O passo a passo para ser resiliente

A proposta não é ser bom em todos os aspectos da resiliência e sim desenvolver alguns deles, acelerando o crescimento profissional e o equilíbrio na vida.

(por Marinaldo Matos)

A proposta não é ser bom em todos os aspectos da resiliência e sim desenvolver alguns deles, acelerando o crescimento profissional e o equilíbrio na vida. E o coaching tem essa envergadura, aprendizagem acelerada para o aumento da performance. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) destaca nove passos que avaliam o nível de resiliência dos profissionais:

1. Autoeficácia – É acreditar a capacidade de desenvolver atividades necessárias para a produção de resultados almejados. Somada à autoconfiança, apresenta resultados substanciais para a solução de problemas. É a proatividade. Desenvolver atividades, pensando minuciosamente cada passo a ser desenvolvido, cria habilidades de percepção do comando da situação.

 2. Competência Social – É uma forma de perceber que você não está só no mundo. O indivíduo passa a estar aberto ao apoio, ou ainda, buscar esse apoio em alguém mais capacitado tecnicamente ou emocionalmente. Outra forma é exercitar melhor o ouvir. Experimente ouvir uma pessoa por cinco minutos, sem emitir juízo de valor, sem bloquear o entendimento com seus filtros mentais. É difícil, mas possível. Doar parte do seu tempo e competência vai fazer um bem enorme às pessoas que necessitam, mas o bem maior ficará com sua consciência. Experimente, curta o novo. Milhões de pessoas estão fazendo isso pelo mundo.

3. Empatia – É posicionar-se no lugar do outro para entender melhor a sua visão.

4. Flexibilidade – É ter várias formas de agir ou se manifestar diante das circunstâncias que se apresentam, ao longo do dia, ao longo da vida. Não é questão de agir de acordo com o humor da hora, mas deixar fluir a criatividade. É ser otimista na medida certa e em todas as direções, seja qual for o caminho que tome para resolver a questão. Uma mente aberta à diversidade fica menos vulnerável à pobreza de atitudes. Lembre-se que, por mais fina que seja a fatia, sempre haverá dois lados.

5. Tenacidade – É manter-se firme no propósito, independente da pressão do meio. Para auxiliar nesta caminhada, pense em algo que você persistiu e foi vitorioso, trouxe orgulho a você. Outra forma de ampliar a tenacidade é distanciar-se daqueles que põem você para baixo. Lutero afirmou “você não pode evitar que pássaros voem sobre sua cabeça, mas pode evitar que façam ninho”.

6. Solução de Problemas – Parece óbvio, mas resolver problemas, mesmo que rotineiros, não é o forte das pessoas.  Tendemos a procrastinar alguns itens ao longo das horas. Por vezes até resolvemos as questões, mas é de uma forma automática, não desafiadora. E assim caímos na rotina, no estresse mental. Para adquirir o tônus da solução dos problemas é preciso realçar as estratégias e aguçar a auto visão do “modus operandi”. Com um razoável domínio sobre a forma como você resolve os pequenos problemas, parta para resolver problemas maiores, só pelo desafio.

7. Produtividade – É posicionar-se de forma proativa, com iniciativas certeiras. Os reativos, diante da obscuridade, imprecisões e incertezas do momento, preferem receber o impacto do problema para, em seguida, culpar o chefe, a pressão e a carga de trabalho. Reordene seus pensamentos e amplie o foco nos resultados maiores sem descuidar das pequenas conquistas. A pessoa toma para si a responsabilidade dos seus atos e a consciência de que é dono dos seus resultados.

8. Temperança – Um leão furioso em briga com outro macho é algo pavoroso, mesmo numa jaula. O mesmo animal namorando ou pacientemente sendo alvo das brincadeiras dos filhotes, é  prazeroso, digno de contemplação. Assim é vista a temperança, o controle das emoções diante de situações difíceis. Ela blinda você de explosões violentas de raiva e impulsos indesejáveis. Só existe uma forma de evitar isso, antecipar-se ao momento e sabendo o que dispara este gatilho.  Com a técnica dos seis segundos o que se busca não é ignorar a raiva ou a irritação, mas ter controle do comportamento indesejado. Tendo opção, podemos escolher como reagir diante dos estímulos externos. Estourar antes e se desculpar depois é uma armadilha que deve ser evitada a todo custo. O coach experiente observa logo qual é a característica do coachee, e, sem fazer juízo de valor, promove o autoconhecimento e a aceitação dessa característica. É assim que a mudança começa, e por vezes é imediata.

9. Otimismo – Na escala da FGV, esta competência é o resultado da união da proatividade, a autoeficácia e a competência social. O otimismo pode ser adquirido no exercício de pensar o melhor das pessoas e da vida. A melhor atitude é sempre a mais esperada. Reportagens, programas policialescos e de cunho bizarro devem ser evitados, por mais que sejam uma proposta de realidade. A realidade é composta de muitos matizes, não precisa ser apresentada apenas  com o vermelho do sangue.

identidade profissional o que e importancia como construir
Em princípio, todos são competentes, mas a resiliência salta aos olhos do cliente quando ele a reconhece no coach que vai atendê-lo. A confiança robustece a parceria das sessões.

Em princípio, todos são competentes, mas a resiliência salta aos olhos do cliente quando ele a reconhece no coach que vai atendê-lo. A confiança robustece a parceria das sessões. A performance da empresa também precisa ser avaliada. Muitos funcionários de alto escalão se espelham na imagem institucional da companhia. A rapidez e a eficácia com que responde aos acontecimentos de crises e imprevistos, de como avalia riscos. São em momentos difíceis que visualizamos melhor as diferenças entre uma empresa que só pendura quadros com belas palavras e outra, que  compartilha a vida da organização entre os funcionários e consolida o espírito de time, levantando a moral e a união, que pratica a missão, a visão e os valores.  E você é resiliente?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Empowerment: O Que é, sua Importância nas Empresas e Exemplos

Dinâmica de Apresentação: Como Fazer, Dicas e Exemplos Práticos

Diagrama de Ishikawa: Guia Completo Passo a Passo

O Carnaval chegou… todo cuidado é pouco!

AFINAL, EXISTE UM MODELO DE CORPO PERFEITO?

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.