Cansaço Mental: Causas, Sintomas, e 13 Possíveis Tratamentos

19

Após um longo dia de trabalho, como está o seu cansaço mental? Pare um momento e reflita.

Você chega tão esgotado em casa que parece ter participado de uma olimpíada de matemática?

E o seu corpo, como se comporta? Dores e mais, como se tivesse corrido uma verdadeira maratona?

É natural se sentir exausto depois de horas e horas de trabalho, mas tudo tem um limite.

A fadiga não pode ser maior do que a sua disposição para aproveitar os instantes de lazer.

Quando estamos falando do corpo, a maioria das pessoas sabe a hora de parar para um cochilo ou uma breve pausa.

É aquele momento para recarregar as energias e recomeçar.

Mas quando o assunto é o cansaço mental, muitos apenas ignoram repetidamente a necessidade de dar uma parada, como se não houvesse qualquer desgaste.

E isso não vale apenas para o ambiente de trabalho, mas também para a vida pessoal.

No trânsito, no supermercado e em outras situações do dia a dia, a sua cabeça está sempre em pleno funcionamento.

Para manter essa alta performance ininterrupta, diferente do que muitos pensam, é preciso apertar a tecla pause do seu controle remoto de vez quando.

Caso contrário, acredite, você pode chegar ao seu limite.

Quer evitar que o esgotamento conduza a sua vida?

Então, aproveite para conferir as dicas que separamos ao longo deste artigo e aprenda como combater o cansaço mental de forma que ele não afete o seu dia a dia.

Boa leitura!

O que é cansaço mental ou psicológico?

o que e cansaco mental - cansaco psicologico

Também chamado de estafa, o cansaço mental nada mais é do que o momento em que a pessoa sente o seu cérebro sobrecarregado de informações.

Quando isso acontece, até mesmo o seu corpo começa a dar pequenos sinais físicos de que a mente está cansada e precisa de uma pausa.

Esse problema produz uma série de sintomas desagradáveis. E eles não são poucos – veja só:

  • Insônia
  • Tristeza constante
  • Nervosismo
  • Desânimo
  • Angústia sem motivo
  • Ansiedade
  • Preocupações desnecessárias
  • Perda de apetite
  • Diminuição da libido.

Esses são só alguns exemplos, já que há muitas outras consequências do cansaço mental – veremos mais em detalhes a seguir.

Claro, qualquer pessoa pode ficar um pouco ansiosa de vez em quando ou desanimada porque o dia não vai lá muito bem.

O problema se caracteriza quando esses sintomas se repetem de forma constante e conjunta.

O importante é ficar atento aos sinais e não deixar que eles passem despercebidos.

A vigilância com a sua saúde tem que ser total.

Causas do cansaço mental

causas do cansaco mental

Talvez uma das maiores dificuldades do mundo moderno seja aliar saúde e alto desempenho profissional.

Afinal, com o ritmo frenético de atividades realizadas, a sobrecarga passa a fazer parte da rotina – e é aí que os problemas começam.

Você, gestor competente da sua empresa que é, quer dar conta de tudo e, por vezes, se coloca desempenhando funções que nem seriam suas.

As horas de expediente nunca parecem dar conta de todos os problemas que precisam ser resolvidos.

Fora da organização, procura ser o marido ou a esposa modelo, o pai ou a mãe do ano, o amigo ou a amiga de todas as horas.

Ah, e ainda tem que resolver todas as suas questões pessoais.

Não há ser humano que consiga dar conta disso tudo sem, ao final do dia, estar com aquela sensação de que precisa de férias imediatas para hibernar.

Essa vida que gira em altíssima rotação também faz com que não se consiga desenvolver a inteligência emocional.

E ela é necessária justamente para lidar da melhor forma possível com os sentimentos que surgem.

No fim, esse cenário acaba agravando ainda mais a situação do cansaço mental.

Diante disso, é importante entender como lidar com obrigações do dia a dia. Também com as frustrações capazes de impactar negativamente o seu íntimo.

Tudo para que você possa evitar o desgaste psicológico.

Quais os sinais de uma mente cansada? Como identificar o cansaço mental?

sinais de cansaco mental - como identificar cansaco mental

Uma mente cansada dá sinais do seu esgotamento.

Acredite, eles estão aí, mesmo que você nem sempre seja capaz de perceber ou faça questão de ignorar.

É importante ficar atento a eles para buscar soluções imediatas, antes que o problema se agrave.

Veja indícios de que o seu cérebro está pedindo ajuda.

Cansaço constante

Sabe aquela sensação de que não importa o tamanho do feriado ou mesmo a chegada do final de semana: nunca parece o suficiente para descansar?

Talvez nem um ano sabático desse conta do seu desgaste.

O cansaço começa a virar quase que um problema crônico, sem que se vislumbre alguma solução.

Por mais que você pare e dê um tempo, os problemas e as obrigações do trabalho teimam em marcar presença na sua mente.

Alta irritabilidade

Uma pessoa cansada está mais perto do seu limite e muito próxima de explodir.

Pode nem ser algo muito sério, mas é a gota suficiente para transbordar o balde.

Esse comportamento é muito comum naqueles que guardam muito suas angústias e reclamações para si, sem desabafar.

Chega uma hora que ou você coloca tudo isso pra fora ou é sufocado.

Se você nunca foi uma pessoa irritadiça e, de uns tempos pra cá, começou a perder a paciência por qualquer bobagem, investigue essa mudança de postura.

Ela não é normal.

Desânimo

Falta de vontade de fazer qualquer atividade.

Tudo parece uma tarefa difícil, que necessita de forças hercúleas para ser desempenhada.

Você também começa a inventar muitas desculpas para fugir dos seus compromissos.

Afinal, sair de casa não parece exigir demais.

Mesmo os amigos começam a ser deixados de lado.

Aquela pessoa festeira, que adorava sair para bater um papo no happy hour, deu lugar a um companheiro ausente, quase incomunicável.

Falta de concentração

cansaco mental - falta de concentracao

Tudo tira a sua atenção.

Ficar focado em dedicação a uma só atividade parece até missão impossível.

Você começa a querer fazer um monte de tarefas ao mesmo tempo e, no final, não consegue dar conta de nenhuma.

Isso cria uma bola de neve.

Suas obrigações vão acumulando em cima da sua mesa e os prazos começam a ficar mais apertados.

Para compensar, você faz horas extras e tenta dar conta de tudo, mas o resultado é mais cansaço.

Ansiedade

Então, a ansiedade começa a bater.

O seu pensamento fica preso no futuro, esperando finalizar as demandas a tempo.

As folhas do calendário voam e aquele frio na barriga e a sensação de boca seca passam a ser uma constante.

Pequenas mudanças deixam você aflito, compromissos marcados lhe tiram o sono e cada nova atualização na sua agenda é motivo de agonia.

É hora de parar, respirar fundo, baixar os batimentos cardíacos, focar no presente e deixar o amanhã um pouco de lado.

Diminuição do apetite sexual

Até os seus desejos sexuais começam a sumir.

Sua mente não tem espaço para pensar e processar isso agora.

O desânimo toma conta de tal forma que o seu parceiro começa a ser afetado.

Isso pode acarretar sérios problemas na relação.

Afinal, seu companheiro (a) pode achar que o problema é com ele, que você não o acha mais atraente, que o amor acabou, quando na verdade não é nada disso.

Falha na memória

Não é incomum que pessoas que demonstram cansaço mental comecem a apresentar problemas de memória.

Isso pode acontecer em função de alterações de estruturas do cérebro, causadas pela sobrecarga.

Entre as regiões cerebrais mais afetadas, estão aquelas responsáveis pelas funções cognitivas, como memória e atenção.

Para se ter uma ideia, o hipocampo – parte do cérebro que retém as lembranças – chega a ter suas dimensões reduzidas em casos mais severos de esgotamento.

13 dicas para tratar e vencer o cansaço mental

dicas para vencer o cansaco mental

Você se identificou com o conjunto de sintomas e a maneira como eles alteram sua rotina?

Então, é hora de começar a agir.

Por isso, leia com calma cada uma das dicas a seguir e absorva o melhor delas.

1. Evite trabalhar em casa

Um bom trabalhador não é aquele que atua fora do expediente para mostrar serviço, mas sim o que bate o ponto e deixa todas as obrigações profissionais chaveadas dentro do escritório.

Muitas pessoas têm jornadas que estendem muito além do habitual.

Levando-se em conta que os especialistas da saúde recomendam dormir pelo menos seis horas por noite, quanto tempo sobra pra você relaxar e desfrutar da vida?

2. Aproveite os bons momentos com amigos e família

Se o tempo já é escasso, então, use as horas que sobrarem para curtir ao máximo a companhia dos seus mais chegados.

Faça o que mais gosta e desfrute da parceria de quem ama e quer você bem.

Seja um cineminha com o marido ou a esposa, uma cerveja com os amigos enquanto assiste o seu time do coração jogar ou ainda uma noite de videogame com o seus filhos.

Você que escolhe.

Monte sua agenda de entretenimento e se divirta.

3. Evite se cobrar demais

Exigir demais de você também não é uma boa.

Ser rigoroso consigo mesmo e sempre ir em busca do seu melhor “eu” pode até ser saudável, mas exige cuidados.

Tente achar a medida certa entre perfeccionista compulsivo e o relaxado em excesso.

Achar esse meio termo vai ajudar você a se manter vigilante com o seu trabalho, não permitindo que se jogue nas cordas, mas também não abusando da exigência colocada em seus ombros.

4. Evite acumular muitas tarefas ao mesmo tempo

evite acumular tarefas - cansaco mental

Por mais difícil que seja se concentrar, faça esse esforço.

Mesmo que você demore um pouco mais para terminar uma demanda, só pegue outra quando encerrar a primeira, e assim por diante.

Como citado mais acima, às vezes, vale mais a pena produzir menos, mas com qualidade, do que tentar abraçar o mundo e não conseguir nem colocar os seus braços a redor de você mesmo.

Com o tempo, tudo flui e o seu ritmo certamente melhora.

5. Tenha boas noites de sono

Talvez essa seja uma das dicas mais difícil de seguir.

Claro, nem sempre é questão apenas de querer dormir.

É comum que a sobrecarga traga mil pensamentos e que o sono desapareça.

Mas não precisa ser assim, certo?

Uma alternativa pode estar em alguma atividade que ocupe sua cabeça com outras ideias.

Ler um livro, por exemplo. Ou ainda sair para correr antes de deitar e depois desfrutar de um relaxante banho.

O importante é que você aprenda a se desconectar dos problemas.

6. Tente pensar positivo

O mundo está de cabeça para baixo e ainda quer que pense positivo?

Sim, isso mesmo.

A mudança precisa começar por você mesmo.

Além disso, trazer um pouco de otimismo para a sua vida não vai fazer mal algum.

Então, fuja das convenções e ache o seu jeito viver.

Ele pode ser diferente dos outros, mas isso não é problema.

Encha sua cabeça de bons sentimentos e busque enxergar a beleza nas pequenas coisas.

No lugar de reclamar por aparecer um problema em sua frente, use essa dificuldade para se tornar mais forte.

7. Pratique exercícios físicos

cansaco mental - pratique exercicios fisicos

Você já deve ter ouvido a expressão “cabeça vazia, oficina do diabo”, não é mesmo?

Hora de ocupar sua mente com outras coisas além do estresse do trabalho.

Matricule-se em uma academia, faça dança de salão, procure os amigos para marcar uma partida de futebol pelo menos duas vezes por semana.

O que importa é que você encontre algo que complete o seu tempo fora do trabalho de maneira produtiva e prazerosa.

Espante esse cansaço mental com um pouco de suor e endorfina.

8. Cuide de sua alimentação

Procure se alimentar bem e respeitando o tempo de intervalo ideal entre cada refeição.

Busque não ficar mais de três horas sem comer e opte sempre por pratos ricos em nutrientes e vitaminas, em detrimento dos cheios de calorias vazias.

Isso quer dizer que você não pode comer fast food?

Com moderação, não há problema.

O importante é que esse tipo de lanche não se transforme em rotina diante da correria que enfrenta.

Sabe aquele hábito de pular o almoço para ganhar um tempo extra para as atividades do trabalho? Corte agora mesmo.

9. Pratique um hobby

Resgate a criança que existe dentro de você.

Retome atividades que sempre deram prazer, mas que, com as obrigações da vida adulta, ficaram de lado.

Complete um álbum de figurinhas, monte um quebra-cabeça, faça coleção de miniaturas.

Ou, então, descubra um passatempo novo.

Quem sabe agora não é o momento ideal para você aprender a jogar xadrez como sempre quis, mas nunca teve coragem?

Tudo é válido.

10. Dedique tempo para o seu lazer

Não ache que lazer é perda de tempo.

Você também precisa daqueles momentos compartilhados com quem mais ama, seja sua família, amigos ou apenas você mesmo.

É aquela hora para descansar a mente e realmente desconectar de todos aqueles problemas e atividades que têm mantido você em atenção permanente.

Acredite, pode ser a injeção de ânimo que você estava precisando para retomar a rotina.

11. Pratique ioga e exercícios de respiração

cansaco mental - pratique ioga e exercicios de respiracao

Entre esses momentos de lazer, pode ser interessante incluir algumas atividades que trabalhem a sua espiritualidade.

Ioga e meditação são alternativas interessantes, que oferecem um poder de autoconhecimento muito grande.

Além disso, os dois exercícios são famosos por contribuir para o aumento da concentração e diminuição da ansiedade.

Por oferecerem movimentos que lidam com o controle da respiração, eles podem ser aliados na sua luta contra o cansaço mental.

12. Foque em suas tarefas de maior importância primeiro

Ser organizado e manter a rotina de trabalho em ordem deixa mais tempo sobrando para dedicar essas horas da forma que você quiser.

Tenha sempre consigo uma agenda – pode ser eletrônica ou aquelas de papel mesmo.

O foco aqui é poder visualizar tudo que está no seu horizonte de afazeres e organizar como dar conta de cada um deles.

Defina cores diferentes para cada tipo de prioridade ou anote ao lado qual é a urgência de cada uma.

Também sempre deixe uma boa margem entre uma obrigação e outra para se prevenir de eventuais contratempos.

13. Caso necessário, procure ajuda especializada

Se ao longo de sua jornada, você perceber que não está conseguindo lidar com suas emoções e sentimentos de maneira positiva e assertiva, a dica final é procurar ajuda especializada, como a de um psicoterapeuta, por exemplo.

Também um processo de coaching pode ajudar bastante na medida que você desenvolve competências decisivas, como foco, organização e disciplina.

Tudo isso vai contribuir para que você não caia nas armadilhas do cansaço mental e consiga vencê-lo sempre que ele insistir em aparecer.

Converse sobre seus problemas e não guarde nenhuma de suas angústias somente para si.

Conclusão

cansaco mental - conclusao

Cansaço mental não pode ser encarado com naturalidade, nem como uma consequência automática da rotina profissional insana.

O problema deve ser investigado e tratado com responsabilidade.

Por isso, é tão fundamental ficar atento a qualquer sinal que o seu corpo envia e atacá-lo de pronto.

Cuidar de você é sempre a melhor escolha.

Se necessário for, mude seus hábitos e, acima de tudo, procure ajuda se acreditar que não consegue sair dessa sozinho.

Às vezes, é só uma questão de se conhecer melhor, mapear seus objetivos e criar um planejamento sobre como chegar até eles.

Nesses casos, o coaching pode ser um aliado poderoso.

Lembre que, com saúde, um corpo são e uma mente sã, você vai estar muito mais forte para enfrentar as outras dificuldades que a vida apresentar.

Faz sentido? Então, dê início à mudança agora mesmo.

Deixe seu comentário, compartilhe o artigo e visite o site da SBCoaching para saber mais.

Comentários
Compartilhar
AnteriorPerfil Comportamental: Entenda Como as Pessoas Pensam
PróximoCoach Profissional: Principais Benefícios e Como Se Tornar Um
A SBCoaching é uma das maiores empresas de coaching do mundo. Líder e referência nacional e internacional em treinamentos e soluções de alta performance. Firmemente comprometida em promover a evolução e a maximização do potencial humano, a SBCOACHING gera resultados cientificamente comprovados, contribuindo para produzir mudanças positivas e sustentáveis e para aumentar as conquistas de indivíduos, times e organizações.