Workaholismo: como o vício em trabalho pode atrapalhar a sua performance

0
299

O workaholismo é um vício perigoso, que ameaça a produtividade e a felicidade na vida e carreira. A boa notícia é que, ao combatê-lo com ajuda do coaching, você terá mais equilíbrio entre vida profissional e pessoal, além de alcançar a alta performance!

Você vive batendo recordes de horas extras? Trabalhar em todos os finais de semana e feriados faz parte de sua rotina? Mais de 15 minutos de almoço é perda de tempo? Não hesita em responder e-mails profissionais independentemente do horário ou circunstância? Perder uma ligação do chefe, mesmo que aos sábados ou domingos, parece o fim do mundo? Não se recorda da última vez que tirou férias com a família? Sofre de insônia, coração acelerado e ansiedade? Alerta: você pode ser um workaholic, e isso não é nada benéfico para a sua saúde, vida pessoal e, acredite, sua carreira!

Estima-se que problemas de saúde relacionados ao vício de trabalho custem aproximadamente 150 bilhões de dólares nos Estados Unidos. No Japão, o cenário é ainda mais alarmante: 2.000 trabalhadores morrem anualmente como consequência de jornadas de trabalho abusivas, tornando-se estatística do fenômeno conhecido como “karoshi” (morte por excesso de trabalho).  Expostas à exaustão, ao estresse e a hábitos alimentares nada saudáveis, pessoas demasiadamente dedicadas ao trabalho são mais suscetíveis a doenças cardíacas, vasculares, intestinais, inflamatórias e psicológicas.

Esse quadro é acentuado pelo mau desenvolvimento dos relacionamentos sociais, conjugais e familiares, além da falta de momentos de relaxamento e diversão, fatores associados ao bem-estar e à qualidade de vida. A equação é simples: “quanto mais tempo dedicado ao trabalho, menos tempo dedicado à família e aos amigos, menos tempo dedicado ao lazer”. Isso não é prejudicial apenas à vida pessoal: um dos motivos que diferenciam um profissional dedicado de um viciado é a vida que leva fora do trabalho!

Existe o pensamento equivocado, que assombra o mundo corporativo, de que para destacar-se na empresa e atingir a excelência é preciso um esforço sobre-humano, além do clássico “trabalho sempre em primeiro lugar”. Ser um profissional de sucesso, sem dúvida, requer esforço, mas não significa abrir mão de sua vida pessoal, da liberdade de relaxar por um tempo “sem pensar em trabalho”. Muito pelo contrário: sua qualidade de vida interfere diretamente em sua performance profissional.

A linha entre um profissional esforçado e um adepto compulsivo do trabalho é tênue, mas ela existe. O workaholismo demonstra falta de planejamento, má gestão do tempo, incompetência de trabalhar em equipe e baixa produtividade. Em contrapartida, um trabalho legitimamente dedicado resulta em alta performance, ou seja, capacidade de produzir mais, mais facilmente e com melhor qualidade em menos tempo. Esse nível de excelência só é alcançado quando, além de desenvolver competências relacionadas à sua área de atuação, o profissional desenvolve-se pessoalmente, elevando seu nível de satisfação com a vida.

Você trabalha em excesso e isso está prejudicando sua vida e carreira? Transformar a quantidade de horas trabalhadas em qualidade de trabalho depende de você, e você pode contar com o coaching para concretizar essa transformação. Com o programa Personal & Professional Coaching, da SBCOACHING, você aprenderá a realizar projetos profissionais sem abdicar do convívio familiar e social. Você dominará ferramentas para gerenciar o estresse, melhorar seus relacionamentos, administrar seu tempo e muito mais. Alcance a alta performance na vida e carreira!

Compartilhar
AnteriorCRIE UMA CULTURA DE COACHING SUSTENTÁVEL EM SUA EMPRESA!
PróximoNão perca tempo, estabeleça prioridades!
A SBCoaching é uma das maiores empresas de coaching do mundo. Líder e referência nacional e internacional em treinamentos e soluções de alta performance. Firmemente comprometida em promover a evolução e a maximização do potencial humano, a SBCOACHING gera resultados cientificamente comprovados, contribuindo para produzir mudanças positivas e sustentáveis e para aumentar as conquistas de indivíduos, times e organizações.

DEIXE UM COMENTÁRIO