O que te motiva de verdade?

Entender alguns conceitos pode ajudar a identificar o que influencia suas escolhas e atitudes.

(Por Daniela Assunção)

Você já deve ter participado de palestras motivacionais, das quais saiu extremamente empolgado e animado para realizar coisas que estavam travadas ou sem direcionamento, certo? Por alguns instantes, parece que é possível recuperar o “gás” necessário para entrar em movimento, fazer algo diferente ou ao menos se sensibilizar dessa necessidade. Mas, passados alguns dias, o efeito contagiante se esvai e a rotina anterior volta a reinar, porque não achou o que te motiva de verdade. Por que será que isso acontece?
A palavra MOTIVAÇÃO deriva de “motivo”, que vem do Latim motivus, “o que impele, o que move”, de motus, particípio passado de movere, “impelir, colocar em movimento”. Temos daí que motivação é o seu motivo para a ação. E isso é algo interno, só seu. Só você pode saber realmente o que o leva a acordar cedo todas as manhãs para trabalhar. Porém, existem diversas formas de nos motivarmos, e é isso que quero explorar um pouco aqui hoje: o que gera esse motivo. Entender alguns conceitos pode ajudar a identificar o que te motiva de verdade e influencia suas escolhas e atitudes. A partir disso, estando consciente e no controle de suas ações, fica muito mais simples atingir seus objetivos.



//


Se olharmos de uma perspectiva ampliada, podemos dizer que motivação é o que nos faz agir em qualquer situação. E isso pode ser em dois sentidos: no de obter prazer ou evitar a dor. Assim, a principal força motriz é em direção a algo ou para evitar algo. David McClelland, professor da Universidade de Harvard e criador da Teoria da Motivação Humana, identificou três direcionadores de motivação que todos nós temos e que nos motiva de verdade. São eles:
– Realização ou Conquista: Pessoas “conquistadoras” desejam obter resultados, estabelecem metas desafiadoras e trabalham para alcançá-las. Elas valorizam o sucesso e evitam o fracasso a todo custo, e tem o comportamento voltado para a competitividade. Seu desejo é o de atingir a excelência e, portanto, estão sempre se aperfeiçoando e buscando melhorar sua eficiência.
– Afiliação ou Associação: Pessoas estimuladas por associação são motivadas por relações humanas. Eles precisam ter amigos, querem ser amadas e elogiadas. O que mais detestam é a solidão. Geralmente escolhem amigos para trabalharem juntos ao invés de especialistas. Trabalham bem em equipe, mas não exercem tão bem cargos de liderança por sua dificuldade em tomar decisões que possam gerar sua impopularidade.
– Poder: O terceiro grupo é o de pessoas que querem o poder de influenciar os outros, querem tornar-se autoridade e ter controle sobre tudo. Eles gostam de influenciar, competir e ganhar, sentem a necessidade de comandar os demais e odeiam ser manipuladas. Tendem a assumir mais riscos em função da visibilidade que desejam obter.
Todos nós somos impulsionados principalmente por um destes fatores. A base dessa teoria afirma que quando um indivíduo consegue algo através de algum motivo, o mesmo meio será utilizado para resolver outros problemas. Isto caracteriza o estilo da pessoa. Porém, todos temos essas três necessidades em graus diferentes.
Com base nisso, você tem ideia de onde a sua motivação vem?

A melhor maneira para manter-se motivado é, em primeiro lugar, ter claros quais são os seus valores

Como usar esta teoria para obter os resultados que você deseja? Para tornar-se um mestre da sua própria motivação, você precisa entender qual é a verdadeira força que impulsiona você. Aprenda sobre si mesmo, compreenda-se e você será capaz de alavancar seu direcionamento.

Esse impulsionador influencia diretamente seu desempenho no trabalho e também afeta o clima organizacional das empresas, porém é possível buscar um equilíbrio entre os fatores que irão atender essa sua necessidade. Por exemplo, alguém que seja motivado pelo poder, mas não esteja numa posição de liderança na empresa, pode buscar outras formas de exercitar isso, como praticando um esporte que proporcione uma competição saudável. Ou então um profissional que passe a trabalhar de forma autônoma e para quem o fator associação seja extremamente importante, ele pode buscar esse contato através de algum grupo de estudos ou associações que permitam essa maior troca de experiências com outras pessoas. Claro que essas “alternativas” podem ser temporárias e devem ser fortes o suficiente para que de fato a pessoa se mantenha motivada de maneira geral em sua vida.
De qualquer forma, a melhor maneira para manter-se motivado é, em primeiro lugar, ter claros quais são os seus valores, as coisas realmente importantes para você na vida. Feito isso, identifique quais projetos, ações ou áreas da sua vida proporcionam o preenchimento de cada um deles. A partir disso você pode criar sua visão de futuro, aquilo que quer concretizar a médio e longo prazo. Esse ideal de realização será também seu motivador para suas ações diárias.
Estes são apenas alguns pontos para instigá-lo a pensar. Levantando essas respostas você pode ter um caminho rumo a um maior equilíbrio dos diversos aspectos de sua vida e a motivação real necessária para alcançar seus objetivos.
Boa sorte!
“O segredo da existência humana consiste não somente em viver, mas ainda encontrar o motivo para viver” (Dostoievski)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Empowerment: O Que é, sua Importância nas Empresas e Exemplos

Dinâmica de Apresentação: Como Fazer, Dicas e Exemplos Práticos

Diagrama de Ishikawa: Guia Completo Passo a Passo

O Carnaval chegou… todo cuidado é pouco!

AFINAL, EXISTE UM MODELO DE CORPO PERFEITO?

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.