

Será realmente autoestima?

Parece comum acreditar que as pessoas, ao adotarem esse comportamento de excessiva exibição, dispõem de uma estruturada autoestima. Entretanto, não será caso de reafirmação contínua? Ao dispararem fotos de si mesma, esperam confirmar o que já sabem que são: belas, admiradas ou aguardam a aprovação do outro: quem irá curtir e repercutir suas selfies?

A fronteira entre autoestima e afirmação é tênue. Em situação de demasia ou de falta, o amor-próprio pode causar esse excesso de autodemonstração. Para equilibrar esse sentimento, inicialmente, reserve algum tempo para conhecer mais sobre si mesmo: quais as sensações que lhe tomam quando publica uma selfie? A partir desses levantamentos, conseguirá compreender por qual motivo, essas fotos são tão importantes.

O coaching será um parceiro para quem, nessas condições, espera ter resultados mais rápidos. Por meio das ferramentas e técnicas do coaching, o indivíduo conseguirá se auto-avaliar e se autoconhecer e, dessa forma, definir prioridades e entender por que que as selfies podem criar empecilhos para sua imagem e, consequentemente, para os seus planos pessoais e profissionais.

 

Leia mais sobre o assunto no artigo “Autoestima sem crise” , no Blog SBCoaching.