Devo ser um profissional mais especifista ou generalista?

Na hora de sair em busca de emprego, é necessário estar atento às exigências e perfis almejados pelas empresas. Antigamente, as pessoas especializadas em uma determinada área eram as mais requisitadas e tinham chances maiores de contratação. Hoje, muitas companhias estão à procura de funcionários generalistas, que possuem uma visão mais ampla e compreensão do todo.

Sabem muito de um pouco

O especifista, além de acumular cursos e capacitações em um único campo e ter, na maioria dos casos, entendimento aprofundado apenas nessa esfera, possui vasta experiência em um só cargo. Geralmente, ocupa posições que exigem expertise e alto nível de domínio técnico.

Este direcionamento restrito a uma função requer algumas qualidades profissionais e propicia vantagens:

– Com o forte investimento em graduações e especializações, é possível se destacar e oferecer diferenciais perante a concorrência por meio de um currículo rico;

– A demanda por pessoas que tenham profundo conhecimento técnico é alta devido à expansão de algumas áreas no Brasil, como petróleo e gás;

Apesar de se sobressair em um setor, os especifistas podem ter dificuldades em conseguir espaço no mercado de trabalho. Se o ramo ao qual decidiram se dedicar estiver “em baixa”, eles passarão mais tempo desempregados e a concorrência para as vagas que surgirem será maior.

Também é uma desvantagem o fato de que colaboradores com este perfil dificilmente são reaproveitados dentro da companhia, já que possuem conhecimento limitado.

Generalista ou Especificista? Qual profissional devo ser?
É importante que o profissional saiba um pouco de tudo

Um pouco de tudo

Têm experiência em diferentes campos e são capazes de absorver muitas informações, colecionando carreiras profissionais diversificadas e heterogêneas. Ao falar do generalista, muitos acreditam que são empregados “quebra-galho” ou pouco instruídos. Na verdade, eles conseguem atuar em mais de uma posição e assumir missões distintas por ter uma noção global dos negócios.

Com a evolução do mercado, é preciso adaptar-se às necessidades das empresas, que querem funcionários aptos a exercer tarefas diversas. Ser “multifuncional” garante muitos benefícios:

– Por ter uma perspectiva ampla, são competentes para assumir cargos de gerência e liderança, pois compreendem o universo do mundo corporativo;

– São mais “empregáveis” e têm melhores chances em uma entrevista de admissão, uma vez que estão preparados para ocupar novas funções caso seja preciso;

No entanto, justamente por serem bem-sucedidos em várias atividades, podem sofrer exploração no trabalho, executando sozinhos um projeto que, por exemplo, deveria ser desempenhado por uma equipe. Em determinados momentos, a falta de aprofundamento pode prejudicar o alcance de resultados.

Para atingir o sucesso e preencher requisitos importantes para a empregabilidade, é recomendável aliar características de um especialista – que tem um foco definido na carreira profissional – a qualidades de um funcionário que tenha visão generalizada de todos os departamentos.

BAIXE 2 PDFs GRATUITOS!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Skills de hoje e do futuro

O que é autoeficácia e como ela pode ajudar você

As habilidades mais importantes em 2021

Cursos de extensão EAD: Saiba as vantagens de aderir ao sistema

MBA Coaching: Saiba tudo sobre esse tipo de graduação

O papel do feeling no mundo corporativo

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.