Know How: O que Significa e 5 Dicas Poderosas Para Você

know how o que significa 5 dicas poderosas

A expressão know how já se tornou habitual no dia a dia das empresas brasileiras.

Só que o significado dessas palavras, de origem inglesa, muitas vezes acaba deturpado pelo uso inadequado.

Afinal, o que significa o know how e por que ele é importante?

A tradução literal é a seguinte: “Saber como”.

Na prática, no ambiente corporativo, é ter domínio de uma técnica ou de um campo de atuação.

Assim, pode se referir a quem detém conhecimento acima da média sobre o seu nicho.

Mas existem desdobramentos importantes a respeito dessas palavras.

Neste texto, você vai entender melhor o que significa know how no mercado de trabalho, como pronunciar essa expressão e como aplicá-la para se aperfeiçoar na sua área e se diferenciar da concorrência.

Preparado para abrir sua mente e aprender mais sobre o assunto?

Então siga a leitura.

O que é e o que Significa Know How?

o que significa know how

“Know how”, em inglês, significa “saber como”.

O termo se popularizou no mundo corporativo porque aborda o conhecimento prático sobre determinado assunto.

Se um analista de marketing, por exemplo, utiliza com sucesso a comunicação por newsletters, criando e editando e-mails diariamente e se mantendo informado sobre as tendências da área, podemos dizer que esse profissional tem know how sobre o assunto.

O mesmo pode ser dito de um pedreiro especialista em casas de alvenaria, que trabalha há uma década no setor e tem mais de 50 casas construídas: ele tem know how nessa área de atuação

Como você notou, a expressão se refere a um conhecimento comprovado na prática.

E é justamente por isso que ele é tão valorizado no mercado de trabalho.

O profissional que sabe fazer é extremamente valioso no mercado, porque esse conhecimento nem sempre consegue ser transmitido ou ensinado com facilidade.

Construir uma casa e montar uma lista de e-mails são tarefas que, cada uma a seu modo, têm especificidades e complexidades que apenas quem já passou por todas as etapas, na prática, é capaz de superar.

Ler manuais, conhecer a teoria e ouvir profissionais experientes sempre é relevante para ampliar o conhecimento, mas, em algumas tarefas, só a prática ensina de verdade.

Em seu livro Know-how – As 8 competências que separam os que fazem dos que não fazem (Editora Campus, 2007), o autor Ram Charan é claro: “Know-how é o que separa os líderes realizadores – que produzem resultados – dos não-realizadores”.

Ele também afirma que essa é “a característica inconfundível daqueles que sabem o que estão fazendo, que criam valor intrínseco de longo prazo e alcançam metas de curto prazo.”

Qual a Pronúncia correta de know how?

qual a pronuncia correta de know how

Você já sabe o que é know how e o que a expressão significa, mas será que você está pronunciando a palavra da forma correta?

Para facilitar a sua vida, vamos tentar transcrever a pronúncia da expressão em inglês para o português.

Know how é pronunciado como “nou rau”.

Lembre-se de que o “k” da palavra “know” é mudo: não deve ser pronunciado.

Além disso, tenha em mente que a expressão é frequentemente utilizada com hífen, “know-how”, o que deixa implícito que deve ser pronunciada sem pausa entre as palavras.

Se você ainda ficou com alguma dúvida, vale a pena utilizar o recurso de voz do Google Translator para não errar.

Basta clicar no ícone do alto-falante para ouvir a pronúncia correta.

Cuidado: além de ser considerada uma gafe, uma pronúncia incorreta expõe a falta de conhecimento no idioma inglês e deixa o interlocutor em uma situação de constrangimento.

Know How e Sua Importância no Mercado de Trabalho

importancia do know how

Agora que você já sabe o que significa know how e não tem mais dificuldades para pronunciar a expressão, vamos nos aprofundar na sua aplicação prática.

Know how no mercado de trabalho

Por estar vinculado às pessoas e às suas vivências, o know how é um conhecimento de difícil transmissão para terceiros.

Isso acontece porque o know how está relacionado às características pessoais.

Considere, por exemplo, um carpinteiro com extrema coordenação motora e grandes habilidades manuais.

Ele trabalha há anos no ramo e consegue criar móveis de madeira com facilidade e agilidade.

O know how desse carpinteiro é extremamente específico e, por mais que ele se esforce, não conseguirá transmitir esse conhecimento para um programador, que nunca serrou uma ripa de madeira na vida.

Saber fazer significa aprender na prática.

Significa ter a experiência comprovada.

É por isso que o know how é uma habilidade extremamente valorizada no mercado de trabalho.

Know how para os profissionais

Entre os profissionais, o know how é facilmente identificável.

Você já deve ter enfrentado problemas com prestadores de serviço desqualificados, que não sabem realizar com destreza uma tarefa para o qual foram contratados.

Além de atrasarem os projetos, esses profissionais geram desperdício de dinheiro e podem até tornar a execução mais difícil.

É o caso de quem tenta fazer o que não sabe e acaba estragando o cenário e acarretando retrabalho.

Imagine, por exemplo, um encanador recém-contratado por uma empresa de serviços hidráulicos e sem experiência no setor.

Se esse profissional ficar sozinho em um serviço, pode criar um problema maior do que o que foi contratado para consertar.

Uma torneira pingando vira um cano furado com água jorrando na sua cozinha, molhando móveis e sujando todo o ambiente.

Caos.

Tudo porque faltou uma habilidade imprescindível para qualquer profissional: o know how.

Know how para as empresas

Entre as empresas, o know how é um pouco menos específico do que para os profissionais, porque não se trata de uma habilidade adquirida ao longo do tempo.

Nesse caso, o know how é entendido como uma competência da empresa.

É a expertise que a empresa alcança em sua área de atuação.

Quando um funcionário, por exemplo, tem problemas com uma empresa que o contratou por determinado período, mas não depositou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), esse trabalhador vai buscar um escritório de advocacia especializado em causas trabalhistas.

Esse é o know how da empresa, comprovado pelas causas que ela venceu e pela especialidade dos profissionais que trabalham para ela.

Existem empresas com um know how muito específico e que não aceitam trabalhos em áreas diferentes do ramo em que atuam, justamente para garantir a qualidade dos serviços prestados.

Outras, no entanto, são mais abrangentes e possuem um know how que não é tão específico, o que permite que ele seja moldado a diferentes cenários.

Know How vs Know Why

know how vs know why

Se o know how, como você já sabe, está relacionado a saber fazer determinada tarefa, o know why pode ser traduzido como “saber o porquê”.

Essa expressão foi criada para se relacionar com o know how, mas é vinculada a outro tipo de conhecimento.

Por que você deve fazer determinada tarefa?

Como essa tarefa impacta as pessoas?

Qual o benefício que essa tarefa traz para as outras pessoas e para você?

Aonde você quer chegar com a execução dessa tarefa?

O que o motiva a fazer isso?

Por que isso é importante para você?

Todas essas perguntas estão relacionadas ao know why.

Esse saber o porquê significa entender em detalhes a importância da tarefa e também o impacto que ela traz para você.

Em outras palavras, é o propósito pelo qual você executa determinada função.

Perceba que, se o know how é um conhecimento técnico e puramente objetivo, sobre como realizar determinada tarefa, o know why é um conhecimento subjetivo e intrínseco a cada pessoa, sobre propósito e motivação.

Dicas Para Descobrir Seu Know Why

dicas para descobrir seu know how

Conhecer o próprio know why é uma missão que, em alguns casos, pode levar uma vida para ser atingida.

Descobrir o know why é o mesmo que descobrir o seu propósito e a sua vocação.

É saber responder o que o deixa realizado e por que isso acontece.

Talvez você fique realizado trabalhando como médico, porque isso permite lidar diretamente com o ser humano e lhe torna capaz de salvar vidas.

Talvez você se sinta melhor trabalhando como um engenheiro civil, porque as obras são sinônimo de progresso e deixam um legado para a sociedade.

Talvez, ainda, trabalhando como um coach, porque sabe da capacidade que o coaching tem de transformar vidas e extrair o melhor de cada pessoa.

Essa não é uma resposta fácil, e apenas o contato com diversas atividades vai permitir ter certeza.

A dica, nesse caso, é nunca parar de experimentar e ficar aberto a novas possibilidades.

Também é bastante útil montar uma tabela para mensurar a realização obtida com diversas atividades.

Depois, você compara o seu grau de satisfação e consegue dar um direcionamento mais focado para a sua carreira.

Dicas Para Potencializar Seu Know How e Impulsionar a Carreira

dicas para potencializar seu know how

Agora que você já sabe o que significa o know how e como ele funciona, tanto para profissionais como para empresas, chegou a hora da prática.

O objetivo é aproveitar todo o seu potencial para impulsionar sua carreira, alcançando sucesso e valorização profissional.

1. Leia Livros de Sua Área de Atuação

Ainda que o know how se refira ao saber fazer e ao conhecimento adquirido com a prática, ler livros da sua área de atuação é uma ótima alternativa para ampliar o seu conhecimento na área.

Depois, a teoria precisa ser testada na prática, mas isso não tira o seu valor.

Procure livros em bibliotecas de universidades e fique atento aos lançamentos mais recentes do mercado.

Converse com pessoas que você respeita dentro da profissão para colher indicações de materiais de referência.

Se tiver dificuldade para encontrar livros, dedique atenção ao conteúdo online disponível sobre a sua área de atuação.

Durante essa pesquisa, lembre que, quanto mais específico for o assunto do livro ou do texto que você está estudando, maiores as chances de esse conhecimento contribuir para o seu know how.

2. Pratique Seu Networking e Aumente Seu Know How

Praticar o networking significa participar de eventos temáticos relacionados a sua profissão, nos quais você tem acesso a pessoas com os mesmos interesses que os seus.

Nesses seminários e palestras, é possível conhecer parceiros ou clientes em potencial.

Essa interação permite que o seu know how aumente porque você entra em contato com novas técnicas e abordagens.

A atualização está diretamente relacionada ao saber fazer, já que o profissional que não se atualiza perde o know how e é ultrapassado pelos concorrentes.

Quando participar desses eventos, busque ampliar o seu círculo de contatos e esteja aberto a abordagens de pessoas desconhecidas.

Seja observador e saiba ouvir os seus interlocutores.

3. Invista Em Cursos De Especialização

Cursos de especialização são boas alternativas para quem deseja ampliar o know how.

Isso acontece porque eles oferecem um aprendizado prático, ao mesmo tempo em que fornecem consultoria de instrutores capacitados.

Ao escolher um curso de especialização, prefira os cursos com conteúdos práticos, em que você vai ter contato direto com a tarefa que precisa aprender.

Isso não significa que você deve deixar a teoria de lado, porque prática e teoria se complementam.

Analise a grade curricular do curso para entender se há equilíbrio entre atividades práticas e teóricas.

Antes de se matricular, converse com pessoas que fizeram o curso para entender se ele foi produtivo e se, principalmente, permitiu um reforço do know how.

4. Invista em Programas de Mentorias

invista em programas de mentorias - know how

Programas de mentorias são positivos porque você passa a ter contato praticamente diário com profissionais e consultores de experiência comprovada.

Para quem sente falta de um instrutor ou de alguém para se inspirar ao longo da carreira profissional, a escolha por programas de mentorias pode ser a melhor solução.

O mentor vai acompanhar o seu desenvolvimento, vai dar dicas para você melhorar e vai corrigir sua trajetória quando perceber que você está se desviando do caminho do sucesso.

Novamente, vale a pena buscar referências sobre a qualidade da mentoria oferecida com pessoas que contrataram os serviços.

Não tome decisões sem conhecer referências antes.

5. Utilize Técnicas de Coaching Para se Manter Motivado e Focado nos Objetivos

Utilizar técnicas de coaching é uma ótima opção para quem precisa aumentar o seu know how.

Focado na melhoria do desempenho e no aproveitamento do potencial de cada pessoa, o coaching oferece diversas alternativas para quem deseja ascender profissionalmente.

Uma estratégia eficiente é a busca por autoconhecimento, o que permite que você amplie o seu know how justamente naquilo que faz mais sentido para você.

Outra habilidade que o coaching trabalha e que é útil para quem precisa ampliar o know how é o poder da motivação.

Quando você sabe exatamente o que quer, por que quer e como pretende alcançar esse objetivo, você se torna mais resiliente e determinado.

Ter um propósito garante uma enorme capacidade de motivação, e o coaching é fundamental nessa descoberta.

O Coaching e o Descobrimento de Seu “Know Why”

o coaching e o descobrimento do seu know how

Por ser uma solução para quem deseja aproveitar todo o potencial e melhorar o seu desempenho em alguma área, o processo de coaching oferece diversas técnicas que permitem o crescimento pessoal e profissional de qualquer pessoa.

Quem conhece o coaching sabe que, mais do que oferecer dicas de comportamento, o processo está relacionado a um crescimento interno das pessoas que se submetem aos processos.

É justamente por isso que o coaching pode ser essencial para quem está atrás de um propósito e deseja conhecer o seu know why.

O coaching parte de um ponto de partida atual e desenvolve o profissional para que ele atinja objetivos futuros, com base naquilo que mais faz sentido para ele.

Descobrir o que faz sentido para cada pessoa é uma missão que exige autoconhecimento e inteligência emocional.

Muitas pessoas chegam no final da vida sem saber, de fato, qual a sua vocação e o seu propósito.

O coaching, por contar com profissionais experientes e capacitados nessa tarefa, direcionar as pessoas para essa conclusão.

Como você já sabe, ter um propósito é o primeiro passo para quem deseja ser bem-sucedido de forma integral, e não apenas na vida profissional, financeira ou pessoal.

O Coaching no Auxílio de Melhorar seu “Know How”

Da mesma forma que o coaching é benéfico para quem pretende descobrir o know why, ele é extremamente indicado para quem deseja melhorar o seu know how.

Profissionais capacitados no coaching sabem identificar os pontos fracos e fortes dos seus clientes, porque têm uma visão abrangente, enquanto, muitas vezes, os clientes não conseguem ter essa noção, por estarem inseridos no contexto.

O coaching vai encontrar os seus pontos fracos e oferecer diversas alternativas para melhorá-los.

Da mesma forma, vai identificar os pontos fortes e trabalhar para que eles se tornem ainda mais poderosos.

É um processo de aprendizagem constante, com resultados que podem ser notados já a partir do primeiro mês, por meio de uma mudança de comportamento.

Tenha em mente, porém, que melhorar o know how é uma decisão que precisa partir de você.

O coaching é uma metodologia que vai ajudar a aproveitar o seu potencial ao máximo, desde que você esteja disposto a fazer essa mudança.

Quando Contratar um Coach?

quando contratar um coach - know how

Não existe momento contraindicado para contratar um coach.

Esse profissional permite que você tenha um crescimento na sua vida profissional e pessoal, independentemente dos seus objetivos.

Mas existem, é claro, momento perfeitos para contratar um coach.

A decisão de contratar um coach deve ser tomada quando você percebe que poderia estar alcançando resultados diferentes dos que está obtendo.

Quando você nota que está estagnado na vida profissional e precisa crescer, mas não sabe como.

Quando você percebe que não consegue mais evoluir, apesar de todos os esforços em várias direções.

É nessa hora que o coach, por ser um profissional de competência e experiência comprovadas, conseguirá agir para orientá-lo em busca do crescimento.

Momentos de transição na carreira, por exemplo, servem como um gatilho perfeito para o ingresso no universo do coaching.

Como se Tornar um Coach?

Se você percebe o valor do coaching para a sua vida e quer aproveitar para transformar a vida de outras pessoas, talvez queira considerar a possibilidade de se tornar um coach.

Mais do que uma profissão, o coaching é uma metodologia de desenvolvimento pessoal e profissional, que requer uma habilidade necessária para todos que buscam ampliar suas realizações.

Para ser um coach, você precisa estar preparado para mudar a vida de outras pessoas.

A partir daí, basta procurar cursos de referência na área e se especializar.

Assim como qualquer outra profissão, o coach vai exigir dedicação e determinação para que você seja bem-sucedido.

Você vai precisar investir tempo e esforço, mas o resultado final vale a pena.

Com a orientação correta e os cursos certos, as chances de alcançar o sucesso aumentam, e você pode trilhar novos rumos profissionalmente.

Conclusão

conclusao - know how

Se você chegou até aqui, é porque ficou interessado não apenas no conceito de know how, mas também pelas técnicas do coaching.

O primeiro passo você já deu ao buscar conhecimento e ler este texto com atenção.

Agora é preciso ir além para tirar transformar suas ideias em realidade.

Na Sociedade Brasileira de Coaching, você encontra diversos materiais de apoio que podem auxiliá-lo nessa decisão.

Mais do que isso: a instituição oferece uma série de cursos preparatórios para quem deseja seguir carreira nessa área.

É o canal indicado para quem deseja serviços de qualidade e confiança assegurada, longe de profissionais que são oportunistas e nada têm a oferecer.

Referência mundial na área, a empresa já formou mais de 35 mil coaches e atendeu mais de 3 mil empresas

Então, chega a hora de dar o segundo passo: a decisão de ascender profissionalmente e melhorar o próprio know how só depende de você.

Gostou das dicas? Deixe um comentário.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Empresas familiares: como funcionam, características e como gerir

Economia Compartilhada: O que é, Para que Serve e Exemplos

Administração Estratégica: O que é, Benefícios e Exemplos

Empreendedor individual: O que é, Como Funciona e Como Ser

Empresas B2B: Significado, Características e Exemplos

Business Intelligence: O que é, Exemplos e Aplicações

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.