Uma incrível viagem pela Física Quântica – Parte 1

Uma incrível viagem pela Física Quântica
Ilustração: representação do modelo Atômico

Quando a ciência se separou da religião, no fim da Idade Média, o conhecimento deu um grande salto. Ainda houve muita resistência (na verdade, ainda há), mas os cientistas foram descobrindo as leis que regem os fenômenos da Natureza. E a partir daí, perceberam que essas leis eram coerentes entre si, portanto, para o prisma científico, já não havia mais a necessidade da crença em um “Deus” para “explicar” a criação da matéria. E o conjunto dessas leis serviu de base para o desenvolvimento do “Método Científico” e do “Modelo-Padrão”.

O Método Científico é o procedimento de testar, testar e testar de novo qualquer teoria. Ele funciona assim para averiguar se não há “furos” no conceito analisado.

O Modelo-Padrão é a explicação que a ciência adota para que as coisas sejam como são – na Física, Química, Biologia, Astronomia etc., (em todos os campos do saber). O Modelo-Padrão também precisa ser coerente e não apresentar “furos”.

É importante ressaltar que o Modelo-Padrão é o responsável pelo alicerce de

três fundamentos básicos da Ciência:

1) Os fenômenos da Natureza tendem a ser simples – ou seja, as coisas complexas podem ser reduzidas à simplicidade: o corpo humano é composto de tecidos, que são compostos de células, que são compostas de moléculas, que são compostas de átomos. Resumindo: simples.

2) Os fenômenos da Natureza são simplificáveis e previsíveis. Por exemplo: uma gata sempre dará à luz gatinhos e jamais poderá fecundar uma ovelha ou uma alface; o cometa Halley entra na rota observável da Terra a cada 76 anos. Resumindo: previsível.

3) O cientista que observa os fenômenos da Natureza é um ser “isento” – traduzindo: a sua presença como observador jamais poderá afetar a ninhada de gatinhos ou a órbita do cometa, seguindo a ilustraão acima.

Pois bem, as coisas iam muito bem em nossa “compreensão da vida”, apoiadas nesse modelo de tripé da Ciência, até a primeira metade do Século XX.

Foi quando um grupo de gênios da Física, dentre eles Werner Heisenberg, Max Planck, Niels Bohr, Erwin Schrödinger e Max Born, resolveu ver o que acontecia dentro do átomo – aquela unidade simples e previsível que os cientistas observavam imparcialmente.

OBS: Vale se aprofundar, individualmente, no estudo da biografia destes nobres senhores, todos laureados com o Prêmio Nobel.

Voltando ao tema, depois das descobertas do grupo acima, os alicerces ruíram: os da ciência e os da própria interpretação humana da realidade verificável. E o motivo é incrivelmente complexo: dentro do átomo as coisas não são “tão” simples.

O que existe no interior dos átomos, os chamados elementos subatômicos, é absolutamente complicado e instável. Logo, os elementos subatômicos também são imprevisíveis.

Mas, o que deixou os cientistas realmente surpresos – para não dizer estarrecidos – é que esses elementos, quando observados em laboratório, apareciam ora na forma de partículas (aqueles pedacinhos de matéria), ora na forma de ondas de energia.

E o mais incrível (quando assunto é Física Quântica, tudo é incrível) é que o estado dos átomos dependia de quem os observava…

Para ajudar no entendimento do assunto. Pense o seguinte: se o cientista A olhasse, os elementos subatômicos eram partículas. Já se cientista B os olhasse, eles apareciam em formato de ondas.

É mole? Essa conclusão, simplesmente, subverte o tripé dos fenômenos naturais…

– Tá, mas o que isso tem a ver com o Coaching e com o blog da SBCoaching?

Semana que vem eu conto. Nesta mesma quarta-feira, neste mesmo espaço quântico!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Empowerment: O Que é, sua Importância nas Empresas e Exemplos

Dinâmica de Apresentação: Como Fazer, Dicas e Exemplos Práticos

Diagrama de Ishikawa: Guia Completo Passo a Passo

O Carnaval chegou… todo cuidado é pouco!

AFINAL, EXISTE UM MODELO DE CORPO PERFEITO?

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.