SBCoaching na Mídia: Flora Victoria

Confira cinco passos para alcançar as promessas do próximo ano.

Para quem não tem metas definidas para 2016, procurar uma orientação especializada pode ser uma solução

 

– Material publicado pelo jornal o Estado de Minas

Algumas qualidades fundamentais para você atingir suas metas em 2016

Orientação profissional é decisiva para você alcançar metas (e fugir de armadilhas)

Resiliência. Essa é a competência de ordem para 2016, segundo a psicóloga e coach Verônica Bistene Salas Loscha. Depois de um 2015 cheio de inseguranças, em razão, especialmente, da crise econômica e política pela qual o Brasil passa, as pessoas terão de saber lidar com as perdas. “Essa é uma competência-chave para o novo ano, as pessoas precisam saber cair e se levantar, e aprender com os erros.”

Segundo Verônica, por causa do 2015 sem grandes perspectivas para a maioria das pessoas, elas pretendem buscar um novo direcionamento profissional no novo ano. “Percebo que as pessoas estão tentando dar um novo direcionamento em suas carreiras, principalmente porque 2015 foi um ano de crise e muita gente perdeu emprego. Elas estão buscando um plano B, qual seria a profissão que lhes daria satisfação. Estão fazendo autorreflexão.”

Para a especialista, o ano que finda foi um momento de aprendizado. Agora, as pessoas precisam transformar a crise em oportunidade. “Foi um momento de aprender com os erros e com os acertos. Apesar de todos os acontecimentos, considero que 2015 foi um ano bom, porque as pessoas estão agora preocupadas mais com o lado pessoal. Não com o material. Elas querem mais e estão em busca, por exemplo, de um trabalho que mexa não só com a carreira, mas com a vida.”

Para quem ainda não tem suas metas bem definidas para 2016, procurar uma orientação especializada pode ser uma solução. “A gente faz um trabalho de descoberta das competências que precisamos trabalhar para que atinja as metas. A partir daí, faz-se um plano de ação, apontando os obstáculos que vão surgir. E as pessoas têm de saber passar por cima para lidar com esses obstáculos. Por isso, a resiliência é a palavra de ordem no novo ano.

Hora de reflexão
Terapeuta holístico há mais de 20 anos e especialista em filosofia, Dárcio Cavallini aponta o medo como o principal obstáculo para as pessoas conseguirem cumprir suas metas. “O medo é o principal fator limitante, que faz com que tudo que planejamos não vá para a frente. Diferente de quando temos fé, força de vontade e garra, pois aí alcançamos o que queremos.”

Cavallini também defende a autorreflexão. “As pessoas precisam parar e pensar, quando elas querem muito uma coisa, mas muito mesmo, a ponto de não ouvir mais as opiniões negativas de terceiros que falavam para elas que não ia dar certo; quando quiseram tanto uma coisa a ponto de enfrentar a todos e a tudo, dedicaram tempo e o que fosse necessário, elas não conseguiram chegar lá? Todos nós fazemos algo desse tipo, ou seja, um movimento interno forte a ponto de superar tudo em algum momento da vida.”

Segundo o especialista, todo medo é um bloqueio da nossa energia de realização. “Por isso, tratá-lo e superá-lo é parte fundamental para que alcancemos nossas famosas metas de ano-novo, que são perfeitamente possíveis de serem obtidas com determinação, superação e garra.”

O medo se origina da insegurança, falta de confiança em si próprio e a crença de que não é possível fazer, de acordo com o terapeuta. “Ou então é uma sensação inexplicável de limitação, impedimento e bloqueio. O processo para sair dessa energia é buscar o autoconhecimento, entender como funciona o sistema interno e aprender a lidar consigo mesmo. As pessoas não se conhecem direito, planejam, sonham, porém, muitas vezes, quando as coisas não acontecem, ficam frustradas, em vez de contentes”, acrescenta o especialista, apontando problemas de saúde que podem resultar da insegurança das pessoas.

“Temos todo um sistema energético que compõe nossos planos mais sutis de manifestação e quando o nível de energia em desequilíbrio nesses corpos chega no limite, eles extravasam essa energia para ser removida, jogando-a para nosso corpo físico, que então somatiza uma doença. Por isso, quando há insegurança para definir metas, é preciso contar com ajuda externa.”

Cinco passos para alcançar as promessas do próximo ano
O fim de um ciclo e o início de um novo ano são sempre acompanhados por novas promessas e mudanças. Há pessoas que almejam um salário melhor, uma mudança profissional, mais equilíbrio na vida pessoal, adquirir novos bens. Outros projetam um novo amor, menos quilos ou mais tempo para aproveitar a família. Como já sabemos, no entanto, o maior problema de traçar objetivo é realizá-los. Por isso, Flora Victoria, vice-presidente da SBCoaching, listou cinco dicas para realizar as metas e promessas feitas para o novo ano.

1- Detalhe suas metas
Ao pensar em metas, é necessário responder algumas questões: O quê? Quanto? Como? Por quê? Quando? Ou seja, para que seja possível realizar, é necessário que seus objetivos estejam claramente detalhados.

2 – Trace um plano de mudança de atitudes

Pense que, para sair do ponto onde está e alcançar o novo objetivo, é preciso estar disposto a mudar. Afinal, quando se faz tudo igual, a tendência é obter os mesmos resultados. Anote suas observações e siga à risca o que foi estabelecido.

3 – Alinhe valores pessoais às metas
Ganhar mais ou viajar mais não podem ser propósitos por si só e precisam estar acompanhados de motivos fortes. Por exemplo, com mais dinheiro no banco é possível conquistar mais bens materiais que vão agregar em qualidade de vida, como um carro ou um aluguel de um apartamento próximo ao trabalho. Já viajar para aprimorar um idioma e adquirir contato com novas culturas vai ampliar horizontes pessoais e auxiliar a carreira.

4 – Envolva alguém que possa direcioná-lo sobre o melhor caminho a ser percorrido

Contratando um profissional, você terá alguém que o acompanhará em sua busca para alcançar as metas.

5 – Estimule os sonhos e os planos ousados

Crie um ritual de passagem que estimule você a querer buscar seus objetivos e o ajude a lembrar-se sempre das metas que foram estabelecidas e devem ser cumpridas. Uma lista na carteira e escrita logo depois da meia-noite de 31 de dezembro carrega uma forte carga de simbolismo, que dá esperança e forças para realizar o que foi desejado, por exemplo.