Depoimentos de Solange Reis, Produtora Editorial, Pesquisadora Iconográfica, Professora e Coordenadora:

“Eu fiz a primeira parte do curso de Personal & Professional Coaching em Maio e farei a segunda em agosto”. Neste meio tempo estou atendendo a várias pessoas pro bonno e gostaria de relatar aqui brevemente como tem sido.

Meu primeiro coachee

Após cinco semanas (5 sessões), estourou na mídia com uma campanha nas mídias sociais e já mudou de departamento e função na empresa que trabalha os depoimentos foram determinantes, tudo isso em um prazo de 30 dias. Segundo ele, graças às tarefas e às reflexões, durante nossas sessões ocorreram mudanças em sua postura referente a pequenos hábitos e inseguranças (que o travavam) e que simplesmente mudou sua vida profisisonal de modo sigificativo. Mesmo diante dos resultados positivos e antes de completar as 10 sessões, ele quer continuar fazendo o processo. Essa semana iremos para a sétima. Não preciso dizer que estou tremendamente feliz e cada vez mais tendo a certeza que é essa carreira que quero para minha vida. Ele virou um case de marketing em mídias sociais, já deu duas palestras e vai ser tema de mestrado de uma jornalista.

Uma experiência fantástica

A segunda coachee precisei parar na 3ª sessão, pois a reação diante das questões foi de uma triste e clara constatação de profundo autoesquecimento e início de uma depressão. Ela concordou comigo que aquele não era o momento para coaching e sim para uma terapia. Concordamos que voltaríamos ao coaching quando ela se sentisse mais fortalecida e pronta. Ela está se tratando e tenho notado (como tenho contato mais ou menos frequente) pelas conversas e colocações que há uma melhora gradual. Ficarei no aguardo para que ela me procure para o coaching novamente. Essa também foi uma experiência fantástica, porque ficou muito claro como as perguntas são chaves para reflexões profundas/internas e para que a pessoa tenha a clara consciência do que está fazendo da própria vida, uma vez que o bem estar e a felicidade está na mão de cada um.

Como ultrapassar a resistência na hora de executar as tarefas

Os demais coachees (3)e os depoimentos estão entre as sessões 3 e 4 com resultados mais imediatos, pequenos no dia a dia, embora os objetivos sejam maiores. Particularmente, eu acredito que ocorre uma certa resistência na execução das tarefas. Tenho colocado a eles que a ação é fundamental para se obter resultados, mas também não adianta estipular grandes e difíceis tarefas, pois elas precisam ser condizentes com a realidade e as possibilidades do momento. E precisam entender o quanto aquele foco e aquele objetivo são importantes para eles. Tenho reforçado a pergunta do comprometimento e os questionado sobre a importância do objetivo escolhido.

Há um último coachee que começou esse sábado, portanto, muito cedo para qualquer observação.

Coaching: gratificante, desafiador e transformador

O fato é que tenho notado o quanto as pessoas estão fora do próprio centro, sempre pensando e referenciando suas vidas e suas realizações no outro, dando um grau de importância e poder ao que os outros vão achar, pensar ou fazer se eles seguirem seus verdadeiros sonhos e desejos de realização, seja no departamento que for da vida. Claro também que minha experiência como coach ainda é muito inócua para observações muito ‘deterministas’, no entanto, tenho como hábito, hobby e até mesmo trabalho, a observação do comportamento humano, e poder colocar uma lupa nesses comportamentos através do coaching tem sido muito bom mesmo pra mim. Tem sido de uma satisfação imensa. “Tanto que já gerou o meu próprio desafio pessoal, o de tornar essa minha única atividade profissional”.