Teste Comportamental: O que é, e como o DISC pode lhe beneficiar

mbti como funciona teste

Você já aplicou ou foi submetido a um teste comportamental em algum momento de sua vida? Se sim, como foi a sua experiência?

A verdade é que essa ferramenta tem sido cada vez mais usada – e não somente no .

Antes de entrar no mercado, jovens que ainda estão em dúvida sobre qual profissão seguir podem realizar uma avaliação do tipo teste vocacional, por exemplo.

É uma forma de verificar quais empregos se encaixam melhor ao seu perfil.

Outra possibilidade se dá naquele momento em que você se percebe um tanto quanto perdido dentro da sua empresa.

O teste comportamental também pode ajudá-lo a se reencontrar o rumo profissional.

Muito usado no recrutamento, na realocação e em mudanças no trabalho em geral, o método pode trazer resultados impressionantes no curto prazo.

Interessado em conhecer todos o benefícios que esse verificador de conduta pode trazer?

Então, leia este artigo até o fim e confira todas as informações que reunimos para você.

O que é um Teste Comportamental?

autocontrole

Cada pessoa tem um perfil que predomina e define ou influencia o seu modus operandi.

O teste comportamental é uma maneira de enxergar esse jeito particular de ser de cada um, sempre de maneira clara e técnica.

Será que a sua forma de lidar com as dificuldades, os aspectos comportamentais e suas capacidades técnicas estão adequados para a vaga que ocupa?

Ou, de repente, sua conduta pode indicar um melhor desempenho em outra área?

O teste vai ajudar você a encontrar respostas para esses e outros questionamentos de natureza profissional ou pessoal.

Afinal, existem diferentes tipos de avaliação de comportamento, cada um deles com metodologias e aplicações próprias.

Alguns se utilizam de questionários, outros de planilhas.

O segredo está em avaliar bem as necessidades e o que se pretende com o teste para determinar qual é o modelo ideal para a circunstância desejada.

Eficácia de um Teste Comportamental

Mature mother with teen daughter having serious conversation

Os resultados de um teste comportamental podem ser extremamente satisfatórios, trazendo a resposta que tanto se esperava.

Mas, para isso, é preciso tomar alguns cuidados.

Como já mencionado, é preciso, primeiramente, saber exatamente para que a avaliação será realizada, qual é o intuito de sua aplicação.

Outro ponto a se atentar é em relação aos profissionais que vão realizar e depois analisar os resultados da amostragem.

Quanto mais experientes e comprometidos forem, maior vai ser a eficácia do programa.

Nesse sentido, ter uma equipe de recursos humanos e gestão de pessoas competente não representa gasto, mas sim um importante investimento.

Setores como esses são responsáveis por lidar com o que há de mais vital em qualquer negócio: os colaboradores.

Além de estudar a fundo o motivo da avaliação e ter especialistas capacitados para aplicá-la, outro elemento que merece toda a sua atenção é o tempo.

O que acontece é que alguns testes podem apresentar resultados muito rápido, enquanto outros podem demorar meses até serem notados.

Estamos falando de pessoas e, por isso, cada indivíduo se comporta de maneira diferente.

Agora, independentemente do prazo de retorno dos benefícios do teste, você tem de fazer da ferramenta algo institucional, algo registrado nas normas da empresa.

A prova de perfil comportamental só vai ter sua efetividade completa se for uma regra e não uma atitude esporádica, que ocorre dependendo da gestão.

Por isso, as avaliações devem ser cíclicas, respeitando um calendário rigoroso de utilização.

Os Benefícios de Fazer um Teste Comportamental

Se atendida à cartilha da eficácia recém apresentada, um teste comportamental só irá trazer ganhos para sua empresa e seus colaboradores.

Sabe quando você está assistindo televisão, mas a imagem não está com toda aquela nitidez necessária?

Até dá para entender o filme, mas os detalhes acabam passando despercebidos.

Pois é, a avaliação de comportamento pode funcionar como a sintonia fina que vai transformar a resolução do seu televisor em 4K.

Na analogia, a TV é a sua empresa e, a imagem, o desempenho dela.

Ou seja, esse jogo de palavras ajuda a mostrar que o seu negócio pode até estar funcionando, mas ele talvez ainda possa apresentar resultados muito melhores somente com pequenos ajustes.

Por exemplo, determinado colaborador não está conseguindo bater suas metas de maneira recorrente. E o que acontece?

Uma empresa que não realiza um teste comportamental poderia simplesmente demitir o funcionário, alegando que ele não está produzindo o suficiente.

Agora, se o seu empreendimento se utiliza da ferramenta, pode verificar que o empregado está atuando fora de função, que o seu desempenho seria melhor em outra área, por exemplo.

Passadas algumas semanas, o seu rendimento pode se multiplicar.

Viu, só? Todo mundo saiu ganhando.

A empresa aumentou os seus índices e não onerou sua folha ao demitir um funcionário e contratar outro.

E o próprio colaborador, que entregando mais resultados, teve a sua autoestima elevada.

Vale destacar que esse é só um exemplo. Existem diversos outros benefícios.

Pessoas que passam anos trabalhando em empregos que acreditam ser sua vocação – mas que na verdade não sentem prazer nenhum ao desempenhar suas atividades – podem mudar de ramo e melhorar sua qualidade de vida com um teste comportamental.

É sob medida para quem está iniciando a carreira.

Com base nos gostos e preferências do candidato, a ferramenta apresenta as profissões mais condizentes com seu perfil, o que favorece a escolha assertiva sobre qual curso fazer.

Os Princípios de um Teste Comportamental – DISC

Entre os testes de perfil comportamental mais utilizados no mundo está o modelo DISC.

O nome da ferramenta é uma referência ao acrônimo em inglês que significa:

  • Dominance
  • Influence
  • Steadiness
  • Conscientiousness.

São as características analisadas nessa técnica de avaliação – e sobre as quais vamos aprofundar mais a frente.

O DISC é um instrumento de autoconhecimento e de autoavaliação do seu momento atual.

Sua aplicação se dá a partir de um questionário rápido, objetivo e completo, com perguntas diretas e de múltiplas alternativas.

Com as respostas em mãos, é possível montar um mapeamento completo do seu perfil comportamental.

O objetivo central da ferramenta é decifrar seu modelo mental.

Em outras palavras, ajudar a entender como você pensa e age, a fortalecer sua autoestima, potencializar suas habilidades e diferenciais, além de diminuir suas fraquezas para atingir melhores resultados.

Cada vez mais pessoas buscam no DISC um oportunidade de crescer.

Com um índice de assertividade que beira os 98%, a metodologia é utilizada em mais de 70 países e por empresas e profissionais de todo o mundo.

Ela é também a base do Coaching Assessment, considerado como um dos métodos mais efetivos do mercado quando o assunto é identificação das potencialidades do indivíduo, especialmente em seu ambiente de trabalho.

O que é o Teste DISC?

Mas, afinal, o que é o teste DISC?

Ele nada mais é que um método desenvolvido para avaliação do comportamento dos indivíduos.

O modelo teve origem a partir de estudos de William Moulton Marston, que tinha o objetivo de compreender como o ser humano lida com o ambiente em que está inserido, além dos motivos para que ele apresente determinadas ações e reações.

Marston identificou que os indivíduos possuem duas grandes esferas comportamentais: a interna (sua própria percepção a respeito de seu poder pessoal com relação ao ambiente em que está inserido) e a externa (análise do ambiente).

A partir das duas dimensões, estimulam-se quatro variáveis comportamentais que podem ser moldadas de acordo com os referenciais.

São eles: dominância, influência, estabilidade e conformidade.

Todos as pessoas no mundo possuem essas quatro características inerentes, com um perfil em predominância, que auxilia na construção da individualidade e singularidade de cada um.

O Que um Teste Comportamental Analisa?

Em essência, o teste comportamental serve para deixar o mais compatível possível o seu quadro de funcionários.

Sempre de acordo com as suas necessidades, desafios e metas a serem alcançadas.

Se esse casamento for perfeito, são grandes as chances de a sua empresa ser bem-sucedida.

As informações que o mapeamento traz são de um valor inestimável para todo negócio que pretende ir além.

Por isso, sem mais delongas, conheça quais são as bases da ferramenta DISC e o que é avaliado em cada uma delas.

  • Dominance (dominância): apresenta dados sobre o perfil comportamental predominante e a forma de atuação da pessoa. Mostra como ela lida com desafios e também com as dificuldades, definindo suas características principais
  • Influence (influência): traz informações detalhadas sobre como a pessoa se relaciona, se comunica e o seu nível de capacidade de influenciar os demais. É a base para identificação de lideranças
  • Steadnisess (estabilidade): mostra como a pessoa lida com mudanças, como encara as transformações ao seu redor e como se posiciona em momentos assim
  • Conscientiousness (conformidade): evidencia a capacidade da pessoa de se adequar, respeitar as regras impostas e de segui-las conforme o que foi determinado.

Com base nessas informações coletadas, é possível definir quatro diferentes perfis comportamentais, que são, respectivamente: analista, comunicador, executor e planejador.

Conhecendo as características de cada modelo mental, você pode, por exemplo, contratar ou realocar um colaborador de acordo com o seu perfil, conhecimentos e experiências.

Ou seja, conforme sua adequação para uma função específica.

O Que é um Teste Comportamental dos Bichos?

Como já mencionado anteriormente, existem diferente modelos de testes comportamentais.

Outro tipo muito usado é o da Teoria da Dominância Cerebral, do pesquisador norte-americano Ned Herrmann, um dos principais expoentes dos estudos sobre a criatividade.

Nele, o cientista divide o cérebro humano em quatro quadrantes (analítico, organizador, relacional e experimental).

Para a definição dos perfis, são feitas 120 perguntas de múltipla escolha.

Mas você deve estar se perguntando, o que isso tem a ver com o teste dos bichos?

Calma, nós já vamos chegar lá.

Foi a partir dessa ferramenta criada por Herrmann que se chegou à avaliação que tem como resultados perfis com nome de espécies de animais.

Além de divertida, a prova também apresenta um método simples, rápido e muito efetivo.

Ela ajuda a traçar o perfil comportamental e a identificar a dominância cerebral de cada pessoa: suas preferências, mapa de mundo, motivações, impeditivos, crenças e valores, sempre conforme a sua personalidade predominante.

As palavras que regem os quatro modelos comportamentais e suas características centrais são ação, comunicação, idealização e organização.

Para ilustrar esse conjunto, são evocados quatro animais poderosos, que representam cada um destas qualidades.

O tubarão é o executor (ação). O gato simboliza o comunicador. A águia, a pessoa idealizadora. Já o lobo, o indivíduo organizado.

Vamos detalhar cada um deles?

Tubarão, o proativo

Um dos bichos mais completos do reino animal.

É um caçador nato, figura no topo de sua cadeia alimentar.

As pessoas com esse perfil são consideradas mais focadas em resultados, determinadas, objetivas e capazes de superar seus desafios de forma precisa e rápida, com muita força e determinação.

Gato, o comunicador

Animal mitológico, que no Egito Antigo era venerado tal qual um deus.

O felino é também um animal amoroso, brincalhão, carinhoso e acolhedor, um companheiro fiel – ainda que nem sempre as pessoas sejam capazes de identificar essas características em seu comportamento, por serem mais independentes.

Não por acaso, os indivíduos com as características do perfil de gato são consideradas mais receptivas, abertas ao trabalho em equipe e de fácil comunicação.

Tem o poder de unir, ou seja, de aglutinar as pessoas ao seu redor, de gerar tranquilidade, harmonia e de pacificar os ambientes.

Águia, o idealizador

Animal vistoso, que voa alto e que, com sua visão privilegiada, consegue ver muito mais longe que os outros.

Por isso, as “águias” são consideradas pessoas visionárias, criativas, capazes de vislumbrar o futuro e de provocar mudanças significativas ao seu redor.

Lobo, o organizador

Animal meticuloso e observador.

Tem na audição o seu sentido mais aguçado e na fidelidade à sua matilha a principal característica.

Por isso seu senso de equipe é tão forte.

Pessoas com o perfil “lobo” são consideradas metódicas e organizadas, como também possuidoras de uma poderosa visão estratégica, o que lhes permite traçar planos simples ou complexos e colocá-los em prática com mais efetividade.

E aí, será que você é proativo como o tubarão ou ótimo com as palavras tal qual um gato?

Ou ainda é uma águia visionária ou está mais para um lobo estrategista?

Faça o teste e descubra qual animal você é.

O Coaching e o Teste Comportamental

No dia a dia de uma empresa, ter inteligência organizacional é essencial.

Muitas vezes, o colaborador não consegue apresentar seu potencial máximo porque não está sendo aproveitado da melhor forma.

O resultado disso é perda e frustração para ambas as partes.

Ao conhecer seu mapeamento completo, a organização dá um salto em sua gestão, pois consegue direcionar a pessoa certa para o lugar certo.

Com isso, aumentam suas chances de conquistar os resultados esperados com aquela contratação.

A mesma lógica também se aplica ao trabalho de um coach e no atendimento aos seus clientes.

Conhecendo o perfil de quem está sendo atendido, o profissional pode entender, por exemplo, sua forma de ver o mundo e de se relacionar com as pessoas.

Ou seja, verificar a fundo o perfil, se é mais objetivo ou detalhista, mais comunicador ou observador.

Municiado com esse leque de informações sobre suas características centrais, pode definir com mais assertividade suas ações e conduzir todo o processo de coaching de acordo com seu temperamento.

Como fazer uma avaliação de Perfil Comportamental?

Você sabia que pode se tornar um consultor em análise comportamental?

E você, empresário, sabia que pode transformar alguns de seus colaboradores em grandes especialistas de desenvolvimento?

Tudo isso é possível através da formação em cursos de análise comportamental.

Esse é um modelo de especialização voltada para o conhecimento de técnicas essenciais, que permitem a utilização do perfil comportamental – altamente poderoso no sentido de ajudar profissionais e empresas na aquisição do autoconhecimento.

Ao se tornar um analista de perfil comportamental, você pode potencializar os resultados pessoais, profissionais e organizacionais de seus clientes.

Isso porque as pessoas passam a ter a oportunidade de se conhecer melhor, entendendo quais são os pontos que mais lhes ajudam a crescer e quais aqueles que precisam de atenção e melhorias nas execução das atividades diárias.

Saber analisar com propriedade os resultados de um teste comportamental e apresentar uma boa solução sobre as informações por ele levantadas faz toda diferença em sua capacitação.

Sua atitude sobre a tomada de decisões vai passar a ser mais efetiva e embasada.

Por isso, se você deseja aprimorar suas habilidades e ampliar sua caixa de ferramentas profissional e humana, a dica final é: invista no desenvolvimento da competência de analista comportamental.

Você pode atuar como consultor, prestando serviços para empresas, utilizar os conhecimentos adquiridos em sua atuação diária ou mesmo ir um passo além, aprimorar-se ainda mais e se transformar em um coach.

As possibilidades são muitas – e os ganhos, também.

Conclusão

Então, já se considera um especialista quando o assunto é teste comportamental?

Após reunir todas as informações sobre o tema, você já está no rumo certo para seguir por esse caminho.

Só não esqueça da nossa cartilha de eficácia: verifique a real necessidade da aplicação do teste, tenha uma equipe competente para realizar e avaliar os resultados, ofereça o tempo preciso para que as respostas apareçam e faça dessa política uma norma na sua empresa.

Se você tem alguma dúvida ou opinião, registre nos comentários ou faça contato conosco.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Ferramenta Roda da Vida, Você sabe usar?

Avaliação 360º: O que é, Como fazer e Exemplos

Ego: o que é, qual a sua influência e como reconhecê-lo

Líder autocrático: o que é, características e (des)vantagens

Avaliação de perfil comportamental: entenda tudo sobre o tema

Setênios: entenda a teoria e como trabalhar os "ciclos da vida"

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.