Diligência (Virtude): Significados, Importância e Como ser

diligencia virtude significados importancia como ser

A diligência está entre as virtudes mais inspiradoras do ser humano, e hoje você vai descobrir se possui esse diferencial.

Ser diligente significa se destacar pela dedicação, cuidado e excelência em tudo o que faz, prezando por cada detalhe em suas tarefas.

Para além do empenho, a diligência se traduz em resultados, pois alcançar os objetivos é tão importante quanto conduzir bem o processo.

Para as pessoas comuns, o caminho mais fácil é tentador.

Para os diligentes, cada desafio é uma oportunidade, na mesma proporção de suas dificuldades.

Não à toa, essas pessoas ganham protagonismo no trabalho, nos estudos e nas relações pessoais, pois conquistam a confiança e admiração de todos.

Mais do que obstinadas pela vitória, são verdadeiramente engajadas em seus propósitos, movidas pela mais sincera vontade de fazer seu melhor.

Será que você se encaixa nessa descrição?

Felizmente, é possível desenvolver a diligência com os métodos corretos, colhendo seus frutos de sucesso e realização.

Vamos explicar como chegar a esse patamar em alguns tópicos:

  • O que é, exatamente, a diligência?
  • Como essa virtude está presente no coaching
  • O que significa ser diligente na vida pessoal
  • Como aplicar a diligência no trabalho
  • Dicas e práticas para se tornar mais diligente
  • Como o coaching potencializa essa competência
  • Exemplos de grandes líderes diligentes no mundo.

Se você quer conquistar esse atributo e aproveitar seus benefícios, dedique um tempo a esta leitura essencial.

O que é diligência?

diligencia o que e

Diligência é uma virtude humana que expressa o cuidado, atenção e dedicação para seguir objetivos de vida até o fim.

A origem da palavra está no verbo latino dilligere, que significa amar, enquanto dilligens define “aquele que ama”.

A raiz do termo explica sua natureza afetuosa, pois diligência diz respeito ao carinho, alegria e disposição para realizar tarefas.

Mais do que ter foco nos objetivos, ser diligente é se preocupar verdadeiramente com os resultados e buscar a forma mais ágil, criativa e eficiente de fazer algo – seja uma tarefa simples ou um projeto de longo prazo.

O conceito filosófico vem da ética, mas também está presente entre as sete virtudes do cristianismo, conforme escreveu o poeta cristão Prudência em sua obra Psicomaquia.

No contexto religioso, a diligência é o antônimo do pecado capital “preguiça”, sendo traduzida como persistência, objetividade e disciplina.

Logo, seu oposto está em defeitos como a negligência, desatenção e lentidão.

Além disso, o termo também aparece como uma das principais lições do budismo, junto aos conceitos de generosidade, disciplina, paciência, meditação e sabedoria.

O que significa diligência no Direito?

A diligência no campo do Direito possui vários significados, mas a ideia central é de uma demanda ou providência que precisa ser solucionada.

O termo é mais utilizado para se referir à correspondência jurídica, ou seja, a participação dos advogados em processos e procedimentos extrajudiciais.

As diligências são realizadas fora dos cartórios e incluem audiências, vistorias, avaliações, arrecadações, coletas de provas e outros atos do ofício dos juristas.

Assim, o conceito abrange desde uma simples cópia dos autos até a participação em audiências.

Nos escritórios de advocacia modernos, as diligências já fazem parte do modelo de negócios, pois movimentam a empresa e agregam valor aos serviços.

Ainda no campo jurídico, a expressão “princípio da diligência” é usada para caracterizar o empenho dos profissionais em solucionar problemas e cuidados com a qualidade da prestação de serviços.

O que é ser diligente (virtude)?

Pessoas diligentes são dedicadas, perspicazes e buscam sempre a forma mais ágil, eficiente e honesta de realizar seus objetivos.

A essência da diligência está na dedicação e cuidado a cada atividade, com atenção plena ao cumprimento de prazos e excelência no desempenho.

É comum o uso do termo como sinônimo de persistência, mas é importante não confundir diligência com obstinação ou insistência.

Isso porque essa qualidade exige um esforço inteligente, ou seja, não basta perseguir cegamente um objetivo: é preciso se empenhar com sabedoria, concentrando energia nos pontos certos.

O diligente é focado em resultados, mas também valoriza o processo, buscando a eficácia e eficiência em tudo que faz.

Nesse sentido, definimos eficácia como o alcance dos objetivos e realização da tarefa conforme planejado, enquanto a eficiência determina o nível de produtividade e qualidade dos meios utilizados.

Visto que, para as pessoas diligentes, os fins não justificam os meios.

Em outras palavras, é preciso fazer as coisas certas do modo certo, priorizando também a ética, honestidade e competência em cada tarefa.

É por isso que a diligência está diretamente ligada ao zelo e ao primor, pois não se trata apenas de cumprir metas, mas de entregar o melhor de si em todas as etapas do processo.

Por essa razão, as pessoas de fato diligentes são muito aplicadas, cuidadosas e ávidas por resultados extraordinários.

O que é diligência no coaching?

 

diligencia o que e coachingÉ fácil entender por que a diligência é um dos ingredientes essenciais do coaching.

Estamos falando de um processo voltado ao desenvolvimento e aprimoramento de competências, especialmente no quesito comportamental.

Qualquer pessoa pode fazer um curso e aprender uma habilidade técnica, como dominar um software, utilizar uma ferramenta ou conduzir um projeto.

Mas, quando o assunto é comportamento, poucas metodologias dão conta de melhorar aspectos como a autoconfiança, resiliência e motivação.

É exatamente este o foco do coach: potencializar virtudes do indivíduo e corrigir suas vulnerabilidades.

Nessa perspectiva, a diligência é uma das competências centrais do processo de coaching, pois diz respeito ao comprometimento do coachee com seus objetivos de vida.

Durante as sessões de coaching, você reconhece seu estado atual e projeta o estado desejado no futuro, com objetivos e metas que refletem suas aspirações.

A partir disso, o coach ajuda a traçar um plano de ação para chegar até esses objetivos, usando a diligência como base para manter você no caminho certo e totalmente engajado(a).

Hoje, há cerca de 53 mil coaches profissionais no mundo, segundo o relatório 2016 ICF Global Coaching Study, da International Coach Federation.

Somente nos EUA, o mercado de coaching pessoal movimenta US$ 1 bilhão, segundo o levantamento The U.S. Personal Coaching Market, da Market Research.

Se depender da necessidade de diligência, o setor tende a crescer ainda mais.

Afinal, é impossível fazer um “curso de diligência”, pois essa virtude só pode ser desenvolvida em conjunto com outras competências comportamentais, como na abordagem do coaching.

O que é diligência na vida pessoal?

diligencia o que e vida pessoal

A diligência aplicada à vida pessoal está relacionada, principalmente, ao compromisso consigo mesmo(a) e com os outros.

Ser diligente começa na dedicação às metas pessoais, que exigem muito foco e perseverança.

Conquistar o emprego dos sonhos, fazer aquela viagem exótica ou prosperar em um negócio são exemplos de objetivos que requerem diligência.

Nas relações, a virtude é essencial para fortalecer os laços, pois inspira respeito e solicitude no convívio com os demais.

As pessoas diligentes costumam se prontificar para ajudar os outros, porque também possuem elevada empatia.

Ademais, são indivíduos que jamais cometem o erro da negligência, seja com os outros ou com si próprios.

Por estarem sempre atentos às necessidades pessoais e alheias, são naturalmente prestativos e responsáveis em seus relacionamentos.

O que é diligência no trabalho?

A raiz da diligência está em trabalhar duro, pois todas as conquistas emanam do esforço particular.

Não à toa, o conceito é mais conhecido no mundo corporativo, onde os profissionais diligentes são preciosos para as empresas.

Para o professor de Direito e especialista em ética profissional James Moliterno, por exemplo, diligência é “o aspecto atemporal da competência”.

Em seu livro Emanuel Law Outlines for Professional Responsibility (Wolters Kluwer Law & Business, 2016), o professor ressalta a característica na carreira jurídica, que exige comprometimento absoluto com a situação do cliente.

Do profissional diligente, são esperados os mais altos padrões de excelência e uma postura impecável, que inspiram confiança nos clientes, superiores e colegas de trabalho.

Outro elemento fundamental é a pontualidade, pois os prazos são de vital importância em qualquer atividade profissional.

Profissionais diligentes são metódicos com horários e não toleram atrasos em compromissos ou tarefas, pois a prontidão é uma de suas características básicas, assim como a assiduidade.

Embora procurem os métodos mais ágeis para realizar suas atividades, esses indivíduos nunca o fazem com pressa, pois precisam garantir a eficiência nos mínimos detalhes.

Além disso, são perfeitamente organizados e fazem da alta performance o padrão mínimo em sua atuação.

Enquanto a preguiça aponta para os caminhos mais fáceis, a diligência mostra a rota mais desafiadora – e, claro, mais promissora.

Assim, os profissionais diligentes são aqueles virtuosos o suficiente para seguir o caminho do sucesso, ainda que os obstáculos sejam mais difíceis.

Como ser diligente?

diligencia como ser

Para ser diligente, você precisa embarcar em uma jornada de transformação que envolve vários aspectos da personalidade e comportamento.

Não é algo que se aprende rápido, tampouco um dom ou talento de poucos: é uma competência comportamental que precisa ser desenvolvida em longo prazo.

De acordo com uma pesquisa realizada na University College London (UCL) em 2010, nosso cérebro leva cerca de 66 dias para ajustar um comportamento e criar um hábito.

O estudo How are habits formed: modelling habit formation in the real world, publicado no Jornal Europeu de Psicologia Social, mudou nossa visão sobre o processo de mudança comportamental.

Além do prazo mínimo para a transformação, os resultados indicam que a nova atitude requer repetição constante dos padrões, ou seja, muita prática no dia a dia.

O caminho para se tornar mais diligente não é diferente, pois requer disciplina e concentração em cada atividade desempenhada.

Para facilitar o processo, confira algumas dicas fundamentais para desenvolver essa virtude.

Invista na gestão do tempo

A gestão do tempo é o segredo das pessoas diligentes, que conseguem organizar suas tarefas e agenda com eficiência.

Para isso, comece escolhendo uma ferramenta para controlar seus compromissos, como uma lista de afazeres, aplicativos de organização pessoal ou a boa e velha planner.

Por mais competente que uma pessoa seja, é impossível gerir o tempo corretamente sem o registro apropriado e uma ajuda da tecnologia.

Determine prioridades

Pessoas que sabem escolher prioridades nunca perdem um prazo, nem vivem abarrotadas de urgências.

Logo, você precisa separar o que é urgente (imediato) do que é importante, além de eliminar tudo o que for dispensável para liberar espaço na agenda.

Remova distrações

Vivemos na era das distrações, com infinitas notificações tumultuando nossos celulares o dia inteiro.

Para evitar se perder entre redes sociais, silencie suas notificações durante o expediente e estabeleça um horário para verificar as mensagens .

Assim, você desenvolve sua disciplina e foco para alcançar a diligência.

Recompense a si mesmo

Ser diligente significa trabalhar duro em prol dos seus objetivos, por isso a recompensa também é essencial para manter a motivação.

Não deixe de presentear a si mesmo(a) com uma experiência ou bem material desejado quando alcançar suas pequenas vitórias.

Afinal, a diligência depende de um estado mental positivo e saudável para se realizar.

Saiba quando desistir

Os diligentes também sabem a hora de desistir, quando se deparam com uma situação em que não vale a pena investir esforços.

Ao desviar desses caminhos improdutivos, você poupa energia para aplicar no que realmente importa e renderá bons frutos.

Como potencializar sua diligência com o coaching?

Como já mencionamos, o coaching é a metodologia ideal para potencializar a diligência e competências relacionadas.

Por meio de diferentes técnicas, o coach guia você pelo caminho do sucesso ao desenvolver suas principais virtudes e corrigir suas fraquezas.

Qualidades essenciais como autoestima, resiliência, motivação e autocontrole formam a base para uma atitude diligente, que exige uma combinação específica de comportamentos.

No processo de coaching, você recebe apoio de alto nível para desenvolver todas essas características, despertando seu pleno potencial para atingir objetivos pessoais e profissionais.

Com uma abordagem personalizada, o coach é capaz de lançar luz a questões que você nunca havia percebido, ampliando suas perspectivas e capacidades.

Assim, é por meio do coaching que milhares de pessoas alcançam o alto patamar da diligência.

Exemplos de líderes diligentes de sucesso

diligencia exemplos lideres sucesso

Há inúmeros líderes que se encaixam perfeitamente na descrição de diligência, pois a própria liderança é marcada pela atitude inspiradora e influência sobre os outros.

No mundo da política, por exemplo, temos a figura de Abraham Lincoln, que se destacou entre os presidentes dos EUA por superar uma infinidade de obstáculos em nome de sua missão.

A história do líder é repleta de derrotas, desde fracassos nos negócios até várias eleições perdidas consecutivamente.

Apesar disso, persistiu até ser eleito em 1860, quando se tornou uma lenda no mundo todo pela visão estratégica, dedicação e coragem ao liderar uma potência global.

Outro exemplo famoso é o de Nelson Mandela, o primeiro presidente sul-africano eleito democraticamente.

Ele dedicou a vida ao fim do apartheid e união de seu país, tendo superado trinta anos de prisão para perseguir seus sonhos.

Na área dos negócios, o lendário Henry Ford também começou sua trajetória com uma falência, mas se manteve focado no objetivo de fabricar veículos inovadores.

A carreira que se iniciou na construção de motores acabou no império Ford, tendo revolucionado a indústria de transportes mundialmente.

Como exemplo mais contemporâneo, temos o empreendedor visionário Elon Musk, que aplica a diligência às soluções inovadoras de suas empresas.

Os negócios de Musk incluem os sistemas de energia solar da SolarCity, carros elétricos da Tesla Motors e explorações espaciais da SpaceX, que constituem um patrimônio de 22,1 bilhões de dólares.

Conhecido por não desistir facilmente, o líder emplaca projetos futuristas e revolucionários, perseguindo seus objetivos até o fim – mesmo contra a maré da indústria.

No fim das contas, a diligência também diz respeito à capacidade de transformar ideias em realizações, uma competência típica dos grandes líderes.

Conclusão

diligencia conclusao

Talvez você não estivesse tão familiarizado(a) com o conceito de diligência, mas agora já pode falar sobre o assunto com propriedade.

Embora existam termos mais comuns, esse é o único que define uma virtude muito específica do ser humano, que abrange a capacidade de persistir, superar e melhorar continuamente.

Mais do que isso, a diligência é uma combinação riquíssima de competências que molda as pessoas mais produtivas e responsáveis que conhecemos.

São pessoas confiáveis, que entregam o que prometem e assumem qualquer missão com foco absoluto e garantia de resultados.

Todos nós gostaríamos de ser descritos dessa maneira, não é?

Por isso, é tão importante desenvolver a diligência na vida pessoal e profissional.

Nessas duas esferas, o coaching pode fazer a diferença no processo, pois trabalha diretamente com os aspectos comportamentais que definem o jeito diligente de ser.

Apesar de soar como um talento nato, a diligência é uma habilidade que pode ser aprendida, desde que a metodologia combine outras dimensões comportamentais para chegar ao estado desejado.

È impossível praticar a diligência sem disciplina, motivação e empenho, por exemplo, e cada uma dessas características exige prática.

É por isso que o coaching é o processo mais completo para chegar à diligência, que não se constrói do dia para a noite.

Se você quer começar essa jornada o quanto antes, procure apoio profissional, conheça os cursos da SBCoaching e trilhe seu próprio caminho para um futuro mais diligente.

Gostou das dicas deste artigo?

Deixe um comentário e compartilhe em suas redes sociais.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

O que é autoeficácia e como ela pode ajudar você

Entenda o que é sincericídio e como ele pode afetar sua vida

Cursos de extensão EAD: Saiba as vantagens de aderir ao sistema

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

MBA Coaching: Saiba tudo sobre esse tipo de graduação

Aprenda cinco dicas práticas de como desenvolver o autocontrole

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.