Steve Jobs, um visionário Alpha, é eleito o CEO da década

Não é de hoje que os produtos da Apple se tornaram febre entre as pessoas, sejam elas aficionadas por tecnologia ou simplesmente amantes por itens de qualidade. O principal garoto propaganda da empresa, desde o início, foi seu fundador e atual CEO, Steve Jobs. Ao longo de quase 40 anos, ele lutou para consolidar sua empresa no mercado. Nesta quarta-feira, ele foi mais uma vez reconhecido por seu trabalho, ao ser eleito o CEO da década pelo siteMarketWatch.

Steve Jobs: próprio comportamento gerou problemas e seu afastamento

Jobs não é exatamente um executivo comum. Começou a empresa do zero, ainda quando estava na faculdade, e logo colheu os frutos de seu esforço. Mas, ao longo dos anos, seu temperamento errático criou enormes conflitos dentro da empresa. Embora carismático, Jobs era um líder extremamente exigente, cobrando que seus funcionários trabalhassem ao longo da madrugada para desenvolver projetos com mais velocidade. Chegou a criar propositalmente grupos antagonistas entre os colaboradores responsáveis por dois diferentes projetos, aumentando o clima de rivalidade em meio à prosperidade financeira da companhia. Ele acabou sendo vítima de seu próprio comportamento em 1985, quando foi afastado pelo presidente que ele mesmo havia contratado.

Comportamento: quais riscos os visionários Alpha podem correr

O fundador da Apple não sabia, mas estava sendo vítima dos riscos comuns aos visionários alpha. Segundo análise de perfil comportamental desenvolvida pelo Worth Ethic Institute, os riscos dos visionários alpha são a dificuldade de se fazerem entender devido às suas recorrentes ideias. Esse tipo de liderança também é marcado pela falta de senso de realidade – evidenciada por suas incursões noturnas na empresa, fator decisivo na perda de credibilidade de Jobs frente a seus colaboradores.

O retorno do CEO da década ao comando da Apple

Jobs retornou à Apple em 1997 e foi aí que a empresa começou a ser reerguer e chegou ao atual nível de inovação e qualidade. O CEO aprendeu a capitalizar seus pontos fortes, em parte com ajuda de Kate Ludeman, da Worth Ethic, que fez com ele um trabalho decoaching. Suas ideias revolucionárias são hoje sinônimo de modernidade, e vêm ditando o ritmo das mudanças dos rumos da informática.

O processo decoaching atua desta maneira com líderes: otimiza seus pontos fortes e diminui seus riscos. Jobs e o sucesso de sua Apple são um exemplo disso.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Gestão de talentos: o que é, importância e como implementar

Treinamento de liderança: sua importância para o sucesso

As 3 Qualidades Indispensáveis de um Líder

Liderança: Diferentes Tipos, Estilos e Como Funcionam?

Gestor: o que é, principais características e desafios

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.