Inteligência Social

A inteligência social foi originalmente definida pelo psicólogo norte-americano Edward Thorndike como a capacidade de compreender e gerir outras pessoas e de se engajar em interações sociais adaptativas (THORNDIKE, 1920). Mais recentemente, na década de 1980, os psicólogos Nancy

Cantor e John Kihlstrom redefiniram a inteligência social para se referir ao conhecimento do indivíduo sobre o mundo social. Já Peterson e Seligman (2004) sugerem que a inteligência social diz respeito às diferenças individuais que refletem a capacidade de processar informações, sentimentos e outros estados psicológicos diretamente relevantes para o bem-estar.

É entendida como a habilidade de processar informação emocional, seja de origem interna ou externa. Diz respeito às capacidades de:

Entender e administrar emoções;

Avaliar de forma cuidadosa seus próprios sentimentos, desempenho e motivos;

Agir de forma sábia em relacionamentos;

Identificar conteúdo emocional nos gestos e nas expressões dos outros para facilitar as interações.

Estudos sobre Inteligência Social

Após dez anos de estudos, identificaram os seguintes comportamentos associados a pessoas com um alto nível de inteligência social:

  • Aceitar os outros como eles são;
  • Admitir os próprios erros;
  • Demonstrar curiosidade e interesse pelas pessoas, pelo mundo em geral e pelo ambiente imediato;
  • Ser pontual (o que é visto como sinal de respeito e cortesia para com os outros);
  • Ter consciência social;
  • Pensar antes de falar e agir;
  • Não prejulgar – avaliar a relevância das informações antes de tomar decisões ou formar opiniões;
  • Ser honesto consigo e com os outros e mostrar-se sensível às necessidades dos demais.

Estudo semelhante realizado pelos pesquisadores Kosmitzki e John define da seguinte forma os indivíduos dotados de inteligência social:

  • São acolhedores e solidários;
  • Têm facilidade de lidar com pessoas;?
  • São capazes de enxergar o ponto de vista dos outros.

Entre os modelos clássicos de inteligência social estão Gandhi, Robert Kennedy e irmã Dulce, por exemplo. A liderança carismática que eles exerceram implica muitas habilidades e muitos pontos fortes, mas a inteligência social é o carro-chefe.

Conheça nossas outras páginas

ELEVE SEUS GANHOS E POTENCIALIZE SUA PERFORMANCE

CHEGUE À EXCELÊNCIA COM A SBCOACHING!