Comunicação não verbal: a linguagem corporal

Falar não é a única forma encontrada por seres humanos para se relacionar e se comunicar. A emissão e recebimento de mensagens podem se dar por meio de gestos, toques e pela postura adotada por cada pessoa. Esse tipo de comportamento é chamado de linguagem corporal, e pode ser tão importante quanto o uso das palavras. Não é muito difícil observar durante uma conversa, seja no trabalho ou entre amigos, uma distonia entre as palavras empregadas e as expressões gestuais adotadas.

Saber interpretar as diferentes linguagens é essencial para compreender o comportamento dos outros e para também passar a se comportar de maneira mais clara e objetiva. A comunicação nas empresas e fora delas deve considerar os sinais corporais aliados para o aperfeiçoamento das relações e do desenvolvimento pessoal.

Esse aspecto é extremamente influenciado por fatores culturais, sociais e psicológicos. O ambiente no qual o indivíduo está inserido irá determinar a forma como ele irá se comunicar. Gestos e expressões não verbais são interpretados de maneiras diversas em um país, região ou até mesmo em uma empresa. Por isso, é fundamental observar e se adequar aos locais onde precisará se fazer entender da melhor possível. O estado mental também é um fator a ser analisado por meio dos movimentos corporais, que podem revelar tensão, nervosismo, relaxamento, entre outros.

Para conseguir interpretar bem os estímulos que emitimos e que recebemos, é necessário prestar atenção nas expressões faciais, movimentos de braços, pernas, mãos, cabeça e tórax. O tom de voz, o volume e a velocidade da fala também comunicam, assim como a aparência diz muito sobre quem somos e como nos sentimos.

Ter consciência dos sinais que você emite é importante para saber o tipo de informação que se deseja partilhar. Para isso, também é preciso identificar qual postura é a mais ideal para cada situação. Estudos sobre a expressão corporal estão sendo intensificados nos últimos anos por profissionais das áreas de psicologia e sociologia, para identificar os sentimentos e expressões não comunicados por palavras.

Detalhes importantes

A postura adotada para se expressar pode fazer com que a confiança de nossos interlocutores seja alcançada com mais facilidade. Movimentos realizados com a cabeça, por exemplo, podem ser interpretados da seguinte forma: de lado a lado significam uma negação; o consentimento pode ser percebido por meio de movimentos para cima e para baixo; a cabeça inclinada para baixo indica desaprovação e inclinada lateralmente significa interesse.

O melhor conselho para quem irá enfrentar situações como entrevistas de emprego, reuniões ou palestras é manter a calma e a tranquilidade. Evite movimentos bruscos frequentes e posições defensivas, como a de braços cruzados, pois geralmente transmitem medo, timidez ou frieza. A noção e o controle sobre a linguagem do corpo podem influenciar de maneira significativa seu caminho para o sucesso.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Desenvolvimento de carreira: saiba como o coaching pode te ajudar

Como viver de coaching?

Coaching Generativo: O que é, Como Funciona e Como Aplicar

5 passos de como construir um negócio milionário em coaching

6 passos de como ter um negócio bem-sucedido como coach

Aprenda a viver 100% de coaching: guia completo

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.