Lideranças nas Organizações – Métodos de Hierarquia e Motivação

3785
homem peças
Cargos de chefia costumam representar o topo da hierarquia de uma empresa.

Cargos de chefia costumam representar o topo da hierarquia de uma empresa. A estrutura adotada por muitas corporações auxilia na organização e distribuição de atividades entre os colaboradores, o que pode contribuir para o sucesso do negócio.

Pontos positivos

Muitos funcionários têm dificuldade em lidar com a hierarquia no ambiente de trabalho. Para que isso não aconteça, é conveniente que eles vejam neste sistema uma possibilidade de adquirir qualidade na vida profissional. A divisão de atribuições permite a coordenação eficiente das ações e, consequentemente, o aprimoramento do serviço.

A postura correta de um líder é o que motiva toda a equipe na busca por bons resultados. Desta forma, seu papel é fundamental não só para as tomadas de decisões, mas para a relação diária entre os demais integrantes.

Boas lideranças nas organizações são:

1. Responsáveis: chefes exemplares também cometem erros, porém se responsabilizam por eles e resolvem o problema de maneira rápida e eficiente. Além disso, as falhas servem como aprendizado para que não ocorram novamente;

2. Pacificadoras: ter controle sobre as emoções é essencial quando se trabalha sob pressão. Deve-se evitar sentimentos como nervosismo e insegurança. Ao contrário, cultive a tranquilidade para apaziguar e neutralizar possíveis momentos de tensão;

3. Discretas: a exposição de crises pessoais ou da companhia deve ser feita com moderação. A equipe precisa estar sempre focada em soluções e não nas dificuldades. Muitas vezes, o compartilhamento excessivo de uma situação negativa por parte da liderança pode estressar os colaboradores;

homens mulheres trabalho
A compreensão com os demais é outro ponto forte.

4. Pacientes: a compreensão com os demais é outro ponto forte. Priorize o diálogo aberto e procure entender os desejos e expectativas de cada um. Atitudes assim ajudam a manter o funcionário motivado para enfrentar a rotina;

5. Solidárias: estimular ideias conjuntas, sem querer levar todo o crédito, é uma qualidade significativa. Bons trabalhadores não se sentem intimidados com pessoas esforçadas e dispostas a aprender. Pelo contrário, incitam essa prática para a melhoria corporativa;

6. Observadoras: saber identificar as características individuais de todos à sua volta é fundamental. Conheça os potenciais e os estilos de cada um para confiar atribuições, respeitando a criatividade e a diversidade do grupo;

7. Incentivadoras: mais do que delegar, deve-se impulsionar o crescimento dos parceiros para ter um ambiente saudável e produtivo. Assim, o desenvolvimento de habilidades será uma iniciativa do próprio colaborador e não uma imposição de superiores;

8. Conselheiras: as conversas individuais com cada membro são importantes por serem momentos em que o líder repassa ensinamentos para o aprendiz. A troca de experiência tem valor único para ambos;

9. Assertivas: tenha inteligência emocional para defender ideias com personalidade e firmeza;

10. Comprometidas: o envolvimento com o que se produz faz toda a diferença. Gostar do ofício e do seu exercício beneficia não apenas a si mesmo, mas a todos os participantes do grupo.

O coaching poderá ajudar na formação de gestores nas organizações, ensinando importantes conceitos e práticas sobre o que é liderança e motivação. O resultado será a excelência na maneira de trabalhar em qualquer campo de atuação.

Comentários
Compartilhar
AnteriorO que é Business and Executive Coaching?
PróximoInforme-se mais sobre Psicologia Cognitiva
Villela da Matta é fundador e presidente da Sociedade Brasileira de Coaching e presidente da SBCOACHING Corporate. Um dos maiores especialistas em business coaching do país, Villela da Matta atuou em organizações como Mercedez-Benz , Deutshe Telekom e participou da formação de mais de 20 mil coaches em mais de uma década de trabalho dedicado ao desenvolvimento do potencial humano, tornando-se conhecido pelo estilo único de transformação de alto impacto. É o primeiro master coach do Brasil, publicando os títulos “Estratégias Avançadas de Vendas” e “Engajamento Total” em parceria com Flora Victoria e Brian Tracy.