Coach Carter: lições para se inspirar aprendidas com o filme

coach carter licoes para se inspirar aprendidas com filme

Se você já assistiu ao filme Coach Carter, talvez tenha se surpreendido com as lições de liderança.

Mas, se ainda não prestigiou a obra, não se preocupe: não vamos dar spoilers, e o conteúdo será útil da mesma maneira.

Basicamente, Coach Carter conta a história de um técnico de basquete que aceitou o desafio de treinar um time de adolescentes de uma escola pública em um bairro pobre, onde ele mesmo havia estudado e jogado.

Muito além de uma atitude saudosista, ele encara a decisão como a missão de mudar a vida dos garotos, traçando um futuro melhor a partir do esporte e dos estudos.

Com esse enredo, a obra aborda o poder de uma liderança transformadora e dá uma verdadeira aula de resiliência, comprometimento e coragem.

Existem vários pontos de vista sobre o filme, que trata de questões delicadas como a desigualdade social, sistema de ensino precário, drogas e violência.

Hoje, vamos trazer a perspectiva da liderança, tendo como figura central o treinador Carter.

Confira as lições que preparamos:

  • Resumo do filme Coach Carter
  • As principais lições ensinadas pelo filme
  • A definição de objetivos e táticas pelo líder
  • Por que os resultados aparecem em médio e longo prazo
  • O coaching de liderança e seus benefícios.

Se você quer seguir o exemplo de um líder histórico, acompanhe a saga do treinador Carter e seus ensinamentos valiosos.

O filme Coach Carter

Coach Carter é um filme de esporte dramático lançado nos EUA em 2005, dirigido por Thomas Carter e estrelado por Samuel L. Jackson.

Baseado em fatos reais, o longa conta a história do técnico de basquete Ken Carter (Samuel L. Jackson), que ficou famoso em 1999 por suspender seu time invicto do ensino médio por conta de notas baixas dos jogadores.

Tudo começa na cidade de Richmond, Califórnia, onde o dono de uma loja de artigos esportivos recebe um convite para treinar o time de basquete de sua antiga escola.

Ken Carter, o protagonista, já havia ganhado inúmeros títulos pelo mesmo time em sua época e então decide aceitar o desafio de liderar uma equipe de garotos indisciplinados em uma área pobre da cidade.

Ao se deparar com a má conduta e situação social vulnerável dos jovens, Carter resolve assumir uma postura linha-dura e impõe um regime rígido ao time.

Logo de início, os jogadores são obrigados a assinar um contrato para participar da equipe, em que se comprometem a respeitar o técnico, vestir-se adequadamente e ter um bom desempenho escolar.

Apesar da rebeldia e até reações violentas dos garotos, aos poucos o treinador Carter vai vencendo a resistência e se envolvendo com a vida dura de seus jogadores.

No decorrer do filme, percebemos que o propósito de Carter vai muito além de montar um time de basquete imbatível: sua missão é dar uma perspectiva de futuro a jovens ameaçados pela pobreza e pelo crime.

Para cumprir essa tarefa, o técnico está disposto a tudo, até mesmo desafiar a própria escola, famílias e comunidade em nome da educação dos garotos.

Em um dos momentos mais marcantes da obra, ele toma uma atitude radical ao descobrir que os jogadores estão faltando às aulas e reprovando em matérias.

Graças à persistência do treinador, os jovens passam a compreender a importância do sucesso acadêmico antes do êxito nos esportes, e o time segue cada vez mais fortalecido.

As lições que o filme Coach Carter nos ensina

coach carter licoes filme nos ensina

Muito além de um filme sobre esportes, Coach Carter é uma obra-prima da liderança que tem grandes lições a ensinar.

Acompanhe os pontos mais importantes do longa-metragem.

Ser líder vai muito além de dar ordens

O verdadeiro líder não se limita a distribuir ordens e esperar que sejam acatadas, como na figura convencional do “chefe” que ainda permeia nosso imaginário.

Na verdade, a própria liderança pode ser definida como “um processo de influência social que maximiza os esforços dos outros em direção ao atingimento de objetivos em comum”.

A frase é do Dr. Travis Bradberry, coautor do best-seller Inteligência Emocional 2.0 (HSM, 2016), que faz questão de ressaltar que ser líder não tem nada a ver com hierarquias, títulos ou senioridade.

A essência da liderança está na capacidade de guiar pessoas e gerenciar suas competências, de modo que atinjam metas preestabelecidas.

No caso do treinador Carter, por mais que o estilo “autoritário” seja indispensável para lidar com adolescentes marginalizados, toda imposição tem um propósito claro e uma visão nobre por trás.

Há momentos em que o líder precisa se impor para conquistar respeito, mas suas ordens nunca serão vazias de significado.

Pelo contrário: cada movimento é calculado para chegar a um resultado específico.

Muitas vezes, esse resultado é um bem maior que favorece todos os envolvidos, ainda que não enxerguem suas implicações no início do processo.

Para Carter, toda ordem e direcionamento tinha a função de impulsionar os jovens em direção a um futuro melhor, e não meramente reforçar sua autoridade.

É preciso trabalhar as fraquezas para fortalecê-las

Todo líder precisa reconhecer os pontos fortes e fracos de seus subordinados, a fim de desenvolver cada indivíduo de acordo com suas particularidades.

Em última análise, é papel do líder levar as pessoas a atingirem seu pleno potencial, mostrando o caminho da superação e do autoconhecimento.

O coach Carter, por exemplo, se deparou com a realidade precária dos jovens e conseguiu enxergar suas vulnerabilidades.

Famílias desestruturadas, um sistema de ensino falido e a ameaça constante do crime não impediram o técnico de trabalhar as fraquezas dos alunos e acreditar em seu fortalecimento.

Antes do treinador, os jogadores não se dedicavam suficientemente ao esporte nem à escola, mas uma liderança transformadora foi capaz de mudar suas vidas para sempre.

Bastou um direcionamento profissional para que eles levassem os estudos a sério e alcançassem resultados inéditos no basquete.

Mas, para isso, Carter teve que se aprofundar nos pontos fracos de cada um deles e encontrar uma forma de superá-los.

Temos o costume de priorizar nossas forças e ignorar as deficiências, quando na verdade deveríamos focar justamente no que não fazemos bem.

Os bons líderes sabem disso e procuram equilibrar as qualidades e defeitos para alcançar um desempenho superior.

É preciso respeitar para ser respeitado

A hierarquia é uma realidade inegável em nossa sociedade, mas o respeito é um valor obrigatório que deve reger todas as relações – independentemente da posição hierárquica.

Os grandes líderes são admirados porque conquistam a credibilidade de seus subordinados, e para isso também demonstram respeito em todas as suas atitudes.

No filme, vemos um treinador que precisou assumir uma postura firme e rigorosa, mantendo-se inabalável na relação com os adolescentes.

Mesmo quando Carter sofre uma ameaça de agressão, ele responde de igual para igual, mostrando que está disposto a se defender diante do confronto iminente.

A seriedade com que o treinador lida com a situação é intimidadora, mas ao mesmo tempo respeitosa, pois leva em consideração os limites dos jovens durante o conflito.

Além disso, um líder jamais recorreria à humilhação ou escárnio de seu subordinado, porque estaria rompendo com a relação de confiança que embasa a liderança.

É possível ser bastante severo, caso a situação exija, sem apelar para o desrespeito, como nos prova Carter.

A disciplina é essencial para alcançar objetivos

coach carter disciplina essencial para alcancar objetivos

Ao contrário do que diz o senso comum, disciplinar alguém significa conduzir essa pessoa ao caminho correto, e não aplicar castigos para dar uma lição.

A própria palavra disciplina vem do latim disciplina, que indica o ato de instruir, e também deriva de discipulus, representando o ensino que os discípulos recebiam de seus mestres.

Assim, o líder deve mostrar que a disciplina é fundamental para alcançar qualquer objetivo desejado, pois é reflexo direto do comprometimento consigo mesmo e com a equipe.

O coach Carter usa a disciplina na proporção necessária para mudar o comportamento de jovens acostumados ao caos, à desordem e à falta de perspectiva.

Para os jogadores do filme, a única forma de garantir um futuro diferente é enfrentar sua própria realidade e assumir a responsabilidade pelo seu destino.

Considerando o ambiente impróprio em que viviam e a absoluta falta de apoio, a disciplina foi crucial para seguir adiante no difícil caminho da mudança.

É preciso respeitar o mundo do outro

Os líderes são gestores de pessoas por excelência, e por isso sabem que cada indivíduo tem uma personalidade, história, hábitos e preferências únicos.

Faz parte da abordagem de liderança compreender esse universo particular e manter o devido respeito às diferenças, coordenando equipes diversas em prol de objetivos em comum.

Na verdade, esse é um dos maiores desafios do líder: criar a sinergia necessária entre pessoas totalmente diferentes, para que trabalhem em equipe e persigam o mesmo propósito.

Nesse sentido, o coach Carter é um grande exemplo, pois abandonou sua realidade confortável para se aventurar nos problemas e conflitos de jovens considerados “problemáticos” em uma escola precarizada.

Não satisfeito em ser mais um treinador de basquete, ele quis compreender o mundo daqueles garotos e sonhou com outro futuro para eles, ciente de seu potencial.

Durante todo o processo de mudança, ele respeitou os limites desse universo e se integrou à realidade antes de querer transformá-la.

O melhor feedback é aquele dado com sinceridade

coach carter melhor feedback aquele dado com sinceridade

O feedback é um dos principais instrumentos de um líder, pois permite a avaliação e ajuste contínuos do desempenho de seus subordinados, além de oferecer um cenário realista sobre o progresso de cada um.

No entanto, a ideia de receber feedback ainda causa arrepios em muitas pessoas, que temem críticas duras e se sentem inseguras com a avaliação.

De acordo com a colunista da Forbes Margie Warrell, o segredo para acertar no feedback crítico é focar mais no comportamento esperado do que nos erros cometidos.

Em artigo de 2015, ela ressalta a importância da sinceridade nos feedbacks, que só funcionam de fato quando são bem estruturados.

Um método útil é ser muito claro e conciso a respeito do comportamento indesejável – quando, como, de que forma ocorreu – e reforçar logo em seguida o comportamento correto nos mínimos detalhes.

Afinal, um feedback pode ser perfeitamente sincero sem provocar emoções negativas como ansiedade, medo e raiva.

No caso do treinador Carter, a coragem de dar os feedbacks mais duros possíveis foi necessária, tendo em vista as condições dos alunos.

O mesmo rigor não se aplicaria a situações de negócios, por exemplo, mas a atitude de manter um feedback contínuo e individual é um dos traços fundamentais dos líderes que se preocupam com seus liderados.

Manter um bom relacionamento com a equipe é fundamental

Finalmente, o relacionamento com a equipe define até onde o líder pode chegar com sua metodologia.

Isso porque a liderança não se resume a competências técnicas e boas estratégias, mas possui um forte componente emocional e comportamental que é próprio das relações humanas.

Assim, o líder transformador investe na construção de vínculos de confiança com seus subordinados, pois sabe que essa proximidade é essencial para ampliar os efeitos de seu trabalho.

O treinador Carter foi muito além de uma posição de treinador esportivo, desenvolvendo empatia ao ponto de se dedicar à transformação radical dos jovens.

Ele não somente ofereceu instruções técnicas, mas revolucionou a visão de mundo dos jogadores e se envolveu pessoalmente com cada um deles para provar seu ponto.

Ao lidar com pessoas, não basta ter um método comprovado ou credenciais invejáveis: é preciso se conectar com o outro para extrair seu potencial máximo e explorar todas as possibilidades.

É por isso que os líderes constroem relações sólidas e duradouras, chegando a tratar suas equipes como se fossem sua própria família.

O líder define objetivo e as táticas

coach carter lider define objetivo taticas

O líder é, obrigatoriamente, um grande estrategista, capaz de definir objetivos e as melhores táticas para atingi-los.

Como diz o autor John C. Maxwell, “um líder é alguém que conhece o caminho, segue o caminho e mostra o caminho”.

Por isso, a primeira tarefa do líder é diagnosticar a situação atual da equipe e definir objetivos realistas, tangíveis e mensuráveis a serem atingidos.

Mais do que isso, o líder trabalha as competências comportamentais como resiliência, foco e autoconfiança para que os subordinados deem o seu melhor ao perseguir as metas.

Naturalmente, a liderança deve ser inspiradora, capaz de motivar e engajar pessoas a partir de um propósito em comum.

Com a equipe pronta para agir, o líder traça as melhores rotas ao selecionar estratégias e táticas eficientes, justificando cada decisão tomada.

Durante a caminhada rumo aos objetivos, também é papel do líder coordenar todos os envolvidos e redirecionar quando preciso.

Resultados de projetos devem ser observados a médio e longo prazo

coach carter resultados projetos devem ser observados medio longo prazo

Evidentemente, os resultados dos projetos não são imediatos e devem ser observados em diferentes prazos.

Não à toa, o modelo básico de planejamento estratégico exige que prazos sejam definidos para cada objetivo, dividindo aqueles que podem ser alcançados em curto, médio e longo prazo.

O líder que sabe aonde quer chegar toma decisões que surtem efeito ao longo do tempo, em várias etapas que dão conta de manter as equipes motivadas a cada pequena vitória.

Logo, a transformação real não ocorre de imediato, e a pressa é inimiga das grandes realizações.

Para redirecionar um time de adolescentes, o coach Carter dedicou anos da sua vida e enfrentou várias idas e vindas durante o percurso.

O importante é acompanhar os resultados de perto e fazer as correções necessárias a tempo, mantendo o foco no objetivo inicial que motivou todo o processo.

O Coaching de liderança e seus benefícios

coach carter coaching lideranca seus beneficios

O coaching de liderança é um processo decisivo para você que busca se tornar um líder inspirador.

Por meio de uma metodologia embasada cientificamente, o coaching foca no desenvolvimento e aprimoramento de competências essenciais.

No caso do líder, os pontos-chave são a motivação, comprometimento, positividade e autoconfiança, além de empatia para gerenciar pessoas com excelência.

Não há uma fórmula exata para ser líder, mas o coach pode guiar você por um caminho de autoconhecimento para criar seu próprio estilo de liderança e potencializar suas virtudes.

Além disso, o processo corrige as vulnerabilidades e leva você ao estado desejado por meio da mudança de comportamento, para além de questões técnicas.

O crescimento pessoal e profissional é garantido, com a vantagem de contar com um apoio fundamental para seguir o plano de ação e conquistar seus objetivos.

Conclusão

coach carter conclusao

A partir do filme Coach Carter, conseguimos explorar os principais conceitos e fundamentos da liderança.

O cenário esportivo pode ser facilmente transportado para o mundo dos negócios, onde um grande líder faz toda a diferença nos resultados das equipes.

Afinal, apesar do nível de complexidade da situação, o líder é capaz de enxergar além e conduzir pessoas com excelência rumo a objetivos em comum.

Nem sempre o caminho é fácil, mas sua credibilidade motiva todos a mudarem suas atitudes e o mundo ao redor.

Assim, o líder pode ser um treinador esportivo que luta para dar um futuro ao seu time ou um gestor que enfrenta qualquer desafio para alavancar sua equipe.

No fundo, todos os líderes têm em comum o propósito inspirador, coragem para perseguir seus objetivos e a incrível capacidade de despertar o melhor das pessoas.

Gostou das dicas deste artigo?

Já utiliza alguns dos ensinamentos do filme Coach Carter em sua vida pessoal e profissional?

Deixe um comentário.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

Os benefícios de aprender a se colocar no lugar do outro

Aprenda a desenvolver inteligência emocional no trabalho

Saiba o que é resiliência e entenda como desenvolvê-la

Como identificar e prevenir o esgotamento mental

Cinco dicas práticas de como vencer a timidez

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.