Extrovertido x Introvertido

(por Marco Beck)

– Você é metido! Tem que participar e enfiar a colher em tudo!

– E você tem o rei na barriga! Se isola e não quer saber de ninguém!

Qual das duas críticas você mais escuta? Reclamam porque você gosta de participar de tudo ou porque prefere ficar na sua?

Nesse caso não tem certo nem errado. Os perfis correspondem, respectivamente, à atitude do extrovertido e do introvertido. As duas categorias foram assim denominadas por Carl Gustav Jung, psiquiatra suíço que colaborou com Sigmund Freud no início do século XX e foi um dos pioneiros da psicologia moderna.

O Extrovertido

Para Jung, o extrovertido (que os introvertidos consideram “metido”) é quem direciona seu foco de atenção e sua energia para os acontecimentos externos – tendendo a ser, por isso, mais sociável e influenciado pelo ambiente exterior. Já o introvertido (que os extrovertidos acham que se isola e tem “o rei na barriga”) direciona sua energia e atenção para o interior – tendendo a ser mais pensativo e resistente a mudanças.

Numa de suas palestras, Villela da Matta e Flora Victoria, presidentes da Sociedade Brasileira de Coaching, afirmam que 75% das pessoas são extrovertidas e 25% são introvertidas – e acrescentam que não se trata de uma opção ou algo que se consiga modificar pela força de vontade. É, sim, uma percepção neurológica, tão involuntária quanto a de um daltônico que confunde o vermelho e o verde.

Se você parar para pensar, consegue lembrar pelo menos uma discussão com alguém próximo e que aconteceu por causa dessa diferença psicológica?

Observe seu parceiro, filho, colega ou amigo. Pode ser que grande parte dos mal-entendidos e conflitos entre vocês se deva ao fato de um ser introvertido e outro ser extrovertido – e não porque um é “metido” e o outro tem “o rei na barriga”. São filtros mentais que cada um usa para entender o mundo e a si mesmo.

Eu, por exemplo, sou introvertido; minha esposa Mariana, que também é colaboradora do blog da SBCoaching, é extrovertida. E é incrível como passamos a nos entender melhor depois que aceitamos essa diferença – que passou a ser um estímulo para os dois ao invés de uma pedra no sapato de cada um.

Entender amplia as nossas escolhas – e somos mais livres quanto mais escolhas temos, inclusive no âmbito dos relacionamentos.

Extrovertido x Introvertido - Todo indivíduo é dotado de algum nível dessas atitudes opostas, mas normalmente uma é mais forte do que a outra.
Todo indivíduo é dotado de algum nível dessas atitudes opostas, mas normalmente uma é mais forte do que a outra.

Os conceitos de Jung a respeito da introversão e da extroversão são bem conhecidos. O indivíduo extrovertido libera a libido (a energia da vida) dentro dele, direcionando-as aos acontecimentos e às pessoas do mundo exterior. A pessoa desse tipo é bastante influenciada pelas forças do ambiente, além de se mostrar sociável e confidente nas diversas situações.

O Introvertido

Ao contrário, o introvertido direciona a libido para o seu interior. Esse tipo de pessoa é pensativo, introspectivo e resistente às influências externas. O introvertido normalmente é mais inseguro ao lidar com pessoas e situações.

Todo indivíduo é dotado de algum nível dessas atitudes opostas, mas normalmente uma é mais forte do que a outra. Nenhum indivíduo é completamente extrovertido ou introvertido, a atitude dominante em algum momento específico pode ser determinada pelas circunstâncias. Muitas vezes, o introvertido torna-se sociável e expansível diante de situações de seu interesse.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Empowerment: O Que é, sua Importância nas Empresas e Exemplos

Dinâmica de Apresentação: Como Fazer, Dicas e Exemplos Práticos

Diagrama de Ishikawa: Guia Completo Passo a Passo

O Carnaval chegou… todo cuidado é pouco!

AFINAL, EXISTE UM MODELO DE CORPO PERFEITO?

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.