Os problemas da falta de comprometimento no trabalho

 

mulher escritório notebook
A total sintonia do colaborador com os interesses da empresa é fundamental para o crescimento de ambos.

A total sintonia do colaborador com os interesses da empresa é fundamental para o crescimento de ambos, pois existe uma relação de dependência entre eles. Um funcionário não envolvido com o trabalho prejudica a própria imagem e atrapalha o alcance das metas organizacionais.

Quem nunca se empenha no ofício terá a imagem prejudicada e encontrará dificuldades para subir na carreira, pois o mercado está em busca de pessoas com visão de desenvolvimento, que se dediquem, conquistem o próprio espaço e alcancem o progresso pessoal e profissional.


A falta de comprometimento dos colaboradores tem afetado muitas organizações e dificultado o crescimento de alguns negócios. Viver ocupado com afazeres pessoais e colocar empecilhos para cumprir suas obrigações pode deixar o funcionário mal visto.

Para evitar problemas, faça uma avaliação comportamental e conheça algumas atitudes do servidor descomprometido, que inviabilizam o alcance de ideais preestabelecidos:

Chegar sempre atrasado – é um clássico de todo péssimo empregado. Começar o expediente fora de hora e também ir embora mais cedo com frequência são atitudes negativas dentro do mundo corporativo.

Falta de atenção – não ser atento às tarefas diárias e aos pedidos do chefe é uma prática bastante comum e inaceitável. É importante prestar atenção em tudo o que se faz.

Fazer as coisas pela metade – Não deixe para amanhã o que se pode terminar hoje. O funcionário interessado nos bons resultados conclui o que começa e não deixa as tarefas para depois.

 

homem empresa
Começar o expediente fora de hora e também ir embora mais cedo com frequência são atitudes negativas.

Ausência de interesse – a falta de vontade de aprender é um grande obstáculo. Quem deseja promoção deve perguntar o que não sabe e persistir até dominar o assunto.

Ser relapso com prazos – dar desculpas por não cumprir com as obrigações em tempo hábil e culpar os outros pelas falhas também são características dos descomprometidos. Lembre-se que a firma tem metas e depende de datas estipuladas junto à equipe para cumpri-las.

Ser resmungão – ter o hábito de reclamar da vida e falar mal dos resultados, dos colegas e do serviço não permite que ninguém seja bem-visto. Quem está insatisfeito, deve agir para mudar a realidade e buscar algo que o deixe mais feliz.

Falta de companheirismo – torcer o nariz quando alguém pede ajuda é uma demonstração de falta de coleguismo. O bom trabalhador está sempre pronto para colaborar com os outros.

Colhendo os frutos

Ter interesse pelos afazeres profissionais é muito proveitoso e traz aprendizado, que é sinônimo de crescimento. Quando esse avanço é obtido por meio de entrega e motivação no trabalho, sem ser prejudicial a si e às pessoas que estão ao redor, a empresa alcança resultados positivos e o funcionário é recompensado.

Profissionais que almejam o destaque e o reconhecimento devem ter – como premissa de comportamento humano no trabalho – o comprometimento. Vale lembrar que para alcançar uma promoção na empresa, esforço e dedicação são essenciais. Cada um é responsável pelo próprio sucesso na carreira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é sincericídio e como ele pode afetar sua vida

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

Aprenda cinco dicas práticas de como desenvolver o autocontrole

Entenda as diferenças entre eficiência e eficácia

Aprenda a desenvolver o equilíbrio emocional

Aprenda a fazer um planejamento semanal e otimize seus resultados

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.