Você já ouviu falar em Outsourcing?

outsourcing

Você sabe o que é outsourcing? Na tradução literal, out pode ser definido como “de fora” e sourcing como “origem” ou “fonte”, tendo como significado algo como “uma fonte de fora”. Sendo assim, dentro do mercado corporativo, esse termo serve para definir a utilização de uma mão de obra externa para serviços especializados que não costumam ser realizados dentro de uma empresa.

É um tipo de contratação própria para serviços que são extremamente necessários ao funcionamento de uma companhia e que podem ser atribuídos a uma corporação especializada. Pode ser muito válida para empresas de variados ramos, já que hoje existe um  consenso entre empreendedores de que é melhor se concentrar nas atividades que a empresa melhor sabe fazer, delegando para outros profissionais ou empresas especialistas o restante das tarefas.

Além disso, por meio do outsourcing é possível reduzir os custos e otimizar as operações.

Outsourcing x terceirização

Mas atenção: ele é diferente da já conhecida terceirização. Embora os dois termos sejam utilizados como sinônimo, não são a mesma coisa.

No caso do outsourcing, trata-se de um setor da empresa sendo assumido por uma empresa ou profissional de fora, que passa a atuar de forma estratégica dentro do mesmo.

Essas empresas ou profissionais contratados contam com um conhecimento aprofundado da área, tendo um papel de extrema importância para o contratante.

Serviços como gestão de RH e atividades contábeis, financeiras e jurídicas são realizados com frequência nesse modelo. Também é um modelo muito comum para a área de Tecnologia da Informação (TI), marketing e publicidade.  

Já a terceirização é mais facilmente identificada nas empresas. Está mais ligada a atividades simples, especialmente para a execução de tarefas auxiliares para o bom andamento da empresa. Sua principal finalidade é a redução de custos e não a realização de atividades estratégicas por especialistas em determinada área.

Outsourcing x insourcing

Como já dito, o outsourcing é o processo de contratação de uma organização externa para realizar tarefas específicas. Já o insourcing é uma prática de negócios realizada dentro da infraestrutura operacional da organização, ao atribuir um projeto a uma pessoa ou departamento da empresa em vez de contratar alguém de fora. Ou seja: é o inverso!

Sendo assim, o insourcing utiliza recursos desenvolvidos dentro da organização para executar tarefas ou atingir um objetivo, criando departamentos próprios para a execução dos mesmos. Por esse motivo, pode ser mais caro. Mas, para algumas empresas o custo compensa a segurança – já que não envolve passar dados para empresas e profissionais contratados, deixando-os sigilosos. Isso depende muito do segmento do negócio.

Vantagens do outsourcing

Menos custo

Uma das principais razões pelas quais as empresas optam pelo outsourcing são os custos menores. Os gastos são reduzidos devido à ausência de despesas contratuais como transporte, alimentação e contribuição previdenciária.

Os funcionários que prestam o serviço recebem um valor um pouco menor do que funcionários realmente contratados pela companhia, mas contam com conhecimento especializado para produzir as demandas necessárias pela empresa.

Maior lucratividade

Por obter empregados eficientes por um custo menor, os ganhos da empresa acabam aumentando consideravelmente. Isso também ocorre devido a um bom desempenho nos processos de trabalho, que otimizam o tempo e garantem melhoria na produção de maneira geral.

É possível se concentrar mais no próprio negócio

Para que o seu negócio tenha sucesso, todos os colaboradores precisam se concentrar no que fazem de melhor. Também é importante focar na melhora da imagem da empresa, no que gera receita e em novos clientes.

O outsourcing abre uma nova janela de oportunidades nesse sentido. As corporações podem escolher se concentrar em seu negócio principal, deixando todas as outras tarefas para os especialistas externos que são contratados.

Profissionais qualificados

Para as companhias que optam por esse modelo, há vantagens por conta da rapidez com que as contratadas respondem às mudanças na legislação e regras do mercado quando diz respeito às suas áreas de atuação – tipo de conhecimento que a contratante não costuma ter e que pode ocasionar multas e ações trabalhistas.

Além disso, esse tipo de contratação fornece uma série de outros benefícios estruturais à empresa, como o contato com profissionais altamente qualificados e um suporte para decisões estratégicas.

Conclusão

As empresas geralmente pensam no outsourcing apenas como forma de reduzir custos, mas esse tipo de contratação pode ir muito além! À medida que sua empresa cresce, ele pode ser uma forma de promover a inovação e conquistar novos conjuntos de habilidades que reposicionam sua marca no mercado – como já dissemos acima, no tópico sobre a possibilidade de se concentrar mais no seu próprio negócio.

Ao considerar como o outsourcing pode ajudá-lo a crescer, concentre-se no valor que a experiência de um contratado pode agregar para a sua empresa. Seja por meio da expansão da produção ou do marketing de sua empresa feito de forma mais ampla, esse modelo oferece uma oportunidade para inovar, crescer e superar a concorrência.

Então, sim, vale a pena contratar empresas de RH, marketing, TI e outras áreas de extrema importância para o seu negócio para que tenham uma atuação mais experiente e assertiva. Se uma empresa não tem, ainda, a possibilidade da criação de departamentos próprios internos, essa é uma ótima opção.

Gostou do artigo? No nosso blog você confere esses e outros textos sobre liderança, carreira, coaching e mais!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Recolocação Profissional

LIDERANÇA EFETIVA: COMO GUIAR SUA CARREIRA E VIDA EM 2021

Skills de hoje e do futuro

O que é autoeficácia e como ela pode ajudar você

As habilidades mais importantes em 2021

Cursos de extensão EAD: Saiba as vantagens de aderir ao sistema

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.