Saiba quando é hora de voltar à faculdade?

Especialistas dão sugestões para os profissionais que pensam em se especializar ou mudar o rumo da carreira

São Paulo – Retornar às salas de aula é um desafio para profissionais que decidem mudar de carreira ou se especializar em um determinado segmento de atuação. Enfrentar uma nova graduação não é um procedimento simples para quem já está no mercado de trabalho, mas pode ser um dos caminhos que levam à realização profissional.

Especialistas ouvidos por EXAME.com indicam quais os pontos principais que devem ser considerados pelo profissional antes de voltar à faculdade.

Já tenho diploma. Devo voltar à faculdade?

Depois de uma escolha feita no fim da adolescência e anos de estudo até garantir o diploma, entrar no mercado de trabalho parece ser o ideal de todos os profissionais. Há aqueles que, no entanto, percebem que a carreira não tomou o rumo desejado e esperam alterar a trajetória profissional na procura por uma nova graduação.

“Para quem já tem um diploma, o mais indicado é procurar um curso de graduação apenas se a nova carreira exige algum tipo de qualificação técnica ou registro profissional, como médicos, advogados ou psicólogos, por exemplo”, opina Verônica Rodrigues, especialista em coaching executivo.

Segundo Verônica, para as demais carreiras, é possível investir em formação complementar em vez de sobreposição, já que “um retorno à graduação exige uma dedicação de tempo livre e dinheiro”.

Os profissionais que por algum motivo assumiram funções que não são os padrões para a formação adquirida, mas que carecem de conhecimento básico e fundamentos da profissão também podem optar por voltar às salas de aula.

Esse tipo de situação é comum em pessoas da área técnica e comercial, e mesmo para profissionais liberais, que descobrem competências em outras áreas no percurso da carreira e acreditam que a especialização não terá profundidade suficiente para as funções que assumiram”, explica Karen Mascarenhas, consultora da DBM Career Transition.

O que levar em consideração?

As pessoas que estão há algum tempo no mercado de trabalho precisam estar preparadas para o ônus da mudança. “É provável que o novo nível de carreira inicialmente esteja abaixo do anterior, por isso o profissional deve avaliar se está preparado para a transição”, diz Karen.

Antes de tomar a decisão, o profissional também deve avaliar o mercado e falar com pessoas da área desejada para ter certeza da necessidade de graduação. “Muitas vezes a especialização ou cursos de curta duração como pós-graduação e MBA podem fornecer os fundamentos necessários”, diz Elaine Saad, gerente geral da Right Management no Brasil.

Segundo Karen, essa aproximação do segmento em que vai atuar deixa o profissional mais seguro da decisão.

Além disso, a dedicação a um novo curso de graduação exige mais do que coragem. “O profissional deve estar ciente de que vai precisar de fôlego para se dedicar diariamente aos estudos durante os dias de semana e nas horas livres”, diz Elaine.

Como avaliar o momento certo?

Para quem tem medo de tomar uma decisão precipitada ou demorar demais para mudar de carreira, os especialistas informam que o retorno à faculdade pode ser feito a qualquer momento.

“O mote para avaliar a hora certa de voltar à faculdade é sentir falta de algum conhecimento para a função. Isso é mais comum em torno dos 30 anos, mas cada vez mais as pessoas têm procurado satisfação profissional em pontos diferentes da carreira”, afirma Karen.

O conselho também é dado para quem volta a estudar em pós-graduação ou MBA. “Quando perceber que a metodologia do trabalho está antiquada ou não oferece os resultados desejados, o profissional deve procurar uma atualização dos seus conhecimentos, mesmo que já possua uma especialização anterior”, sugere Verônica.

Quando é tarde para retomar os estudos?

Os especialistas concordam que nunca é tarde para seguir uma nova vocação. “Uma carreira pode ser compensadora até um certo período da vida e depois a pessoa descobrir que prefere buscar outras formas de gratificação profissional”, diz Verônica.

Para Elaine, “seja na procura por um novo curso, seja na procura por especialização, o profissional não pode perder o foco no aprendizado constante”.

Fonte: Exame

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Você já ouviu falar em Outsourcing?

LIDERANÇA EFETIVA: COMO GUIAR SUA CARREIRA E VIDA EM 2021

Skills de hoje e do futuro

O que é autoeficácia e como ela pode ajudar você

As habilidades mais importantes em 2021

Cursos de extensão EAD: Saiba as vantagens de aderir ao sistema

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.