Liderança: Diferentes Tipos, Estilos e Como Funcionam?

empreendedor individual responsabilidades

Em qual dos tipos de liderança você se encaixa?

E qual deles daria melhor resultado para sua organização?

Estas duas questões vão ser respondidas neste artigo.

Além delas, você vai aprender mais sobre os seguintes tópicos:

  • Qual é a importância da liderança em uma empresa?
  • Todo chefe é um líder?
  • Quais são as características de cada tipo de liderança?
  • Quais são as principais teorias sobre liderança?
  • Como é um curso de coaching para líderes?
  • Como um coach pode ajudar a liderar melhor?

Se você se interessou pelo assunto, vai gostar de navegar conosco nesta jornada de autodescobrimento, análise pessoal e descoberta de valores e características que formam líderes competente e efetivos.

Vamos lá?

O que significa Liderança?

Liderança é a habilidade de unir indivíduos em torno dos objetivos de um grupo ou organização.

O líder inspira de diversas formas: com uma conduta exemplar, com um plano de ação, com a estruturação de estratégias e com o diálogo.

E para as organizações, qual é a importância dessa liderança?

Total.

Duvida?

Nos últimos anos, Tudor Rickards e Susan Moger, da Manchester Business School, vêm pesquisando o papel da liderança nas empresas.

Depois de estudarem mais de duas mil equipes de empresas de 40 países, chegaram a uma conclusão: o sucesso está absolutamente ligado à liderança das equipes.

Mas como definir a liderança em uma empresa?

Em uma organização, nem todo chefe é visto como uma liderança.

Em um grupo, nem sempre o mais experiente ou autoritário é tratado como líder.

Em seu livro Paixão por Vencer (Editora Campus, 2005), Jack Welch, antigo CEO da General Electric e guru da administração, ensina:

“Os líderes melhoram sua equipe incansavelmente, utilizando cada encontro como uma oportunidade para avaliar, mentorar e inspirar autoconfiança.”

Mas quais são os atributos para alguém alcançar essa condição de liderança?

E como lapidar habilidades para se tornar um líder?

É o que vamos descobrir a seguir.

Diferentes tipos de Liderança

Não há apenas um tipo de liderança.

Como vimos, ela pode ser exercida de várias formas.

A seguir, confira as principais:

Autocrática

É o estilo de liderança em que o líder centraliza a tomada de decisões.

Independentemente de esse tipo de liderança ser (ou não) necessário dentro de algumas organizações, costuma ter baixa aprovação por parte dos colaboradores liderados.

Uma vez que a liderança autocrática não dá espaço para questionamentos, gera consequências como desmotivação e frustração.

Ela também pode ter, como resultados, a tensão e a agressividade no ambiente de trabalho.

Outra característica da liderança autocrática é que os liderados tendem a trabalhar mais apenas quando estão na presença do “chefe”.

Democrática

A liderança democrática enfatiza os dois lados da relação, ou seja, líder e liderados.

Nesse tipo de liderança, a tendência é ouvir mais os colaboradores e motivá-los ao desenvolvimento.

As tomadas de decisão ocorrem, geralmente, de forma conjunta ou, pelo menos, com diálogo e abertura para opiniões.

O líder democrático costuma dar ênfase à satisfação e qualidade de vida de sua equipe.

Por isso, costuma ter maior aprovação dos colaboradores.

Na liderança democrática, o líder também oferece dicas e ideias, mas avalia a percepção de todos sobre o assunto.

O feedback é outro instrumento que aparece de modo constante, aumentando as chances de crescimento profissional dos colaboradores.

O relacionamento entre os membros da equipe costuma a ser mais tranquilo, assim como entre líder e colaboradores.

Liberal

A liderança liberal é um pouco mais ousada, uma vez que é focada no liderado.

Um ponto positivo é que o colaborador tem muita liberdade para sugerir e trabalhar, desde que siga algumas diretrizes ou que atinja determinados resultados.

O líder liberal acredita que os trabalhadores já são maduros e, por isso, não precisam de acompanhamento constante.

No entanto, se esse tipo de gestão não tiver uma estrutura que possibilite monitoramento e revisão de processos, pode resultar em queda de produtividade após um certo tempo.

Essa redução no rendimento ocorre quando não há prestação de contas regular.

Assim, o líder liberal precisa organizar uma estratégia que propicie feedbacks, reuniões de resultados e monitoramento da equipe e de cada colaborador.

Também é preciso ter cuidado para que os membros do grupo não se tornem individualistas em excesso.

Nesse estilo de liderança, o gestor acredita que a liberdade vai proporcionar crescimento e satisfação para os colaboradores e resultados melhores para a empresa.

Visionário

Esse tipo de líder pode ser facilmente reconhecido como aquele que busca resultados grandiosos.

Mas, para isso, ele tem habilidades diferenciadas, sobretudo para motivar e engajar os membros da equipe.

O líder visionário consegue perceber a oportunidade de crescimento de seus colaboradores.

Por isso, ele planeja e prepara com antecedência o crescimento de cada um.

Este estilo de liderança é exercido por uma pessoa que consegue superar as adversidades com as quais se depara.

Ele também projeta cenários futuros com grande desenvoltura e consegue esquematizar estratégias que ofereçam proteção diante de obstáculos.

Além disso, em períodos positivos, esse tipo de líder leva os colaboradores mais longe, de forma acelerada, caminhando rumo a resultados individuais e coletivos.

Motivadora

A liderança motivadora é um tipo que consiste em analisar o perfil dos colaboradores de uma forma bastante realista, potencializando o que cada um tem de melhor.

Esse estilo de gestão geralmente eleva os níveis de produtividade da equipe, uma vez que todos se sentem motivados.

O gestor que investe na motivação também possui capacidade de perceber e lidar com diferentes perfis psicológicos dos colaboradores (que podem ser objetivos, intuitivos, controladores, introspectivos, entre outros).

Por esse motivo, o número de afastamentos ocasionados por doenças ocupacionais tende a diminuir quando há esse tipo de gestão.

O mesmo acontece com os índices de rotatividade e absenteísmo (atrasos e faltas não justificadas).

Dependendo das metas da empresa, trabalhar com a liderança motivadora é imprescindível.

Técnica

Como o próprio nome sugere, a liderança técnica é delegada a gestores que possuem forte conhecimento técnico.

Frequentemente, os líderes técnicos são designados a acompanhar equipes em desenvolvimento.

Embora sejam profissionais com muito conhecimento, usualmente encontram dificuldades na hora de delegar tarefas.

Isso ocorre com frequência, uma vez que os técnicos tendem a querer resolver os problemas de maior dificuldade.

Por isso, é preciso ter cuidado para não perder tempo demais tentando solucionar algo sozinho, sob o risco de deixar outras tarefas de lado.

Outro potencial risco do líder técnico é utilizar uma linguagem muito específica, pouco compreendida por outros departamentos da organização.

Nesse sentido, é importante desenvolver uma linguagem mais didática para que seja melhor compreendido.

Leader Coach

O leader coach é um modelo bastante completo de liderança, no qual o gestor consegue identificar o potencial de cada colaborador de sua equipe.

Dessa forma, é possível ativar o potencial de cada liderado para motivá-lo a oferecer o seu melhor desempenho.

Esse líder proporciona feedback constante aos liderados, fazendo um alinhamento de seu trabalho com as metas da empresa.

Assim como os pontos fortes são estimulados, os pontos de maior dificuldade dos colaboradores também são trabalhados, de forma a melhorar os níveis de produtividade.

Teorias sobre Liderança

É possível identificar, em todos os grupos sociais, as pessoas que exercem liderança – inclusive entre crianças.

Essa é a visão de Rosana Bueno, partner da SBCoaching.

Para isso, é importante entender as principais teorias sobre liderança e por que determinadas pessoas se tornam líderes desde pequenas.

Conheça:

Teoria dos Traços

A teoria foi bastante apreciada no mundo corporativo até a década de 1940.

Seu principal argumento estava nos “traços de um líder”, sustentando a tese de que essas características eram natas

Essa teoria é ramificada em três traços principais:

  • Personalidade: envolve características como autoconfiança, ousadia e sociabilidade
  • Aparência: a estrutura física, a postura e outras características centradas na imagem poderiam ajudar a definir um líder
  • Inteligência: a capacidade de se expressar, de falar idiomas ou de lidar com números poderiam ser considerados aspectos natos de um líder.

Hoje em dia, a teoria dos traços não é tão enfatizada pelos estudiosos da área.

Os estudos mais modernos indicam que as habilidades inerentes à liderança podem ser aprendidas.

Em outras palavras, um profissional não precisa ser um líder nato.

Ele pode desenvolver a competência e aprimorá-la.

Teoria Situacional

A teoria situacional indica que o líder situacional é bastante flexível, conseguindo adaptar-se rapidamente a novas demandas.

O líder situacional pode ser identificado claramente em momentos de crise, em que há uma mudança brusca nos planos e metas.

Um ponto interessante é que a teoria situacional pode ser desenvolvida por qualquer estilo de gestor (como autocrático, liberal ou democrático).

O sucesso de um líder situacional, no entanto, não depende apenas dele.

É preciso que os liderados possuam alto nível de maturidade para também adaptarem-se a novas situações.

Teoria de Líder

A teoria do líder procura definir quem é um líder e de que forma ele consegue influenciar pessoas.

Para fazer esta análise, ela se subdivide entre a teoria dos traços (já explicitada acima) e a teoria do grande homem.

Ambas as teorias, na verdade, defendem que o líder já nasce com diversas características que fazem dele um influenciador.

O pesquisador americano Warren Bennis é um dos grandes defensores dessa linha de pensamento que tem ênfase no líder.

Ele afirmou, já em meados dos anos 2000, que as habilidades de liderança são inatas, sendo poucos os escolhidos para exercer este papel.

Como o coaching pode desenvolver as lideranças?

O coaching pode servir de bússola para o desenvolvimento da liderança.

Nesse trabalho, o coach serve de líder para inspirar o coachee.

Durante o acompanhamento do trabalho de coaching, o coach irá identificar seu estilo de liderança, seus pontos fortes e suas dificuldades.

Dessa forma, ele irá auxiliá-lo a potencializar suas características positivas e trabalhar seus pontos fracos, reduzindo possíveis dificuldades.

Nessa jornada, o foco não se mantém apenas em capacitação técnica e habilidades específicas, mas também no conjunto de valores do indivíduo e em toda a sua formação de inteligência emocional.

Nesse acompanhamento personalizado, o coach vai ajudar a traçar metas e objetivos claros, de acordo com seu perfil.

Assim, ele vai auxiliar a criar estratégias para concretizar seus objetivos na vida pessoal e profissional.

Talvez você precise estudar um pouco mais e adquirir novos conhecimentos.

Ou mudar seu comportamento frente a determinados obstáculos.

Ou entender alguns atalhos para atingir o estado emocional necessário para certas situações.

Ou descobrir ferramentas, como o mapa mental, que auxiliam a estruturar seus objetivos e ações de curto, médio e longo prazos.

Tudo isso será minuciosamente estudado e detalhado.

Afinal, você pode ter habilidades e competências que ainda não se deu conta de que as possui, além de cartas na manga para dificuldades que antes julgava intransponíveis.

Entre as ferramentas de trabalho do coach, estão a análise SWOT aplicada à vida pessoal e profissional, a psicologia positiva, a programação neurolinguística, a definição de missão e valores e a criação de rotas de ações.

Com essa cartela de técnicas e experiência, o coach vai ajudá-lo a criar um mapa de sua carreira e de suas potencialidades.

E aos poucos, guiá-lo rumo a um perfil de liderança.

Cursos de Coaching para Líderes

Se você está buscando ajuda profissional para desenvolver sua liderança e potencializar sua carreira, você tem uma opção muito interessante: um curso de coaching para líderes.

Esse tipo de curso pode interessar a gestores, executivos e profissionais liberais.

Diretores de empresas, apresentadores de televisão, colaboradores de multinacionais,  trainees de organizações de renome, profissionais em busca de ascensão no mercado, grandes talentos do setor tecnológico…

Todos esses profissionais podem se beneficiar de um curso de coaching para líderes.

Os benefícios são inúmeros.

Um dos principais é o autoconhecimento.

Entender qual o seu perfil profissional e saber utilizar suas características a seu favor é uma das razões.

O curso de coaching também pode ser benéfico para outros campos da sua vida.

Nessa jornada de liderança, você irá desenvolver uma série de habilidades, como estas que iremos relacionar agora.

Motivação de colaboradores

Parte do papel do líder é encorajar e motivar a sua equipe.

E, para isso, é preciso, primeiro, entender e animar a si mesmo, detectando os melhores métodos para isso.

Depois, é importante conhecer os pilares da motivação, os contornos do feedback positivo, o diálogo efetivo e a comunicação de ideias e ideais.

Controle do estado emocional

Para o líder, os fatores de estresse e ansiedade são inúmeros.

Mas, em boa parte do tempo, é possível controlar suas emoções para se manter no comando das ações.

Para isso, há uma série de técnicas (entre elas, ferramentas de programação neurolinguística) que ajudam a “ativar” estados mentais poderosos, nos quais você pode atingir resultados mais facilmente.

Aprimoramento da comunicação

Muitas discussões de trabalho e problemas de relacionamento se devem a dificuldades de comunicação.

Em boa parte dos casos, o que se disse e o que se ouviu não têm o mesmo sentido.

Para quem falou, parece óbvio que “X” significa “X”.

Para quem ouviu, talvez “X” seja “Y”.

A comunicação envolve não apenas as palavras, mas os gestos, os trejeitos e todo o histórico dos interlocutores.

Então, desenvolver sua habilidade para o diálogo é uma parte fundamental no seu caminho para a liderança efetiva.

Gestão do tempo

Se você pensa que o dia deveria ter mais de 24 horas, há algo errado na maneira como está utilizando seu tempo.

Você pode, sim, aprender a executar todas as suas tarefas e conquistar resultados dentro das horas disponíveis para o trabalho.

Será que você está concentrado no que precisa fazer de fato ou se distraindo com tarefas menos importantes?

Com a aplicação de matrizes de priorização de tarefas, vai ficar mais fácil detectar o que é urgente, o que é essencial e o que pode ser deixado de lado na sua semana de trabalho.

Além disso, uma boa gestão de tempo requer que você diga “não” em diversas situações para se focar no que realmente fará a diferença.

E, para isso, você precisa se conhecer, entender de fato os seus valores e visualizar sua rota de ações no mapa mental.

Finalização de projetos

Mesmo os profissionais competentes não conseguem, muitas vezes, concluir todos os projetos que iniciam.

Muitos deles não se impõem nem ao menos um prazo para a conclusão.

Ou uma estratégia concreta, com cronograma e tarefas bem definidas.

Isso pode ser solucionado com um curso de coaching.

Além das ferramentas já citadas, há inúmeras outras, que partem da descoberta do seu perfil e de suas potencialidades.

Depois, com uma rota de ações em mãos, você terá condições de iniciar e concluir todas as tarefas e todos os projetos que desejar.

Definição de prioridades

Você não terá tempo para tudo, então, comece a estruturar o que precisa, de fato, ser feito.

Para um verdadeiro líder, organizar as tarefas mais importantes é essencial.

Já falamos sobre a análise SWOT e sua contribuição nesse sentido.

Vale citar ainda a Matriz GUT, que é também ótima para detectar as prioridades em sua vida pessoal e profissional.

Mas há muito mais técnicas que você tem à disposição.

Se você não sabe por onde começar e acaba ficando atrapalhado com suas demandas, este pode ser o momento ideal para conhecer melhor o processo de coaching e aplicá-lo em sua vida profissional.

Implementação de mudanças

A mudança é importante em todos os momentos da vida.

Especialmente para quem quer crescer profissionalmente e melhorar relações pessoais.

Você sabe: todos estamos em constante evolução.

Para onde você está indo, de fato?

Qual é o seu caminho e em que posição dele você se encontra?

Se você não tem essa resposta na ponta da língua, está perdendo tempo.

Só quando você detecta a sua trajetória é que pode decidir que uma mudança de rota é necessária.

Conclusão

Seja quais forem os tipos de liderança, ela é sempre essencial para o sucesso da empresa.

Afinal, a organização produz mais e melhor, entrega soluções com maior qualidade e rapidez, eleva a retenção de colaboradores, melhora o ambiente de trabalho e aumenta a perspectiva de sustentabilidade do negócio.

Por outro lado, toda organização que ainda não possui líderes em seu quadro está perdendo tempo e dinheiro.

O tipo de liderança depende de você.

Será que você tem o perfil de um líder democrático?

Ou de um líder liberal?

Para descobrir, uma das melhores maneiras é buscar um curso de coaching ou a mentoria de um coach.

Essa abordagem de desenvolvimento facilita muito o autoconhecimento e o planejamento pessoal e profissional.

Por meio de técnicas e ferramentas poderosas, o coaching permite que você entenda o seu papel nos negócios, os seus pontos fortes, as suas potencialidades inexploradas e oportunidades de melhoria.

Serve de bússola para seu caminho como gestor, chefe e, principalmente, líder em sua empresa e em suas relações pessoais.

E você, gostou das dicas sobre os principais tipos de liderança e sua importância nos negócios e na vida pessoal?

Compartilhe este artigo nas redes sociais e deixe um comentário contando como você pretende desenvolver esse atributo.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Conheça as vantagens e desvantagens do outsourcing

Gestão de talentos: o que é, importância e como implementar

Treinamento de liderança: sua importância para o sucesso

As 3 Qualidades Indispensáveis de um Líder

Gestor: o que é, principais características e desafios

Pessoa Assertiva: Significado, Características e Dicas

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.