A importância da educação financeira

papel lápis calculadora
O trabalho de administração dos gastos é feito por meio de anotações.

As escolas pouco abordam os temas economia e comércio na sala de aula, e o resultado disso é a falta de planejamento da população com o dinheiro e os altos índices de endividamento. Ensinar crianças e jovens a lidar com as finanças é formar adultos capazes de organizar a contabilidade, evitar dívidas e garantir reservas.



//

Para quem já saiu da sala de aula, recuperar o tempo perdido é algo que pode ser feito individualmente. Ler, fazer cursos, assistir a vídeos disponíveis na internet ou procurar outras fontes de informações sobre economia são medidas de treinamento comportamental que ajudam a equilibrar o orçamento e evitar estresse por causa da falta de dinheiro.

Além de buscar conhecimento sobre o assunto, ações simples de organização e controle são úteis para manter o equilíbrio financeiro.

– Faça anotações: o trabalho de administração dos gastos é feito por meio de anotações. Registre todos eles no papel para que seja possível analisar se precisam ser reduzidos. Para começar, pontue quais as fontes de renda da família. Em seguida, anote os pagamentos obrigatórios e os extras. Para aqueles que mudam de valor a cada mês, faça um cálculo estimado do dispêndio. Esse procedimento dá a dimensão da quantia que está sendo gasta sem necessidade.

– Obrigações e supérfluos: liste os gastos não obrigatórios e tudo o que puder surgir durante o mês. Some os valores e veja se as contas fecham, de maneira que o salário dê para arcar com todas elas. Independentemente de conseguir saldá-las, analise todas as despesas que não são fixas e veja como pode reduzi-las. Além de evitar o endividamento, essa atitude vai garantir um dinheiro a mais para os imprevistos e até para aplicação em uma poupança.

familia quadro desenho dinheiro
Ensinar crianças e jovens a lidar com as finanças é formar adultos capazes de organizar a contabilidade, evitar dívidas e garantir reservas.

– Aprenda a poupar: a diminuição dos recursos desembolsados pode vir com a classificação deles. Aquilo que você usufrui menos – como as dezenas de canais da TV paga aos quais ninguém assiste -, deve ser cortado. Energia e água também ficam mais baratas se você prestar atenção ao que está sendo usado de forma ineficiente.

– Pague em dia: quitar os boletos em dia ajuda a economizar. As taxas de juros do cartão de crédito são as mais altas, portanto, priorize essa despesa. Mensalidade escolar, aluguel, financiamentos, tributos e impostos também geram encargos quando pagos depois da data estipulada e isso pode reduzir ainda mais o seu saldo bancário. Outra dica é não comprar por impulso.

– Estabeleça metas: caso a renda familiar seja menor do que as contas, estipule metas de redução com prazos a serem cumpridos. Avalie com frequência se você está atendendo ao cronograma. Só assim, conseguirá equilibrar a situação, promovendo treinamento e desenvolvimento de educação financeira na família. Poupando, é possível pensar, inclusive, em fazer investimentos com o intuito de obter mais rendimentos.

Menos dor de cabeça com dinheiro depende não só da renda, mas da organização de cada indivíduo. O controle das finanças significa, além de folga no orçamento, bem-estar pessoal.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Teoria das inteligências múltiplas: tudo que você precisa saber

Tendências em educação empreendedora: quais são e benefícios

Arquétipo: o que é, tipos e como se aplicam

Empresa Júnior: o que é, como funciona e vantagens

Psicopedagogia: o que é, importância e atuação profissional

Grafologia: o que é e como funciona a análise de caligrafia

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.