O que é um Plano de Carreira e como elaborar o seu (Guia Completo)

como vender mentoria mas afinal qual papel mentor

O plano de carreira é uma ferramenta muito útil para a progressão no mercado de trabalho e dentro das organizações.

Esse instrumento pode ser utilizado como um plano de voo para que você possa alcançar a altura profissional desejada e pousar na posição que você de fato almeja.

O planejamento parece uma tarefa fácil, mas não é.

Exige um processo de reflexão para descobrir sua missão, sua visão e seus valores.

Com esses conceitos, você tem melhores condições de descobrir caminho para os seus objetivos profissionais.

Neste artigo, vamos entender melhor o que é plano de carreira, como ele pode ser montado, quais são as melhores dicas para o planejamento profissional do coach e como essa ferramenta vai servir de bússola para guiar suas próximas oportunidades e conquistas.

Boa leitura!

O que é plano de carreira?

Para o colaborador que chega à nova empresa, trata-se um fator de motivação.

O plano de carreira é um instrumento utilizado por empresas e profissionais para projetar o crescimento e a evolução do colaborador na organização.

Na prática, a ferramenta planeja uma trajetória dentro da hierarquia da empresa.

Normalmente, o plano de carreira é oferecido em organizações maiores, com setor de recursos humanos bem estruturado e uma preocupação em atrair e reter talentos.

Com esse instrumento de gestão, o colaborador recebe o indicativo do que precisa fazer para progredir na carreira, quais objetivos deve atingir e como ele pode se destacar para chegar ao próximo patamar mais cedo.

Normalmente, o plano é dividido em cargos e funções e especifica com clareza o que a empresa espera do colaborador para que a progressão ocorra no tempo planejado.

Para o colaborador que chega à nova empresa, trata-se um fator de motivação.

Dessa forma, ele sabe que será valorizado pela sua performance e desempenho e que só dependerá dele uma posição melhor no futuro.

Além de compreender o plano de carreira oferecido pela empresa, o profissional também pode ser proativo e criar um instrumento próprio.

Nele, há espaço para identificação de potencialidades e fraquezas, talentos natos e habilidades que devem ser adquiridas.

Também podem ser observados aspectos como a linha do tempo profissional, os valores, a visão e a missão do indivíduo não apenas na empresa X, mas ao longo de toda a projeção da carreira.

Qual a importância de se fazer um plano de carreira?

Enquanto a oportunidade ideal não chega, você vai ver que algumas profissões demoram alguns anos para dar retorno e estabilidade financeira.

Tudo na vida requer planejamento: comprar uma casa, fazer um curso superior, comprar um carro.

Com a vida profissional, não é diferente.

Por isso, fazer um plano de carreira é fundamental para atingir seus objetivos, seja dentro de uma empresa ou como profissional independente.

Esse instrumento pode ajudar muito a direcionar a busca por novas oportunidades de trabalho, a moldar seu currículo e portfólio adequadamente e procurar formações e capacitações que o levarão para mais perto de seus objetivos.

Enquanto a oportunidade ideal não chega, você vai ver que algumas profissões demoram alguns anos para dar retorno e estabilidade financeira.

O que fazer durante esse período? Como sobreviver antes de estar bem posicionado no mercado? Tudo isso pode ser projetado com um bom plano de carreira.

Assim, é importante saber aonde se quer chegar para, em seguida, traçar suas metas e estratégias para ter uma carreira de sucesso.

Em muitos casos, é necessário ter uma segunda atividade temporária para realizar seus sonhos de carreira.

Mas isso também deve ser planejado com cuidado, já que a gestão de tempo se encontra entre os principais pilares do desenvolvimento.

E as empresas também possuem motivações para oferecer um plano de carreira.

Confira algumas delas:

  • Retenção de talentos: é comprovado que quase 40% dos empregadores encontram dificuldades para preencher vagas. Com um plano de carreira definido, fica mais fácil definir um perfil profissional para contratar.
  • Motivação no ambiente de trabalho: quem não sonha em ser contratado por uma empresa e ficar um longo tempo, com grandes chances de evoluir profissionalmente? Pois isso serve de estímulo para os colaboradores, uma vez que já sabem que serão recompensados por seus esforços. Assim, podem dar o melhor de si em seus projetos.
  • Formação de líderes com o DNA da empresa: uma companhia bem organizada, com metas claras de crescimento, tem a oportunidade de formar colaboradores comprometidos e mergulhados em seu DNA, sobretudo quando eles têm oportunidade de crescimento.
  • Atração de novos talentos: bons profissionais que estão no mercado de trabalho também demonstram interesse para vagas onde há chance de trilhar uma carreira. Nos dias atuais, nos quais as novas gerações surgem com novos interesses (sobretudo no que se trata de qualidade de vida), é interessante que as empresas possam se tornar atrativas para captar essas demandas.
  • Direcionamento e foco para o funcionário: quando tem um plano de carreira traçado, o colaborador tem mais facilidade de manter o foco de seu trabalho, uma vez que sabe aonde quer chegar e já tem claras as estratégias para isso.

Como fazer um plano de carreira?

O primeiro passo é lembrar do objetivo desse plano: criar a rota para você atingir os seus objetivos profissionais.

Fazer um bom plano de carreira não é fácil. Afinal, trata-se de um planejamento de grande impacto na sua vida, não é?

Então, o primeiro passo é lembrar do objetivo desse plano: criar a rota para você atingir os seus objetivos profissionais, isto é, servir de bússola para que você trilhe o caminho que deseja.

Para isso, vale a pena lembrar algumas dicas da executive coach Rosana Bueno, partner da SBCoaching:

  • Mapeamento pessoal: aqui, você precisa identificar quais são os seus valores, interesses, motivações e medos, ou seja, tudo que o move de verdade, em âmbito pessoal
  • Mapeamento de competências: neste ponto, vale criar uma listinha com todas as habilidades técnicas e gerais que você desenvolveu e nas quais julga ser superior aos outros. Cabe a pergunta: o que você faz de diferente, o que o diferencia no seu grupo?
  • Mapeamento do mercado: este item é importante para relacionar área, cargo e função pelos quais você tem interesse e quais serão os requisitos e as competências necessárias para atingir esse posto ou posição. Diante desses dados, o questionamento é: quais são os problemas à vista nessa jornada? E como driblá-los a tempo para acelerar sua jornada?
  • Plano de ação: é hora, portanto, de definir por escrito seus objetivos e prazos para atingi-los. Nesse momento, você deve utilizar todas as informações dos mapeamentos para traçar um planejamento objetivo, viável e fatídico. Como você, de fato, você vai chegar lá? Passo a passo, seu plano de carreira estará completo.

Esses passos acima são muito importantes para que você crie seu plano de carreira adequadamente.

Mas, para aprimorar esse planejamento, você pode necessitar de auxílio profissional.

A seguir, listamos algumas dicas que um bom coach vai oferecer, para que você tenha uma ideia mais clara dos benefícios desse tipo de assessoria.

1. Defina seus objetivos

Você precisa saber exatamente aonde quer chegar antes de definir o caminho a ser seguido, não é mesmo?

Por isso, antes de mais nada, é fundamental traçar suas metas principais.

Se você quer desenvolver determinados conhecimentos, quer trabalhar no exterior, quer se dedicar a um problema ou produto específico, é importante ter esse objetivo claro.

2. Avalie suas potencialidades

Sim, você precisa avaliar quais são seus pontos fortes e fracos.

Só assim vai saber o que precisa ser melhorado dentro do caminho que você pretende trilhar.

3. Trace estratégias

Você consegue chegar aos seus objetivos com as qualificações que tem hoje? Talvez, não.

Então, tome nota do que precisa fazer.

Talvez aprender um novo idioma ou fazer uma pós-graduação na área em que deseja atuar.

Para cada perfil profissional, diferentes experiências são necessárias.

Mas uma verdade é absoluta: o resultado não virá de graça.

Você terá que trabalhar muito para trazer seus sonhos para a realidade.

4. Busque exemplos de sucesso

Espelhar-se naqueles profissionais que o inspiram também pode ser muito motivador.

Afinal, eles já trilharam um caminho bem-sucedido e podem ensinar muitas coisas importantes.

5. Visualize a sua jornada

Seja no computador, no tablet ou no bom e velho papel, você precisa tomar nota de tudo.

Na verdade, seu plano de carreira será como um guia a ser seguido para chegar aos resultados.

Então, é importante que ele seja bastante detalhado.

E, depois que estiver pronto, é hora de entrar em ação.

Plano de carreira para empresas em alto crescimento

As empresas que mais crescem em faturamento também contratam mais colaboradores e mais rápido do que a concorrência.

As empresas de alto crescimento possuem dez ou mais assalariados e apresentam crescimento médio de seu pessoal assalariado de, pelo menos, 20% nos últimos três anos.

Esses dados fazem parte da última pesquisa do IBGE sobre o tema, divulgada em 2017.

Os números podem mudar muito rápido, mas a ideia central se mantém.

As empresas que mais crescem em faturamento também contratam mais colaboradores e mais rápido do que a concorrência.

Esse é o resultado de organizações bem-sucedidas que sabem que seu maior capital são os funcionários.

Para esse tipo de organização, o plano de carreira é imprescindível.

Ele serve para estruturar a chegada do novo colaborador, atrair talentos do mercado de olho em estabilidade e reter os melhores profissionais, que ocupam seu espaço sabendo que ali há oportunidade de evolução e meritocracia.

Esse plano de carreira deve partir dos pilares da organização: a missão, a visão e os valores.

Com esse conjunto de conceitos bem alinhados, a empresa tem condições de definir objetivos e metas viáveis em seu planejamento estratégico e, então, criar o plano de carreira para aproveitar ao máximo as potencialidades de todos os seus colaboradores.

E para o colaborador, o que significa a dificuldade de ingressar em uma empresa de alto crescimento? Significa que um plano de carreira pessoal, feito em conjunto com um coach, pode ser o que o separa hoje desse objetivo.

Com essa ferramenta em ação, o profissional tem melhores condições de se sair bem em uma entrevista, de se candidatar às ofertas de emprego que mais condizem com sua missão pessoal e a se destacar no ambiente de trabalho identificando suas fraquezas e suas potencialidades.

Plano em Y

O plano de carreira em Y, no qual o profissional por optar entre almejar um cargo gerencial ou ser um especialista em uma área técnica da empresa.

Até poucas décadas atrás, não havia muitas opções de plano de carreira.

Os profissionais eram contratados para uma determinada função e, não raramente, permaneciam nelas até sua aposentadoria.

Já aqueles que, ao longo do tempo, apresentavam um perfil de liderança, poderiam ser promovidos a cargos de gerência.

Outra opção era desistir da vaga e enfrentar novos desafios.

Hoje em dia, existem outras formas de planejar a vida profissional.

Uma delas é o plano de carreira em Y, no qual o profissional por optar entre almejar um cargo gerencial ou ser um especialista em uma área técnica da empresa.

Para áreas gerenciais, o caminho a ser trilhado é do plano de carreira mais tradicional.

Já as áreas técnicas possuem mais possibilidades, incluindo a pesquisa de soluções e desenvolvimento de novos produtos.

Muitas empresas incentivam o estudo de forma contínua, como especializações e MBAs.

O plano de carreira em Y, antes de mais nada, quebra aquele padrão antigo (linear) de crescimento profissional, que só promovia os colaboradores a cargos gerenciais.

Ele abre a possibilidade para que os técnicos com alto conhecimento desenvolvam ainda mais suas potencialidades.

Seu nome é uma alusão à geração Y, que busca novos meios de ascensão profissional, e também porque o Y mostra a bifurcação, ou seja, o funcionário não está condicionado a seguir por um caminho único.

Plano em W

O objetivo é possibilitar que um profissional possua liderança sem precisar deixar de lado suas especialidades.

Com as transformações do mercado de trabalho (geradas sobretudo pelo avanço da tecnologia e as mudanças no networking), as estratégias de crescimento profissional evoluíram.

Assim, foi criado um novo modelo de crescimento nas organizações: o plano de carreira em W.

Neste caso, o objetivo é possibilitar que um profissional possua liderança sem precisar deixar de lado suas especialidades.

Assim, um técnico também pode galgar cargos de liderança.

Com essa perspectiva, o plano em W traz mais flexibilidade tanto para o empregador quanto para o empregado.

Dentro desta proposta, o colaborador poderá administrar sua própria rotina e extrair o melhor de cada membro de sua equipe.

Nesse caso, porém, há apenas dois caminhos a serem seguidos: a área técnica ou a área gerencial.

Essas funções podem ser de baixa, média ou alta complexidade.

Quem pode fazer um plano de carreira?

Há diversas possibilidades para o plano de carreira.

Há diversas possibilidades para o plano de carreira.

Em muitos casos, a organização oferece este planejamento, dentro de suas possibilidades (plano em Y ou em W, por exemplo).

Assim, ela traça suas metas junto ao colaborador, alinhando suas expectativas e mostrando quanto tempo ele permanecerá em cada degrau da hierarquia.

No entanto, mesmo quando a empresa não oferece esse recurso, é importante que cada profissional tenha seu próprio plano de carreira.

Ele pode ser elaborado pela própria pessoa ou pode contar com a ajuda profissional de um coach ou de uma empresa especializada.

Tendo esse planejamento, fica mais fácil decidir quando se tem mais de uma oportunidade de trabalho ou mesmo para traçar metas de forma independente – sobretudo para quem deseja empreender.

Além disso, o plano de carreira bem feito serve para orientar a jornada do profissional e do empreendedor, para que ele possa superar obstáculos e alcançar mais facilmente seus objetivos.

Plano de carreira para coaches

Cada vez mais, a importância do coaching é reconhecida em todo o mundo, tanto para executivos quanto para profissionais das mais diferentes áreas.

Já pensou em fazer um plano de carreira para atuar como um coach?

Trata-se de uma atividade em plena expansão.

Cada vez mais, a importância do coaching é reconhecida em todo o mundo, tanto para executivos quanto para profissionais das mais diferentes áreas.

Apenas nos Estados Unidos, o mercado de coaching movimenta mais de US$ 3 bilhões, de acordo com números da International Coach Federation.

No Brasil, o coaching cresceu mais de 300% de 2012 a 2015.

Um estudo da Pontifícia Universidade Católica, de Campinas, publicado em 2013, que entrevistou executivos de diferentes setores, apontou que 100% dos participantes aperfeiçoaram a capacidade de ouvir, 80% melhoraram a flexibilidade, 80% aprenderam a aceitar melhor as mudanças e 70% evoluíram a capacidade de se relacionar.

O significado exato da profissão de coach, porém, ainda é pouco conhecido.

Por ser um profissional que ajuda outros a alcançarem seus objetivos, o coach é bastante confundido com o psicólogo.

No entanto, essa consultoria não visa a escutar problemas ou decifrá-los.

Cabe ao profissional de coaching manter o foco no objetivo do cliente a auxiliá-lo a se desenvolver para atingir sua meta profissional ou pessoal.

Sua missão é identificar o que move aquele profissional e, então, descobrir quais são, de fato, os valores, a visão e a missão do indivíduo e tudo aquilo que vai movê-lo rumo à concretização de seus sonhos.

Antes de mais nada, para ser um coach, é preciso gostar de estar em contato com pessoas e querer ajudá-las.

Após começar os cursos de formação – há muitas opções presenciais ou pela internet – você poderá ir subindo os degraus dentro da hierarquia do coaching.

Dessa forma, aprenderá diversas metodologias e técnicas para ajudar pessoas a atingirem seus objetivos.

Mas o interessante desses cursos é que você pode usá-los para construir a sua própria carreira.

Assim, vai adquirir conhecimento para desenvolver liderança, para avaliar novas oportunidades de carreira e para adquirir habilidades de gerir e influenciar pessoas.

Se você se identificou com as ferramentas de coaching e quer buscar desenvolver sua carreira nesse segmento, é hora de coletar informações sobre valores de cursos, buscar referências sobre os melhores cursos e fazer o planejamento de sua carreira.

A grande vantagem é que, mesmo que você não venha a exercer o coaching como profissão, ainda assim irá utilizar o conhecimento nos mais diversos campos da sua vida profissional e pessoal.

Como o coaching pode te ajudar a estabelecer um plano de carreira?

curso de extensão EAD
Muitas pessoas sabem aonde querem chegar, mas não enxergam de forma clara como podem fazer isso.

Elaborar um plano de carreira é uma tarefa séria.

O profissional precisa estar atento às oportunidades que surgem em seu caminho e às suas condições de seguir a trajetória de crescimento.

Mas é nesses pontos que reside a maior dificuldade.

Muitas pessoas sabem aonde querem chegar, mas não enxergam de forma clara como podem fazer isso.

Nesse ponto, o trabalho de coaching pode ser valioso para a concretização de seus sonhos.

O coach é um profissional especializado, que irá ajudar a perceber seus pontos fortes e pontos fracos, suas limitações e encontrar os melhores caminhos para que seus projetos avancem no mercado.

Esse auxílio também é importante para que o cliente obtenha mais dados sobre o mercado onde deseja prosperar, e também como forma de atualizar seus conhecimentos.

Afinal, o “modus operandi” de trabalhar está em constante evolução.

Por outro lado, o auxílio profissional também é uma forma de investimento na carreira.

Assim como passamos a vida investindo em cursos de atualização, também é preciso buscar, o quanto antes, fazer seu planejamento para conquistar uma carreira bem-sucedida ou mesmo para planejar sua aposentadoria.

Conclusão

se colocar no lugar do outro
O plano de carreira pode auxiliar o profissional dentro de uma empresa e também ajudar a organização a atrair e reter os melhores talentos do mercado.

Como vimos, o plano de carreira estabelece um ponto de partida e de apoio em suas decisões profissionais.

Ele pode auxiliar o profissional dentro de uma empresa e também ajudar a organização a atrair e reter os melhores talentos do mercado.

Em um mundo de relações de trabalho tão dinâmicas, com incertezas e oscilações, a importância de um bom plano de carreira é ainda maior.

Essa ferramenta vai servir para você vislumbrar seus próximos passos profissionais, moldar sua apresentação em entrevistas e direcionar melhor suas escolhas em novas oportunidades e vagas de trabalho.

Para criar esse planejamento, como já mencionamos, vale ressaltar a diferença que faz um profissional de coaching.

O coach tem total capacitação e experiência para fazer as perguntas certas e então mostrar, a partir de suas capacidades, fraquezas, aptidões e valores, quais são de fato as suas aspirações e potencialidades e como você pode tomar decisões mais assertivas em direção aos seus objetivos.

Gostou das dicas sobre o plano de carreira? Está pensando em montar o seu? Deixe um comentário.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

O que é autoeficácia e como ela pode ajudar você

Entenda o que é sincericídio e como ele pode afetar sua vida

Cursos de extensão EAD: Saiba as vantagens de aderir ao sistema

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

MBA Coaching: Saiba tudo sobre esse tipo de graduação

Aprenda cinco dicas práticas de como desenvolver o autocontrole

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.